Ir para conteúdo

As melhores séries na TV para crianças de 4 a 10 anos

Séries para crianças: didatismo ou puro entretenimento, mas todas estas com muita qualidade.

 

Como os leitores mais assíduos já sabem, eu gosto de assistir à TV juntinho com o Luiz, até para saber se o que ele está vendo tem qualidade, ensina algo que presta, não mostra coisas muito ruins. Foi a partir dessa experiência com ele que compartilhei aqui algumas dicas de desenhos animados lindos e educativos, de filmes legais independentemente da classificação indicativa, assim como já fiz com as sugestões de livros.

O Luiz foi crescendo e hoje, com 5 anos e meio, também gosta muito de ver séries, e não apenas desenhos animados. E algumas são tão legais que eu faço questão de ver junto com ele – e me divirto tanto quanto, viu!

A seguir, as melhores séries para ver com as crianças de 4 a 10 anos. A idade é ampla assim porque vai depender muito da maturidade de cada criança. Você conhece seu filho melhor que ninguém e é quem saberá avaliar, certo? O que posso dizer é que todas têm classificação indicativa livre.

Dino Dana

Vou começar com esta série sensacional que foi a grande responsável por aplicar o Luiz no mundo dos dinossauros. Foi depois de descobrir esta série ao acaso e assistir a ela de uma tacada só que o Luiz ficou doido com os animais pré-históricos, pouco antes de fazer 5 anos de idade. Depois dessa série, ele quis os livros de dinos e foi aprendendo cada vez mais, assim como a garotinha Dana. E, olha: esse aprendizado todo, esse hobby tão específico e fascinante, ajudou DEMAIS meu filhote a passar pelo isolamento durante a pandemia, viu? Tenho muito a agradecer aos dinos. Nesta série, disponível na Amazon Prime, vivemos aventuras com Dana e seus parentes, ao mesmo tempo em que aprendemos sobre aquelas criaturas impressionantes.

Na Sala da Julie

Julie é ninguém menos que a Julie Andrews, a eterna Mary Poppins, que continua linda aos 82 anos de idade e é uma das atrizes mais importantes da história do cinema e do teatro mundial.

Esta foi a primeira série que o Luiz conheceu, quando tinha apenas 2 aninhos de idade. Ele amou, mas assistiu de novo já mais velho e também curtiu muito. Como já contei aqui no blog, ao longo dos 13 episódios, as cinco crianças-bonecas vão aprendendo as maravilhas do universo do teatro e, com o aprendizado, vão juntando subsídios para montarem a própria peça, que é lindamente apresentada no último episódio. Assim, há o episódio em que aprendem a escrever um roteiro, outro em que aprendem a cantar, outro em que aprendem as técnicas básicas do balé, outro em que aprendem a arte do circo etc. Meu sonho é que fizessem mais temporadas! Ah, está na Netflix.

Esquadrão Bizarro

Todos os agentes têm nomes começados com a letra O.

Esta série é muito legal! De todas desta lista, acho que é uma das mais didáticas. Ao longo dos episódios, além de acontecerem coisas inusitadíssimas, as crianças “agentes” vão aprendendo, de forma lúdica e despreocupada, conceitos importantes da matemática. Frações, divisão das horas, soma, subtração, peso, o calendário do ano, e vááárias outras. Mas o mais legal é que as crianças aprendem isso tudo sem nem perceber. Por exemplo, tentando descobrir quem está entregando as pizzas da pizzaria no lugar errado ou como sair de um jogo de tabuleiro bizarro ou como vencer um campeonato de pedra-papel-e-tesoura com os maiores vilões do planeta. Enfim, é bem divertido! Está na Netflix (duas das três temporadas) e no Gloob.

Superdetetives

Depois de falar dos “agentes” do Esquadrão Bizarro, compartilho aqui uma descoberta bem recente do Luiz, os superdetetives! Trata-se de uma série da Netflix, com duas temporadas, que estreou no ano passado. Ainda não terminamos de ver todos os episódios, mas já deu para perceber que o roteiro é ágil e mostra como a lógica consegue resolver pequenos mistérios do dia a dia desta turminha de quatro amigos que estudam na mesma escola.  A personagem mais interessante é a Maudie, que é uma espécie de Sherlock Holmes de 10 anos de idade. Observadora, consegue desvendar a maior parte dos mistérios. A série também traz alguns ensinamentos legais, como quando fala sobre a importância do espírito esportivo, de saber perder e de não trapacear para ganhar algo.

Detetives do Prédio Azul (D.P.A.)

Pippo, Berenice, Max e Sol. Atualmente, dos quatro, só Berenice e Max continuam na trama.

Agora vou falar dos detetives mirins mais famosos do Brasil. Esta série brasileira, do Gloob, é um sucesso absoluto entre a criançada, tanto que já chegou a 15 temporadas e não vai parar por aí. Ela foi criada junto com o canal, em 2012, e três gerações diferentes de detetives mirins já passaram por ela, porque os meninos crescem demais e acabam tendo que ser substituídos. Atualmente, estão lá os detetives Flor, Max e Zeca. Os personagens adultos mudam menos, continuando sempre a dona Leocádia, o Theobaldo, o porteiro Severino e os pais das crianças. Ao contrário das outras séries que já citei até aqui, esta não tem nenhum didatismo: é entretenimento puro. Em resumo, as crianças investigam mistérios que acontecem no prédio onde vivem, mas também enfrentam vilões do mundo das bruxas. Quem é que não gosta de uma história de bruxa, não é mesmo? Está no universo infantil desde a Idade Média e não é agora que vai sair de moda.

A Pior das Bruxas

Já que falei sobre bruxaria, esta série também fez o maior sucesso aqui em casa. O roteiro lembra bastante o dos livros de Harry Potter: são crianças aprendendo mágica em uma escola para bruxos. E passando pelos perrengues clássicos das escolas. Tem a aluna malvada, tem a nerd etc. E, assim, como acontece com Harry Potter, ficamos presos à trama do início ao fim, porque não tem nada mais legal do que esse universo de faz-de-conta inserido no universo corriqueiro da escola. A personagem principal é a corajosa Mildred, que é bastante atrapalhada e é uma menina “normal” tentando ser bruxa – o que nos faz torcer por ela desde o primeiro episódio das quatro temporadas. Só uma coisa bem chata aconteceu: a atriz principal pulou fora da série bem na última temporada e teve que ser substituída. Ficou muito estranho ver outra atriz fazendo o mesmo papel justo da protagonista. Está na Netflix.

Sete Anões & Eu

Neve é cheia de caras e bocas!

Ainda no universo dos contos de fadas, esta série, que foi a mais recente descoberta do Luiz, brinca com a história da Branca de Neve. Aqui, Neve é uma garotinha que é tetraneta da Branca de Neve original. Ela vive com os sete anões originais, já mais velhinhos, e um pouco diferentes dos que a gente conheceu nos livros. Eles se metem em várias confusões, num roteiro bem feito que mescla animação com atores reais. Tem só uma temporada, que termina dando a entender que haveria uma continuação, mas ela foi lançada em 2017 e, até agora, nada. Pelo menos não na Netflix.

Uma Pitada de Magia

Esta não chega a ser uma série sobre bruxas, mas não deixa de ter bastante bruxaria envolvida. As protagonistas são três amigas que descobrem um livro mágico de receitas. Tem a receita para ficar invisível, por exemplo, a receita para voltar no tempo, para esquecer tudo, para ficar bom de lábia, para atrair todo mundo etc. A criatividade do roteirista é sem limites, porque muita coisa acontece depois que cada receita é feita. E tem as consequências ruins também. Outra série que é puro entretenimento, mas dos bons. Acabou rendendo cinco temporadas e um spin-off . Na Amazon Prime.

Waffles + Mochi

Vou aproveitar que estou falando de receitas e entrar em outro programa, agora de novo com a pegada didática. Esta série da Netflix, estrelada pela ex-primeira-dama dos Estados Unidos Michelle Obama, dedica cada um de seus 10 episódios a um alimento ou ingrediente: o tomate, o sal, a batata, o arroz, o ovo etc. Os dois personagens principais, que dão nome ao programa, dão a volta ao mundo para descobrir mais sobre o ingrediente da vez. Conhecem suas propriedades, seus nutrientes, as várias formas como ele é preparado. A série quer, com isso, estimular os pequenos a conhecer alimentos saudáveis. Não sei se é bem-sucedida nisso, já que o Luiz continuou sem gostar de tomate e sem querer experimentar nada muito além da trinca arroz-feijão-e-ovo, que ele come todo dia – mas a intenção é boa.

Jurassic World: Acampamento Jurássico

Esta é a única série com classificação indicativa de 10 anos nesta lista. Talvez não seja indicada para todas as crianças com 5 anos, mas o Luiz, que adora dinossauros e já está acostumado a ver os ferozes e grandalhões em ação, não teve problemas em assistir. Avalie se é o caso do seu filho. Entro aqui também numa outra categoria: a das séries animadas. Não é como um desenho animado: é uma série, com episódios tendo continuidade entre si. Apesar de ser uma animação, ela é tão perfeita que às vezes esquecemos que não estamos vendo um filme com atores reais. Algumas sequências são de tirar o fôlego. Enfim, esta também não é do grupo das coisas didáticas, mas é história bem contada, roteiro ótimo, aventuras incríveis. Certamente vai agradar todos os pequenos “dinonerds”, como o Darius da turma. Até o momento, são três temporadas, totalizando 26 episódios, e tudo indica que vai continuar. Na Netflix.

 

 

Leia também:

No Amazon Prime Vídeo você tem acesso a várias séries, desenhos, filmes e animações infantis. Clássicos da Disney como Aladdin, Capitão Marvel, Avengers End Game, Toy Story 4, Rei Leão e Frozen também estão disponíveis. A assinatura custa apenas R$ 9,90 por mês. E também dá direito a Frete GRÁTIS em produtos, filmes e séries de sucesso no Prime Video, músicas no Amazon Music e centenas de eBooks e revistas no Prime Reading.

***

Quer assinar o blog para recebê-lo por email a cada novo post? É gratuito! CLIQUE AQUI e veja como é simples!

faceblogttblog

 

 

Cristina Moreno de Castro Ver tudo

Mineira de Beagá, jornalista, blogueira, poeta, blueseira, atleticana, otimista, aprendendo a ser mãe. Redes: www.facebook.com/blogdakikacastro, twitter.com/kikacastro www.goodreads.com/kikacastro. Mais blog: http://www.otempo.com.br/blogs/19.180341 e http://www.brasilpost.com.br/cristina-moreno-de-castro

2 comentários em “As melhores séries na TV para crianças de 4 a 10 anos Deixe um comentário

Deixe aqui seu comentário! ;)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: