ENQUETE aos que idolatram, adoram, amam ou simplesmente curtem os Beatles

 

 

Agradeço a quem responder 😉 Em breve farei um post a respeito disso.

Leia também:

faceblogttblogPague com PagSeguro - é rápido, grátis e seguro!

Anúncios

Quem são as mulheres nas músicas dos Beatles

Foto: Domínio Público

Foto: Domínio Público

A enquete da última semana aqui no blog fugiu um pouco da politização deste momento que vivemos. Acionei os Beatlemaníacos com uma perguntinha singela e obtive o seguinte resultado:

enquetefim

A enquete já está encerrada, mas resolvi contar quem são, afinal, essas mulheres que aparecem nos títulos das músicas compostas pelos Beatles. Na ordem de preferência dos leitores do blog:

Continuar lendo

Músicas para Luiz, meu bebê de 3 meses

CD

Luiz completa hoje 3 meses de idade.

Nesse período, enquanto eu descobria como ser a melhor mãe possível para ele, e passava por algumas dificuldades esperadas, eu também tentei me divertir ao máximo — e, de quebra, alegrar também o dia do meu bebê.

Um dos nossos passatempos favoritos era inventar musiquinhas para todas as horas: do choro, do sono, da mamada, do banho, da dor, do soluço, do cocô, do arroto, e assim por diante. Quando a inspiração batia, eu ligava o gravador do celular e começava a cantarolar, enquanto o Luiz acompanhava tudo com atenção.

As musiquinhas são paródias de canções dos Beatles, do Chico Buarque, Vinícius de Moraes, Jorge Ben Jor, de canções infantis tradicionais, de uma marchinha de Carnaval e até de um pagode clássico. Todas elas inventadas na hora, com rimas improvisadas, tentando alegrar o Luiz.

Decidi gravá-las para serem uma pequena lembrança dessa fase do meu bebê e também para divertirem outras mães e pais que estão passando por esta mesma época maravilhosa da vida! 🙂

Luiz, meu amor, este é seu presente de mesversário que mamãe te dá, em 17 faixas 😀

As faixas são as seguintes:

  1. Pra que chorar (versão da música do Vinícius de Moraes e Baden Powell, para a hora do choro do bebê)
  2. Hora da Fome (versão do Pintinho Amarelinho para a hora da mamada)
  3. Mistério do Choro ( versão de Escravos de Jó para a hora da dúvida dos pais quando o bebê não para de chorar)
  4. Solução pro soluço (versão de In My Life, dos Beatles)
  5. A Dor da Vacina (versão de Vai Passar, do Chico)
  6. Boa Noite, Luiz (uma canção de ninar)
  7. Canção de ninar baixinha (pra quando o bebê já está quaaaase dormindo)
  8. Banho de Sol (versão de Here Comes the Sun, dos Beatles)
  9. Andar para arrotar (uma canção de ninar para a andadinha depois da mamada)
  10. Lá vem o arrotão (versão do pagode Lá vem o negão, em processo de criação)
  11. Luiz elétrico (música que inventei, a única que não é paródia de nenhum outro ritmo, para quando o bebê está agitadão — o que pode acontecer por mil motivos)
  12. Dor de Barriga (versão da marchinha Alalaô para a hora do cocô)
  13. Balança as Perninhas (versão de Balança Pema, do Jorge Ben, para várias situações)
  14. Delícia de Banhozinho (versão de Teresinha, que conheço na voz de Maria Bethânia)
  15. Música pra aprender o nome (versão de Hey Jude, dos Beatles)
  16. Hora da Fotografia (versão de Quem Tem Medo do Lobo Mau pra distrair o Luiz enquanto envio as fotos para o pai, via WhatsApp)
  17. Pra que chorar (outra versão da primeira faixa, inclusive com letra um pouco diferente, em ritmo mais lento, pra quando o bebê está chorando de sono).

Ah, e vale registrar aqui como é impressionante o tanto que os bebês desenvolvem em tão pouco tempo! Todo dia acontece alguma coisa pela primeira vez, e eu anoto as novidades a toda hora, tentando registrar cada nova habilidade adquirida pelo meu filho. Ele já sorri faz tempo, mas recentemente também gargalhou fazendo barulhinho, já tem um leque de barulhinhos legais que usa para se comunicar, já aprendeu a virar e até rolou uma vez, já brinca com os móbiles, já segura objetos com firmeza, já sabe tirar o bico da boca (mas ainda não consegue colocar de volta), já mama com mais rapidez, já dormiu algumas noites inteiras sem acordar (embora ainda não seja o padrão), já interage com muito mais frequência, já tem toda uma personalidade. Isso sem falar nas dobrinhas das pernas e braços, nos bochechões, na fofura generalizada ❤ Já que o tempo passa tão depressa, vamos tentando guardar cada pedacinho da memória de todas as formas possíveis, não é mesmo? 😉

Leia também:

faceblogttblogPague com PagSeguro - é rápido, grátis e seguro!

tarja_licenca

Um CD dos Beatles sob encomenda

Esse pianista tocando um Ticket to Ride tão gostoso e jazzístico é o premiadíssimo mineiro Túlio Mourão. Ele vai lançar um CD só com músicas dos Beatles, que vai ficar pronto em dezembro.

Para isso, ele lançou um projeto de crowd funding (“vaquinha”), em que os fãs e potenciais consumidores contribuem com um dinheirinho para que o CD seja produzido. Mas o legal desse projeto dele é que, ao contribuir com uma quantia pré-determinada, a pessoa escolhe o que quer ganhar em troca, como recompensa.

A tabela é a seguinte:

Apoiar com Recompensa:
R$ 30,00 Você recebe um CD autografado, enviado pelo correio para sua casa!
R$ 50,00 Você recebe dois CDs autografados, enviados pelo correio para sua casa!
R$ 70,00 Você recebe um CD autografado e ingresso para o show de lançamento em BH (local ainda a ser definido), que será realizado em dezembro de 2014.
R$ 130,00 Você recebe 5 CDs autografados (enviados para o seu endereço pelo correio). Opção perfeita para presentear os amigos no Natal! Além disso, você também entra nos créditos de agradecimento do CD.
R$ 280,00 Você recebe 10 CDs autografados (enviados para o seu endereço pelo correio). Essa é pra você que tem muitos amigos que gostam de Beatles, ou uma pequena empresa e quer presentear seus funcionários ou parceiros. Seu nome entra nos créditos de agradecimento do CD.
R$ 1.500,00 Você recebe 50 CDs, com capa especialmente confeccionada para se transformar no brinde de final de ano da sua empresa! Seu nome e o nome da sua empresa entram nos créditos de agradecimento do CD.
R$ 7.000,00 Você recebe 100 CDs, com capa especialmente confeccionada para se transformar no brinde de final de ano da sua empresa, além de um show exclusivo para seus funcionários, amigos e colaboradores! (a oferta cobre os custos de cachê do grupo, e você será responsável por providenciar transporte, hospedagem e alimentação do grupo, além de palco, luz, sonorização e todos os itens necessários para a realização do show). Seu nome e o nome da sua empresa entram nos créditos de agradecimento do CD.

Eu acabo de contribuir com R$ 30 e vou ganhar, em troca, um CD entregue na minha casa, em dezembro. Se você for mais endinheirado, pode contribuir até com R$ 7.000 😉

Para participar, basta acessar AQUI, escolher a quantia, a forma de pagamento (cartão, boleto ou débito bancário) e preencher seus dados. Todo o processo não leva nem três minutos.

Fica a dica! Inclusive porque o Natal está aí e você já pode ir encomendando os presentes, hein! 😉

beatles

Leia também:

Paul McCartney mergulha no blues

Paul, Johnny Depp, o diretor Vincent Haycock e os bluesmen que participam da barbearia de blues :) Foto: divulgação

Paul, Johnny Depp, o diretor Vincent Haycock e os bluesmen que participam da barbearia de blues 🙂 Foto: divulgação

Foi há cinco dias que Paul McCartney publicou em sua página oficial do YouTube o vídeo abaixo, mas só hoje fui tomar conhecimento. OK, tou perdoada por ter estado desconectada nos últimos dias. Mas, se você ainda não viu, se é fã do beatle e se é fã de blues, faça um favor a si mesmo e não perca mais tempo:

Vou explicar melhor. Isso que você vê acima é Paul tocando ao lado de diversos bluesmen (Al Williams, Misha Lindes, Roy Gaines, Henree Harris, Dale Atkins, Lil Poochie, Motown Maurice) — e do também músico Johnny Depp — em uma jam session de quase meia hora, só com músicas da melhor qualidade. É praticamente uma barbearia de blues!

A jam rolou durante o dia de gravação do videoclipe da música “Early Days”, que é parte do disco “New“, lançado em outubro de 2013. E que, por sinal, é LINDA. Assista/escute abaixo:

A letra, por si só, é de arrepiar. Pode ser lida AQUI. Abaixo, um trecho:

“They can’t take it from me, if they tried
I live through does early days
So many times I had to change the pain to laughter
Just to keep from getting crazy”

Essa jam de blues fará parte de uma edição de colecionador do álbum “New”, que terá um filme contando como foi a produção desse 16º disco de Paul, a ser lançada ainda neste ano. Saiba mais AQUI, no site oficial do nosso ídolo 😉

Leia também: