Como ensinar as artes cênicas para seu filho de 2 anos em 13 episódios na TV

Em meu último post sobre maternidade, contei como o Luiz passou um ano inteiro encantado por Masha e o Urso, o que me inspirou a fazer uma matéria para a revista “Canguru” sobre o desenho, que é sucesso mundial. Bom, quando a revista ficou pronta, esta de janeiro, Luiz já não curtia mais o desenho tanto assim.

Em vez de alterná-lo com Peppa Pig, ele passou a assistir apenas à porquinha e a uma série muito legal da Netflix, com personagens humanos e bonecos, que eu vi inteirinha ao seu lado e gostei tanto, mas tanto, que achei por bem fazer um post só para recomendá-la.

Trata-se de Na Sala da Julie, ou, no original, Julie’s Greenroom.

Essa Julie é ninguém menos que a Julie Andrews, a eterna Mary Poppins, que continua linda aos 82 anos de idade e é uma das atrizes mais importantes da história do cinema e do teatro mundial. Atriz, cantora, dançarina, diretora teatral, escritora, premiadíssima com um Oscar, cinco Globos de Ouro, um Grammy, dois Emmys, um Bafta, e assim por diante. Enfim, assistir a uma série de 13 episódios estrelada por Julie Andrews já é, por si só, uma coisa espetacular.

Mas talvez um menino de 2 anos não achasse muito legal ver uma série com uma personagem de carne e osso e que nem é mesmo criança. Então, a presença de sete bonecos, representando cinco crianças, um cachorrinho e um pato, ajuda a tornar a série mais atrativa para os pequenos espectadores. Tem ainda o jovem ator Giullian Yao Gioiello, de 25 anos, que faz o papel de Gus, assistente da sra. Julie e grande mentor das crianças.

A série original da Netflix é de 2017 e não é apenas estrelada por Julie Andrews: ela também é produtora executiva e assina o roteiro. Ao longo dos 13 episódios, as cinco crianças-bonecas vão aprendendo as maravilhas do universo do teatro e, com o aprendizado, vão juntando subsídios para montarem a própria peça, que é lindamente apresentada no último episódio. Assim, há o episódio em que aprendem a escrever um roteiro, outro em que aprendem a cantar, outro em que escolhem os personagens, outro em que aprendem as técnicas básicas do balé, outro em que aprendem a compor melodias, outro em que aprendem a improvisar, outro em que aprendem a arte do circo, outro em que conhecem formas de percussão com objetos comuns, como sacos plásticos e latas, outro em que aprendem a escolher o figurino e, por fim, o dia em que fazem o ensaio geral para o grand finale.

À medida que as crianças da série aprendem tudo isso, nós, do lado de cá da TV, aprendemos juntinho. E com grandes mestres, convidados para cada episódio: Alec Baldwin, o pessoal do Cirque du Soleil, os percussionistas do Stomp, a cantora e compositora Sara Bareilles, um palhaço profissional, e assim por diante. É como se estivéssemos tendo uma aula de teatro/balé/circo dentro de casa e com os melhores profissionais do mundo das artes para nos ensinar. E Julie Andrews, que já seria maravilhosa sozinha.

Desde a primeira vez que pusemos essa série para o Luiz, ele ficou encantado. Assiste a tudo com atenção, repete os gestos e as músicas dos atores, ri a valer em vários momentos. E estamos falando de uma série que é bem diferente dos desenhos animados que ele curtia até então: cada um dos 13 episódios tem 27 minutos de duração e nadica de desenho nem de efeito especial. É pura aula mesmo.

Foi uma experiência muito rica passar por esses 13 episódios ao lado do meu filho, e recomendo a todos que assistam também, com a família toda!

Leia também:

faceblogttblog

Anúncios

Deixe aqui seu comentário! ;)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s