Depois do silêncio, a música

De como pássaros podem ser realmente musicais:

Convenhamos: sensacional, né? 😀

Anúncios

Silêncio

O visitante na janela de Beagá. (Foto: CMC)

De repente, fez-se silêncio

Por mais barulho – de carros e gritos –

no mundo,

reinava o silêncio.

Com aquele barulho incômodo de silêncios,

Típico,

Um zumbido patológico,

Uma tensão.

Uma carga elétrica audível

do silêncio.

 

O mundo inteiro estranhou:

toca-se o silêncio.

Era palpável, cheirável, sentido.

Tinha uma coloração prateada.

 

Para contorná-lo, tentaram tudo:

Buzinaços, panelaços, beijaços.

Nada.

Persistia o silêncio do mundo

O silêncio das almas.

 

De repente, a criança notou:

cadê os pássaros?

Morrera o piado cantado piado

dos pássaros.

Silêncio irreversível da alma do mundo.

(29.03.2006)