Os conspiradores poderão escapar agora, mas não quando a democracia voltar ao Brasil

Ex-presidente do PSDB-MG Narcio Rodrigues é preso nesta segunda-feira. Foto: Uarlen Valério / O Tempo

Ex-presidente do PSDB-MG Narcio Rodrigues é preso nesta segunda-feira. Foto: Uarlen Valério / O Tempo

Texto escrito por José de Souza Castro:

“Numa democracia séria, a cúpula do PMDB, incluindo Temer, Eduardo Cunha, Sarney, Romero Jucá, junto com Aécio Neves e outros personagens sombrios do conglomerado que se articula em torno do PSDB estariam presos e julgados por conspiração contra o Estado e contra a democracia. Até mesmo juízes do STF e o Procurador Geral da República estariam sendo investigados e sob o risco de prisão por conspiração.”

A afirmação é de Aldo Fornazieri, num artigo em que comenta gravações de Sérgio Machado, ex-senador pelo PSDB e que presidiu a Transpetro (Petrobras Transporte S.A.), subsidiária de nossa principal estatal. Para Fornazieri, doutor em Ciência Política e diretor acadêmico da Fundação Escola de Sociologia e Política desde 2006, as gravações “de Sérgio Machado não deixam dúvidas de que houve uma ampla e criminosa conspiração contra o Estado e contra a ordem democrática.”

Na perspectiva do autor do livro “Introdução ao Risco Político”, da Editora Campus, os políticos citados no início do artigo, “se não forem derrubados e presos nos próximos meses em consequência da luta política e da desobediência civil em curso terão que ser presos e julgados num futuro governo democrático”. Continuar lendo

Anúncios

Recado aos donos de pets egoístas e irresponsáveis

Texto escrito por Beto Trajano:

Hoje não foi o dia de salvação de Marion. Aquela tão sonhada etapa final da entrevista, do tão esperado emprego, foi como um tiro no alvo reverso. Nota Zero.

A esperança de conquistar Brunele também foi para as cucuias nos planos de Gildeão.

E, desconcertado, Alencar acabou reprovado no exame para tirar carteira de motorista, em sua quarta tentativa.

Vidas que nunca se encontraram foram barradas pelo mesmo destino. O pé lambrecado de um fedido estrume de cachorro depositado no meio da rua, pouco antes de os seus objetivos serem conquistados.

Todas as manhãs, Pitis, Totós, Joaquins, Brigites, Dianas vão passear com seus donos pelas ruas. É hora de defecar e mijar. Alguns dos donos levam uns saquinhos para catar os dejetos, mas a maioria deixa o estrume fedorento lá, brilhando nas calçadas. Continuar lendo

Enquanto você lê este texto, 7 brasileiras são estupradas

10152435_613068068786339_2043139226_n

Depois que ganhou repercussão nacional o caso da menina de 16 anos que foi estuprada por 30 animais, no Rio de Janeiro, veio à tona, de novo, o resultado do levantamento anual feito pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, que traz, entre vários outros dados interessantes sobre a violência no Brasil, a informação de que 47.646 casos de estupros foram notificados às polícias brasileiras no ano de 2014, que é o dado mais recente disponível.

Por isso, você tem lido nos jornais e portais de notícia, nos últimos dias, que uma pessoa é estuprada a cada 11 minutos no Brasil.

Acontece que o mesmo anuário traz uma informação importante, que está sendo ignorada pelos colegas jornalistas: que apenas 7,5% dos casos de estupro são registrados pela polícia (pág. 116). Seja por vergonha, por falta de acesso, ou por medo de retaliação, a maioria esmagadora das vítimas prefere “deixar pra lá”. Por isso, não tivemos apenas cerca de 48 mil casos de estupro no Brasil, em um ano, mas estima-se um número muito maior, de 635 mil casos em um ano.

Isso representa 1.740 casos por dia, 72 por hora, mais de 1 caso por minuto. E não um estupro a cada 11 minutos.

O anuário considera todas as vítimas de estupro, mulheres e homens. Sim, existem homens vítimas de estupro, principalmente vulneráveis. Mas 90% das vítimas são mulheres.

Refazendo a conta, chegamos à estimativa de cerca de 570 mil mulheres estupradas em um ano, no Brasil. O que também dá cerca de um caso de estupro por minuto.

Ou seja: no Brasil, uma mulher é estuprada a cada minuto.

Vou repetir algumas vezes para ver se, martelando a frase, a informação atinge os cérebros que cresceram nesta cultura do estupro que vigora no Brasil, os cérebros que acham que a vítima teve culpa (porque estava com a saia curta demais, porque pediu, porque é assanhada, porque é miniputa, porque qualquer-outra-coisa-idiota-dessas), e causa o devido choque e constrangimento:

No Brasil, uma mulher é estuprada a cada minuto. No Brasil, uma mulher é estuprada a cada minuto. No Brasil, uma mulher é estuprada a cada minuto. No Brasil, uma mulher é estuprada a cada minuto. No Brasil, uma mulher é estuprada a cada minuto. No Brasil, uma mulher é estuprada a cada minuto. No Brasil, uma mulher é estuprada a cada minuto. No Brasil, uma mulher é estuprada a cada minuto. No Brasil, uma mulher é estuprada a cada minuto. Continuar lendo

O que se pode esperar de Parente na Petrobras

O Presidente indicado para a Petrobras, Pedro Parente, em coletiva no Palácio do Planalto - 19.5.2016. Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil

O Presidente indicado para a Petrobras, Pedro Parente, em coletiva no Palácio do Planalto – 19.5.2016. Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil

Texto escrito por José de Souza Castro:

Temer não conseguiu nessa segunda-feira, dia 23, emplacar o nome do ex-ministro de FHC, Pedro Parente, na presidência da Petrobras. O Conselho de Administração da estatal tremeu nas bases, após a queda do ministro do Planejamento, Romero Jucá, e adiou em uma semana a sessão para apreciar a indicação de um homem com processos na Justiça.

Segundo a Federação Única dos Petroleiros (FUP), “é inadmissível termos no comando da empresa um ex-ministro do governo Fernando Henrique Cardoso que chancelou processos de privatização e tem em seu currículo acusações de irregularidades e improbidade na administração pública”.

Prossegue a nota da FUP: Continuar lendo

A lista de retrocessos do governo de Michel Temer

Charge do Duke no jornal "O Tempo" de 20.5.2016

Charge do Duke no jornal “O Tempo” de 20.5.2016

Nem bem começou a era do presidente interino Michel Temer (PMDB) — que foi alçado ao poder após um golpe que afastou por 180 dias a presidente eleita Dilma Rousseff –, e já é possível detectar uma lista de medidas anunciadas ou previstas pelo novo governo que representam retrocesso ao país.

Sabe aquele retrocesso que eu torcia para que não ocorresse? Há uma diferença entre torcida (otimismo) e realidade (cada dia mais pessimista). E, neste post de hoje, quero esmiuçar essa diferença para quem não fez as contas ainda.

Quando este post for ao ar, Michel Temer completará 14 dias como presidente da República interino. Nesse período, contei 16 retrocessos, que listo abaixo, com links, para quem quiser se aprofundar melhor sobre cada item. Nos próximos dias, vou acrescentando os novos retrocessos (esperados) à lista e, daqui a algumas semanas, republico a relação atualizada.

Aí vai minha lista preliminar: Continuar lendo