Por um 2019 com as melhores conquistas pessoais em meio a um ano tão ruim para o país

Este slideshow necessita de JavaScript.

É impossível pensar em um 2019 que seja bom no campo geral, nacional, social, tendo este presidente eleito que tivemos. Em um mês após as eleições, eu já tinha contado 40 retrocessos e absurdos. Média de mais de um por dia. Depois parei de contar. A lista certamente será maior – e mais definitiva para os brasileiros – a partir deste Primeiro de Janeiro de 2019.

Seguiremos acompanhando o desmonte do patrimônio nacional, a começar pelo petróleo e pré-sal, e as perspectivas de reduções drásticas de direitos civis, principalmente para as minorias. Seguiremos escrevendo a respeito, até onde nos for possível, aqui neste blog. E participando de eventuais protestos, caso os ânimos ressaqueados dos brasileiros os realizem.

E desejamos que, no campo pessoal, 2019 seja um ano de mais conquistas. Afinal, é como me disse meu sábio pai, quando cheguei aos prantos aqui em casa, depois da vitória do milico pró-tortura no segundo turno: “Foi durante a ditadura militar que eu me casei e tive quatro filhos. A vida segue, apesar dos pesares” (algo assim: eu captei com minhas palavras, mas ele deve ter dito bem melhor).

Meu ano de 2018 foi especialmente bem estressante, com três empregos diferentes em um mesmo ano, e um grande calote tomado, sem perspectiva de recebimento algum dia. Torço para que meu 2019 seja mais sereno, com direito a férias remuneradas (não tenho isso desde 2016; não tive quando achei que teria) e tudo o mais.

Mesmo que o cenário fique nublado demais, desejo a todos que consigam tocar suas vidas da melhor forma possível nestes próximos 365 anos, com fôlego renovado após a virada do calendário.

Aí vai uma ajudinha para 15 metas muito comuns, resgatada de um post de quatro anos atrás:

  1. Quero cultivar uma horta dentro de casa. Leia AQUIAQUI e AQUI.
  2. Quero perder peso ou ter uma vida mais saudável. Leia AQUIAQUIAQUI e AQUI.
  3. Quero trabalhar menos, ser menos workaholic ou me estressar menos no emprego. Veja AQUIAQUIAQUI e AQUI.
  4. Quero conseguir um emprego ou mudar para um emprego melhor. Veja AQUI e AQUI (para jornalistas).
  5. Quero aprender coisas novas, como um outro idioma. Leia AQUI.
  6. Quero mudar de apartamento. Leia AQUIAQUIAQUIAQUI e AQUI.
  7. Quero mudar de cidade/Estado. Leia AQUIAQUI e AQUI.
  8. Quero viajar mais. Leia AQUI e todos os posts desta PASTINHA.
  9. Quero ler mais e ver mais filmes. Leia AQUIAQUI e AQUI.
  10. Quero parar de fumar. Veja os seguintes posts: AQUI AQUI.
  11. Quero parar de beber. Leia AQUIAQUIAQUI e AQUI.
  12. Quero fazer trabalho voluntário, doações ou exercer minha solidariedade. Leia AQUIAQUIAQUIAQUI e AQUI.
  13. Quero conhecer um grande amor. Leia AQUI e AQUI.
  14. Quero superar uma grande dor ou uma fossa. Leia AQUI e AQUI.
  15. Quero superar uma doença. Leia AQUI.

Leia também:

***

Quer assinar o blog para recebê-lo por email a cada novo post? É gratuito! CLIQUE AQUI e veja como é simples!

faceblogttblog

Anúncios

Melhores livros de 2018

Continuando uma tradição deste blog, segue uma lista dos 7 livros mais divertidos que li neste ano:

  1. “A Casa do Céu”, de Amanda Lindhout e Sara Corbertt, 445 págs. Leia mais sobre este livro AQUI.
  2. “A Cidade do Sol”, de Khaled Hosseini, 365 págs. Leia mais sobre este livro AQUI.
  3. “Tia Julia e o Escrevinhador”, de Mario Vargas Llosa, 463 págs. Leia mais sobre este livro AQUI.
  4. “Tudo o que nunca contei”, de Celeste Ng, 301 págs. Leia mais sobre este livro AQUI.
  5. “Rita Lee – Uma Autobiografia”, 294 págs. Leia mais sobre este livro AQUI.
  6. “O Livro dos Baltimore”, de Jöel Dicker, 413 págs.
  7. “Os escritos secretos”, de Sebastian Barry, 348 págs. Leia mais sobre este livro AQUI.

Leia também:

faceblogttblog

Filmes em 2018, melhores e piores

Tradição deste blog desde os primórdios, listo hoje os 40 filmes a que assisti neste ano, separando os melhores, os mais ou menos e os terríveis.

A grande maioria merece ser vista, considerando cada gênero. Entre parêntesis, em boa parte dos casos, você pode acessar o link para a resenha completa de cada filme, com notas mais específicas e o trailer:

Vale a pena ver:

  1. Bohemian Rhapsody (mais AQUI, nota 10)
  2. Infiltrado na Klan (mais AQUI, nota 10)
  3. Viva – A vida é uma festa (mais AQUI, nota 10)
  4. A Forma da Água (mais AQUI, nota 9)
  5. The Post (mais AQUI, nota 9)
  6. Eu, Tonya (mais AQUI, nota 9)
  7. A grande jogada (mais AQUI, nota 9)
  8. Todo o dinheiro do mundo (mais AQUI, nota 9)
  9. Três anúncios para um crime (mais AQUI, nota 9)
  10. Sr. Sherlock Holmes (mais AQUI, nota 9)
  11. Extraordinário (mais AQUI, nota 9)
  12. Corra! (mais AQUI, nota 8)
  13. Eu, Daniel Blake (mais AQUI, nota 8)
  14. Artista do desastre (mais AQUI, nota 8)
  15. O experimento do aprisionamento de Stanford (mais AQUI, nota 8)
  16. Roman J. Israel, Esq. (mais AQUI, nota 8)
  17. Doentes de amor (mais AQUI, nota 8)
  18. Benzinho
  19. Roda Gigante (mais AQUI, nota 8)
  20. Dunkirk (mais AQUI, nota 8)
  21. Mudbound (mais AQUI, nota 7)
  22. O destino de uma nação (mais AQUI, nota 7)
  23. Trama fantasma (mais AQUI, nota 7)
  24. Christopher Robin (mais AQUI, nota 7)
  25. Lady Bird (mais AQUI, nota 7)
  26. Os Incríveis
  27. Heidi

Veja se estiver com tempo sobrando:

  1. Nasce uma estrela (mais AQUI, nota 6)
  2. Me chame pelo seu nome (mais AQUI, nota 5)
  3. A melhor escolha
  4. A mulher mais odiada dos Estados Unidos
  5. Pegar e largar
  6. Será que?
  7. Pequena grande vida
  8. Perfeitos desconhecidos
  9. O bicho vai pegar 3
  10. Projeto Flórida (mais AQUI, nota 4)

Não veja!

  1. A Freira
  2. Cartão de Natal
  3. Peixonauta

 

Leia também:

***

Quer assinar o blog para recebê-lo por email a cada novo post? É gratuito! CLIQUE AQUI e veja como é simples!

faceblogttblog

8 anos de blog em 8 estatísticas

Ando tão exausta/relapsa/atolada neste fim de ano (mais que no fim de 2017, eu diria) que nem me lembrei de fazer o tradicional post de aniversário do blog. Idealizado no dia de Natal de 2010, quando eu voltava de um passeio pela iluminada Praça da Liberdade com meu pai, este site tem suas estatísticas compartilhadas com os leitores todo dia 25 de dezembro. Neste ano, excepcionalmente, aqui vão elas com dois dias de atraso:

1. Posts (quase) diários

Em 2018, publiquei 186 posts. Um a cada dois dias, em média. Esses posts vieram espalhados em 8.012 tags e 21 categorias (criei as Pérolas do Luiz no dia 3 de janeiro), sendo que as mais populares são Maternidade, Eu Achei por Aí e Músicas (no ano passado eram Noticiário, Divagações e Artigos do meu Pai, o que denota alguma mudança no perfil dos leitores também). Somando os 8 anos de blog, já são 2.066 posts, média de 0,7 por dia. Foram 107 mil palavras que escrevi, junto com meu pai, só neste ano – uma média de 575 palavras por post.

2. Top 20

Os 20 posts mais lidos neste ano foram os seguintes:

Para ver em 2018: as 56 melhores séries da Netflix, segundo os leitores do blog More stats 96.117
13 desenhos animados lindos e educativos para crianças de 0 a 2 anos More stats 55.038
147 maneiras de chamar o seu amor More stats 53.495
Página inicial / Arquivos More stats 39.807
Elefantes com o bumbum pra porta More stats 17.566
Samuel Costa, o Menino Maluquinho More stats 11.951
Depoimentos emocionantes sobre o alcoolismo More stats 11.627
Dos milagres do levedo de cerveja More stats 11.481
15 presentes para recém-nascidos de R$ 20 a R$ 200 (e cinco ideias para evitar) More stats 11.054
Por onde anda a turma do filme Menino Maluquinho, 20 anos depois More stats 9.842
Os 25 melhores filmes que já encontrei na Netflix, com resenhas e trailers More stats 9.454
7 poemas de Drummond que eu gostaria que meu filho conhecesse More stats 8.381
15 filmes para assistirmos e refletirmos neste Dia da Consciência Negra More stats 7.582
João Barbosa Romeu, o Bocão More stats 6.947
O que tem em bolsa de mulher? More stats 6.691
Desbravei os segredos do desenho russo ‘Masha e o Urso’, o favorito do meu filho More stats 6.605
293 canções de blues (algumas raríssimas) para baixar de graça More stats 6.162
Mega coletânea de 15 álbuns de blues para download grátis More stats 6.096
Fernanda Guimarães Miranda, a Nina More stats 5.492
Cristina Castro, a Julieta More stats 5.030
As 7 melhores séries, de todos os tipos e gêneros, para ver na Netflix More stats 4.851

3. Dia e hora favoritos

O dia da semana com maior número de visitantes neste ano foi a segunda-feira (16% das visualizações) e o horário com mais acesso foi às 20h.

4. De onde vêm os leitores e o que procuram

Primeiro, disparado, a maioria vem do Google. Em seguida, do site do portal O Tempo, onde o blog era reproduzido até maio de 2017. Logo depois, do aplicativo do WordPress para Android. Depois, do site da Canguru, que reproduzia os posts sobre maternidade do blog até junho deste ano, quando saí de lá. Em seguida, do Facebook e do Twitter. Para chegar aqui por meio de buscadores, a maioria procurou os termos “melhores séries (ou filmes) Netflix”, “fotos de grafites da cidade de BH”, “artes #elenão”, “presente para recém-nascido”, entre outros.

5. Visitantes e assinantes

Enquanto escrevo, este blog já recebeu quase 2,5 milhões de visitantes — dos quais 665 mil só neste ano, sendo este o recorde anual (viva!!!). O blog possui 777 assinantes (77 a mais que no ano passado), que o recebem por e-mail de graça e na íntegra, sem necessidade de clicar para acabar de ler por aqui. No Feedly ele tem mais 42 assinantes e, na fan page do Facebook, 1.291.

6. Comentários e compartilhamentos

Ao todo, o blog já recebeu mais de 10.000 comentários, sendo 398 neste ano, e 438 curtidas. Obrigada por terem enriquecido tanto o debate, amigos!😀 Ao todo, os leitores compartilharam posts, usando as ferramentas oficiais do WordPress, 13.229 vezes – a maioria delas pelo Facebook (5.065), em seguida pelo Twitter (2.576)

7. Anúncios

Comecei a colocar os anúncios do próprio WordPress no blog em 2016. Naquele ano, foram veiculados 121 mil ads. Em 2017, o número cresceu para 331 mil e, neste ano, saltou para 2,3 milhões. São só aqueles ads que aparecem no pé do post e no alto do blog, sem pop-ups e outras chatices, então não incomodam os leitores. Neste ano, geraram receita suficiente para pagar minha despesa com o WordPress Premium. Sempre que vocês fizerem uma compra a partir de um anúncio veiculado aqui no blog, vocês vão me ajudar a ganhar uns centavos a mais 😉 OBS.: Não faço parcerias comerciais, posts pagos (isso é especialmente incogitável) nem aceito qualquer outro anúncio além dos ads do próprio WordPress.

8. Pelo Mundo

Neste ano, vieram visitantes de 148 países. Depois do Brasil, a maioria chegou dos Estados Unidos, de Portugal, do Canadá e de Moçambique.

 

Muito obrigada pela leitura e um FELIZ ANO NOVO a todos!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! 😀 

Tá baratim, tá baratim!! ;)

Tá baratim, tá baratim!!😉

faceblogttblog

Aproveite o Natal para ensinar o bem

Era sábado, 22 de dezembro, quando chamei o Luiz, meu filhote de 3 anos anos, para me ajudar a arrumar os armários e gavetas da casa. Adoro virar o ano com tudo nos conformes, começando o ano seguinte com tudo organizadinho.

Arrumamos o quarto do pequeno e propus a ele de separarmos os brinquedos que ele não usa mais para doar às criancinhas que não têm muitos brinquedos. Assim como fizemos com os livros há alguns meses. E ele foi pegando os brinquedos “de bebê” e foi colocando sobre a cama, até que formamos uma pilha razoável. Guardamos tudo num saco.

O saco de brinquedos e outros dois, com roupas, para doação.

No dia 23, domingo, saímos em busca de algum lugar para fazer as doações. No meio do caminho, vimos uma moça sentada no chão da calçada, dando mamá ao filho de cerca de 1 ano, e pedindo esmola aos passantes. Fui com o Luiz entregar dois brinquedos ao filho dela, o Vitor. O garotinho abriu um sorriso de todo tamanho quando recebeu o brinquedo de virar chavinhas e apertar botões. Fazia tempo que eu não via um sorriso daqueles. Luiz entregou a naninha para ele, impressionado.

Depois passamos na Igreja do Carmo para entregar o resto da sacola. É um dos lugares que promovem ações sociais impactantes em Beagá e que está sempre aberto, inclusive aos domingos e alguns feriados, para receber doações de roupas e brinquedos. (Lá também tem farmácia com medicamentos gratuitos, ambulatório, atendimento psicológico, biblioteca e muitos outros serviços de graça para a comunidade em geral.)

Mais tarde, conversamos sobre crianças e adultos que ficam nas ruas, sobre pessoas que não têm tantos brinquedos como ele, sobre pessoas que não têm dinheiro para ir simplesmente “comprar no mercado” quando acaba algum ingrediente da geladeira. Tenho certeza de que plantei uma sementinha bacana no meu filho. Todas as vezes que separo roupas para doar, envolvo ele no processo. O mesmo já tinha acontecido com os livros. E, agora, com os brinquedos, que achei que envolveria mais dificuldade, mas meu filhote demonstrou grande generosidade e desprendimento, o que me encheu de orgulho.

Que tal aproveitar datas especiais como o Natal para espalhar essa sementinha aí na sua casa também?

Pra encerrar o post, resgato o programa 17 da Barbearia de Blues, que produzi entre 2007 e 2008, só com canções natalinas. Feliz Natal!

Leia também:

***

Quer assinar o blog para recebê-lo por email a cada novo post? É gratuito! CLIQUE AQUI e veja como é simples!

faceblogttblog