Condenação de Lula é ‘desrespeitosa, despropositada, fora da realidade’

Julgamento de recursos da Lava Jato na 8ª Turma do TRF4 – A partir da esquerda, o desembargador Victor Laus, procurador Maurício Gotardo Gerum, desembargador Leandro Paulsen e desembargador João Pedro Gebran Neto – Foto: Sylvio Sirangelo/TRF4

Texto escrito por José de Souza Castro:

Confesso que não tive paciência para ver pela TV, na íntegra, as longas falas dos três juízes do Tribunal Regional Federal de Porto Alegre que não apenas confirmaram a sentença de Sérgio Moro contra Lula, como aumentaram a pena de prisão imposta pelo juiz de Curitiba, para 12 anos e um mês.

Por óbvio, não tenho a pretensão de analisar, neste momento, as mais de 400 páginas do juiz relator, acompanhadas na totalidade pelos outros dois. Seria mais fácil ler “Ulysses” de James Joyce em poucas horas.

Acho, porém, que outros mais capacitados poderão destrinchar o calhamaço, no devido tempo, e fazer as críticas que esses juízes estão a merecer.

Duvido que os jornalistas Mino Carta e Paulo Henrique Amorim tenham tido mais paciência que eu, o que não impediu que os dois saíssem logo com uma análise franca das consequência do ato insano praticado pelos três juízes. Quem se interessar pode assistir aqui.

É uma conversa também longa, de 40 minutos, mas que vale a pena acompanhar. Posso garantir que é muito mais interessante que as análises que você pode ver na GloboNews. Muito mais divertida, sem dúvida.

Rir é preciso, num momento como este que o Brasil está vivendo. Rir desses juízes boçais pode nos livrar da depressão e ressuscitar a esperança num Brasil melhor. Afinal, o povo brasileiro é muito melhor que suas elites. E muitíssimo melhor que esses três juízes que, certamente, serão condenados pela História.

Como a TV Globo, que respondeu com arrogância nota divulgada pela presidente do PT, Gleisi Hoffmann, na qual a senadora afirma: Continuar lendo

Anúncios

15 textos sobre o caos político das últimas semanas

País dividido. Foto de Lincon Zarbietti para o jornal "O Tempo"

País dividido. Foto de Lincon Zarbietti para o jornal “O Tempo”

Os acontecimentos no país andam tão turbulentos que é difícil tecer qualquer comentário ou análise sobre tudo isso. Num dia, uma revista divulga vazamento de uma delação que ainda nem havia sido homologada, implicando, ainda que sem provas, Dilma e Lula em esquema de corrupção. No dia seguinte, o ex-presidente é levado à força para depor. Logo depois, milhares vão às ruas protestar contra o governo. Aí a delação é homologada e descobrimos que ela também implica, ainda sem provas, o presidente do maior partido de oposição, Aécio Neves, em transações suspeitas. Continuar lendo

Das utilidades do Big Brother Brasil (?)

assistindo-big-brother-brasil-1923

Eu nunca assisti a uma edição sequer do BBB. Acho a maior perda de tempo do mundo e não entra na minha cabeça alguém se submeter, por exemplo, a um pay-per-view para ficar 24 horas por dia de olho no que ocorre numa casa, ainda mais sem edição. Em épocas de BBB, na milésima edição que vai ao ar, que só agora percebi ser sempre em janeiro, é comum vermos as pessoas que compartilham da minha opinião falando mal do programa, nas redes sociais e nas ruas.

Mas, me corrijam se eu estiver errada, foi dali – em meio àqueles diálogos rasos e putarias e intervenções de Pedro Bial – que surgiram uma apresentadora de humorístico talentosa (Sabrina Sato), uma atriz que dizem que é esforçada (Grazi) e um político inteligente, que tem defendido bem a bandeira que o elegeu (Jean Wyllys, deputado federal pelo PSOL-RJ e ativista dos direitos LGBT). Talvez tenha havido outros; eu sou meio por fora de assuntos televisivos e sobre celebridades.

Em resumo, são pelo menos três – dentre dezenas de pessoas que passaram pelo BBB. Mas, no país da Zorra Total e do VideoShow, me parece até que estamos no lucro.

Minha seleção de 25 reportagens na volta a Minas

1255216017

Amanhã é meu último dia no G1. Como hoje estou sem nenhuma inspiração para postar por aqui, vou divulgar as 25 matérias que mais gostei de propor e de fazer, muitas das quais foram furos ou pautas especiais, e que acho que vale a pena de serem lidas neste domingão de sol – se vocês não tiverem nada melhor pra fazer 😉

  1. Fórum internacional nos EUA julga indenização por tortura em Minas
  2. Governo brasileiro concorda em indenizar família de torturado em BH
  3. Estado e zeladora travam embate por imóvel em escola pública mineira
  4. Escola pública mais antiga de BH vai passar por primeira restauração geral
  5. Filho e neto tocam negócio de baleiro que trabalhou no Barão até os 77
  6. Justiça determina prisão de frei, caso vídeo não seja retirado da internet
  7. Relatório da Câmara dos Deputados relaciona agrotóxico a câncer em Unaí
  8. Mineira completa 16 anos de luta contra doença cerebral sem cura
  9. Desde junho, número de homicídios não para de crescer em Minas Gerais
  10. Minas Gerais teve 308 homicídios em novembro, diz secretário de estado
  11. Novembro tem recorde de roubos e extorsões do ano em Minas Gerais
  12. Minas vai prender 500 ‘líderes’ em roubos até fevereiro, diz secretário
  13. Para liderança do Aglomerado da Serra, polícia ‘acendeu estopim’
  14. Para cada branco, morrem 3,5 negros em BH, diz Mapa da Violência
  15. ‘Bruno terá pena de 25 a 30 anos’, avalia um dos advogados do goleiro
  16. Pela primeira vez em BH, mulher é promovida a major do Exército
  17. Baratas infestam linhas de ônibus em Belo Horizonte
  18. Mensalão anula efeitos da reforma da Previdência, decide juiz mineiro
  19. Empresários ligados ao mensalão são condenados pela Justiça de MG
  20. Biólogos fazem ‘operação de guerra’ contra praga no Parque do Rola-Moça
  21. Grande BH tem maior aumento de frota de veículos por habitante do país
  22. Pesquisa do governo deve acabar em duas semanas sem dados de ‘ricos’
  23. Anel Rodoviário de BH recebe 154 mil veículos por dia, diz pesquisa
  24. Lei quer transformar BH em ‘Polo de Esportes Radicais e de Aventura’
  25. Minoria em Minas, ‘juntados’ dizem por que fugiram do casamento

Nesses três meses fiz 164 matérias por aqui. Agora é seguir com novos desafios, no jornalismo e na vida 😀

20 dias cobrindo Minas

Desde que escrevi aquele post sobre meu pedido de demissão da Folha, muitos me perguntam com o que estou trabalhando. Vim para Beagá com mil planos e possibilidades (tipo fazer mestrado, dar aulas de jornalismo, abrir uma empresa, dar oficinas para alunos de escola pública etc), mas nenhum deles concreto, nada definido. Minha única certeza é de que eu deveria voltar.  Mas não sabia, ainda, como me sustentaria nem como continuaria a fazer meu jornalismo. E mesmo assim arrisquei, apostei todas as minhas fichinhas, sempre otimista.

Acabou que, em três dias, comecei na Redação do G1. Fico lá, a princípio, até janeiro. Hoje completo 20 dias no portal e já comecei a arquivar algumas matérias que gostei de sugerir e fazer. Minhas dez favoritas até agora:

O mais legal é poder cobrir Minas de novo, um Estado que acho que esconde muitas notícias e histórias ainda por serem reveladas. Espero poder fazer isso por muito tempo ainda 😉