Ouça as 15 marchinhas que foram para a semifinal do concurso!

resultado

Na quinta à noite a página oficial do Concurso de Marchinhas Mestre Jonas divulgou as 15 marchinhas que foram pré-selecionadas para uma apresentação na Banda Mole (de graça, aberto ao público, na ruuuua!), que será no dia 7 de fevereiro, a partir das 13h.

Lá, cinco serão eliminadas e vão sobrar dez finalistas, dos quais sairão os seis vencedores premiados. Por isso, estou chamando esta fase de semifinal 😉

Já ouvi todas as marchinhas. Achei algumas muito boas, outras acho que fogem da proposta (viraram axé ou samba, mas muito sofisticado para uma marchinha de Carnaval), embora também sejam ótimas. Teve músicos experientes participando, como Chico Amaral, Makely Ka, Gustavo Maguá e Marcos Frederico, além de outros que eu não conheço de nome, mas devem estar na área com suas bandas aqui de BH.

Neste ano, não teve um supertema politizado, como aconteceu nos anos anteriores, em que os vencedores foram marchinhas sobre o helicóptero de Zezé Perrela, a Copa do Mundo e um escândalo encolvendo Léo Burguês, então presidente da Câmara Municipal de BH. Desta vez, os temas são mais leves e variados: calor, falta de chuva, trânsito e mobilidade, canabidiol, juízes que se acham deuses, Charlie Hebdo, pau de selfie (uma das mais divertidas, com aqueles trocadilhos bem típicos de marchinhas), a gourmetização de tudo, a declaração infeliz do prefeito de Guarapari (ótima letra!!!) etc.

Enfim, acho que não tem nenhuma unanimidade neste ano, nenhuma favoritíssima ao prêmio, como aconteceu no ano passado com o Baile do Pó Royal.

Por isso, ouça todas elas e escolha a sua favorita:

  1. Adão e Eva (Mauro Bainha / Douglas Silva / Victor VDS / Ewerton Augusto)
  2. Bibi fomfom (Du Macedo/Francisco Forreaux/Julia Bianchi)
  3. Cordão da Conceição (Chico Amaral)
  4. Do desespero à alegria (Pablo Castro)
  5. Essa cana-bidiol (Ruston Albuquerque, André Albuquerque e Ricardo Gomes)
  6. Eu quero todo mundo dando beijo na boca (Luiz Rocha)
  7. Eu sou Charlie (Valdênio da Adelaide)
  8. Explosão Gourmet (Alexandre Pimentel e Guilherme Freitas)
  9. Marchinha do Chove não move (Maurício Ribeiro)
  10. O Diabo que carregue (Makely Ka)
  11. Rejeitados de Guarapari (Flávio Boca, Rae Medrado, Sérgio Duá)
  12. Rock’and roll de carnaval (Rafael Fares, Thiakov, Nando Goulart)
  13. Selfolia (Gustavo Maguá/Vitor Veloso/Alexandre Horta)
  14. Sudorese em BH (Thiago Dibeto / Marcelo Guerra / Olavo Botelho)
  15. Tira a mão do meu pai (Zezé Daniel e Marcos Frederico)

Minhas favoritas e que ganharão minha torcida são a da gourmetização, a de Guarapari e a do pau de selfie — a única, aliás, a fazer trocadilhos sexuais, que são uma tradição no Carnaval brasileiro desde os tempos da minha bisavó, mas quase não foi explorada pelas outras marchinhas. Eta, povo certinho…! 🙂

E você, gostou mais de qual ou quais delas? 😀

Leia também:

Anúncios

Deixe aqui seu comentário! ;)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s