Veja 6 vídeos de The Show Must Go On, uma banda que revive o Queen

Este slideshow necessita de JavaScript.

Na última sexta-feira assisti a um show memorável. Era pra ser só uma banda cover do Queen, mas The Show Must Go On, banda paulistana que se formou há menos de um ano, parecia levar a sério a ideia de reviver a banda britânica.

A começar pelo intérprete do Freddie Mercury, Elvis Balbo. O sujeito se veste igual a Freddie, tem os mesmos trejeitos, o mesmo jeito de levantar a cabeça para trás enquanto levanta a perna e deixa o corpo esticadíssimo. Mas isso é o de menos: a voz dele é IDÊNTICA à voz de Freddie, que, convenhamos, é uma das mais belas vozes que este planeta já produziu.

Lá para o fim do show, ao apresentar a banda, o tecladista e produtor Mizinho Carvalho disse que a voz de Elvis é uma das três mais perfeitas vozes cover do Freddie Mercury “no mundo”. “E isso é certificado”, disse ele. Procurei em todo canto essa informação, e não encontrei. Inclusive achei curioso que a banda tenha um “certificado” tão valioso assim e não o divulgue em suas páginas oficiais, em grande destaque. Por isso, fiquei mais com a impressão de que foi uma brincadeira de Mizinho no palco.

Independente disso, se tiver havido esse concurso, é fácil acreditar que a voz de Elvis tenha sido premiada. E o mais legal é que ele demonstra ter estudado o Queen pra valer, a ponto de usar as mesmas entonações que Freddie usa na clássica apresentação Live at Wembley, as mesmas pausas para respirar… tudo idêntico. Impressionante pra gente, no público. Tanto que, no começo do show, eu cheguei a pensar que se tratava de um playback, e custei a entender que, não, aquela voz era mesmo daquele sujeito ali na minha frente.

Eu já assisti ao show do Queen original. Foi na Via Funchal, em São Paulo, em novembro de 2008. Mas quem fazia as vezes de Freddie era Paul Rodgers que, sinceramente, não era bom. Aquele show foi maravilhoso, e foi emocionante ver Brian May e Roger Taylor tocando bem na minha frente. Mas Queen sem Freddie é meio manco. Tipo Beatles sem Paul. Fica a dica para Brian e Roger: contratem o Elvis brasuca! Vocês não vão se arrepender.

Aí alguns trechos que consegui filmar na segunda metade do show, quando eu já estava assistindo de pé e eufórica:

Pra finalizar, a banda toda era muito boa. Com destaque para a baterista Yara Oliveira (vídeo abaixo), o tecladista Mizinho, o baixista Wallace Queirox e os guitarristas (um deles era o pai de Mizinho, de 67 anos de idade, muito fera).

Segue abaixo as próximas datas de shows da banda, que, depois de Beagá, segue numa turnê pelo Brasil afora:

Leia também:

  1. Os melhores shows da minha vida
  2. Manual de como se comportar num show de rock
  3. 18 músicas de Paul para você ensinar o quanto antes aos seus filhos
  4. História do rock em 100 riffs
  5. A história do rock em 8 minutos
  6. Heróis do rock que morreram aos 27 anos
  7. O primeiro festival da Galeria do Rock
  8. Vídeos do festival
  9. Festival de gaita no Sesc Pompeia, com vídeo
  10. As meninas que trouxeram Paul a BH
  11. Paul tocando blues
  12. As barbearias de blues
  13. Desenhos musicais de Robert Crumb
  14. Três mineiros no Playing for Change, com Keith Richards
  15. Clipe original de Like a Rolling Stone

***

Quer assinar o blog para recebê-lo por email a cada novo post? É gratuito! CLIQUE AQUI e veja como é simples!

faceblogttblog

Anúncios

#Playlist: Chico Buarque e Bob Dylan, os dois mestres da palavra

Fazia tempos que eu não montava uma playlist no meu canal do Deezer.

Fui inspirada agora pela eleição por unanimidade de Chico Buarque, recentemente, para o Prêmio Camões, o maior de literatura em língua portuguesa, pelo conjunto de sua obra.

Como bem colocou Antonio Cícero em comentário para a “Folha de S.Paulo”: “Evidente que esse prêmio é um reconhecimento pela poesia dele nas letras de música, que também são literárias, não só pelos livros. São poemas. Grandes poemas. A música ‘Construção’, por exemplo, é um poema até raro de se fazer. Os primeiros poemas ocidentais conhecidos, alguns dos melhores já feitos, que são os gregos, com os épicos de Homero e os líricos como os de Safo, eram poemas musicados. A palavra lírica vem de lira. A poesia lírica era toda cantada. Seria uma tolice pretender que a letra de música [não seja vista] como grande poema.”

A mesma percepção teve a Academia Sueca, ao premiar Bob Dylan, em 2016, com o Nobel de Literatura. E acho uma bobagem essa comparação que se fez dos dois. Ambos são gênios da poesia, ambos merecem os prêmios que ganharam, e Chico, é claro, poderia e ainda pode ganhar um Nobel de Literatura a qualquer momento, com a maior justiça do mundo.

Minha playlist de hoje mescla canções desses dois grandes poetas universais, grandes letristas, grandes músicos. Viva a poesia cantada!

Aumente o som:

Leia também:

Ouça também:

***

Quer assinar o blog para recebê-lo por email a cada novo post? É gratuito! CLIQUE AQUI e veja como é simples!

faceblogttblog

Aviso aos blueseiros: vem aí um festival grátis de blues na cidade!

Jimmy Burns em foto de divulgação

Como fiz nos últimos anos, divulgo aqui no blog um evento que é muito legal para quem curte jazz e blues: o Festival BB Seguros de Blues e Jazz. Ele está em sua quinta edição, sempre de graça, sempre na Praça JK, e neste ano será no próximo domingo, 9 de junho, das 11h às 19h.

Anote as atrações:

  • 11h – Décadas Brass Band
  • 11h30 – Un Autre Chat – Gypsy Jazz
  • 13h – O blues de Jimi Hendrix
  • 14h – André Christovam
  • 15h15 – Hamilton de Holanda Quarteto
  • 16h30 – Sérgio Dias convida Luiz Carlini
  • 17h45 – Jimmy Burns

Para quem tem crianças: oficina de desenho, malabares, escultura de balão, pintura facial e muitas brincadeiras!

Nos veremos lá 😉 [Mais informações AQUI ou AQUI.]

Para quem não é de Beagá: o mesmo festival também acontecerá em Curitiba (15 de junho), São Paulo (27 de julho), Brasília (3 de agosto), Porto Alegre (10 de agosto), Goiânia (14 de setembro) e Recife (19 de outubro). Fiquem de olho! 😉

Leia também:

***

Quer assinar o blog para recebê-lo por email a cada novo post? É gratuito! CLIQUE AQUI e veja como é simples!

faceblogttblog

Anote na agenda: 1º Garage Rock Festival de BH!

Só telão mesmo pra nos salvar. E o binóculo emprestado. Show dos Stones, na praia de Copacabana, Rio, fevereiro de 2006. (Grátis!)

Começa agora no dia 1º de junho e vai até o fim do mês a primeira edição do BH Stone, festival de rock de garagem de Beagá, a “cidade do rock”. Serão 54 bandas se apresentando em todas as regiões da capital, sempre aos finais de semana.

Um detalhe importante: os ingressos são gratuitos! O festival tem apoio da lei municipal de incentivo à cultura. Mas a entrada é limitada, então os ingressos precisam ser retirados com antecedência pelo site do Sympla. Para entrar nos locais do evento, também é preciso doar 1 kg de alimento não perecível.

Esta é a programação por regional:

AQUI, a lista de bandas que vão participar, em sua maioria, em início de carreira, bandas, literalmente, de garagem. Algumas autorais, outras cover de clássicos do rock’n’roll.

Aí mais detalhado, com endereços e horários:

 

Enfim, fica a dica. Imperdível para os roqueiros de Beagá!

Leia também:

  1. Manual de como se comportar num show de rock
  2. 18 músicas de Paul para você ensinar o quanto antes aos seus filhos
  3. História do rock em 100 riffs
  4. A história do rock em 8 minutos
  5. Heróis do rock que morreram aos 27 anos
  6. O primeiro festival da Galeria do Rock
  7. Vídeos do festival
  8. Festival de gaita no Sesc Pompeia, com vídeo
  9. As meninas que trouxeram Paul a BH
  10. Paul tocando blues
  11. As barbearias de blues
  12. Desenhos musicais de Robert Crumb
  13. Três mineiros no Playing for Change, com Keith Richards
  14. Clipe original de Like a Rolling Stone

 

***

Quer assinar o blog para recebê-lo por email a cada novo post? É gratuito! CLIQUE AQUI e veja como é simples!

faceblogttblog

Os melhores shows da minha vida: para rememorar e rejuvenescer

No último domingo, fui com meu marido e meu pimpolho ver um show que, teoricamente, era voltado para as crianças, mas que, na prática, era um showzaço com repertório que foi de Paul McCartney a Raimundos, de Titãs a Genival Lacerda. Estou falando do “Música de Brinquedo 2”, da lavra do Pato Fu, com direito a bonecos do Giramundo. Compramos ingressos promocionais do Sesc, num teatro absolutamente lotado (mesmo com divulgação quase nula do evento) e ainda descobrimos que o DVD estava sendo gravado naquele show.

O Luiz já tinha visto Pepeu Gomes na Praça JK e já tinha ido ao Street Blues Festival na Praça da Liberdade, por exemplo. Mas este foi o primeiro show com ingresso pago ao qual levamos ele. Pode-se dizer que foi um dia histórico!

Isso me fez lembrar de tantos outros shows aos quais já fui na vida, e em como é bom ir a shows, de todos os gêneros, e sentir aquela adrenalina boa de entoar canções junto a milhares de pessoas, ou ver seus heróis da guitarra destruindo num palco a poucos metros de você. Torço para ter a oportunidade de ainda levar o Luiz a muitos outros shows, inclusive quando ele já for adulto e eu já estiver velhinha, sem pique de ficar de pé, dançando, durante todo o tempo 😉

Desandei a relembrar os shows da minha vida e resolvi listá-los todos neste post, para deixar um registro deles. Aí vão, em ordem cronológica, desde a foto mais antiga que consegui recuperar, de 2003. Clique sobre qualquer uma para ver todas em tamanho real, com as legendas:

 

Posso ter me esquecido de alguns, mas aí estão os principais: Paul McCartney (três vezes), Eric Clapton, Rolling Stones, Deep Purple (duas vezes), B.B. King, Queen, Buddy Guy, Creedence, Jethro Tull, Mud Morganfield, John Mayall, Focus, Herbie Hancock, Milteau, Sonny Rollins, Maceo Parker, Madeleine Peyroux, Novos Baianos (duas vezes), Mutantes (três vezes), Paralamas do Sucesso, Titãs, Rita Lee, Jorge BenJor, Caetano Veloso, Marisa Monte, Paulinho da Viola (duas vezes), Luiz Melodia, dentre outros.

Vou atualizar este post à medida que for a novos shows. Que venham muitos!

Leia também:

  1. Manual de como se comportar num show de rock
  2. 18 músicas de Paul para você ensinar o quanto antes aos seus filhos
  3. História do rock em 100 riffs
  4. A história do rock em 8 minutos
  5. Heróis do rock que morreram aos 27 anos
  6. O primeiro festival da Galeria do Rock
  7. Vídeos do festival
  8. Festival de gaita no Sesc Pompeia, com vídeo
  9. As meninas que trouxeram Paul a BH
  10. Paul tocando blues
  11. As barbearias de blues
  12. Desenhos musicais de Robert Crumb
  13. Três mineiros no Playing for Change, com Keith Richards
  14. Clipe original de Like a Rolling Stone

***

Quer assinar o blog para recebê-lo por email a cada novo post? É gratuito! CLIQUE AQUI e veja como é simples!

faceblogttblog