Paulinho da Viola e Caetano Veloso: shows inesquecíveis

Praça da Estação, palco de uma noite maravilhosa! (Fotos: CMC)

Praça da Estação, palco de uma noite maravilhosa! (Fotos: CMC)

Eu já estava conformada em perder os ótimos shows do Natura Musical, mas acabei ganhando convites de última hora, num dia que, por si só, foi um dos melhores da minha vida, prenunciando o que estava por vir.

Eis que me vejo na Praça da Estação, centrão de Beagá, bem pertinho do Paulinho da Viola, uma das vozes mais bonitas, doces e elegantes do samba brasileiro. Educado, ele conta as histórias das músicas, fala que o lado “A” do disco do Cartola acabou sendo preterido pelo lado “B”, conta que cantava errado a versão de um samba e pôde corrigi-la depois de ouvir seu autor, e vai contando, contando e cantando… Sempre com aquela voz mansa, maravilhosa, e o violão impecável desfiando sucessos como “Ame”, “Solidão”,  “Argumento” e tantos outros. Trouxe também a letra de “Talismã”, feita por Arnaldo Antunes e Marisa Monte sobre uma composição dele, que achei sensacional:

“Eu não preciso de um talismã

Nem penso em meu amanhã

Vou remando com a maré

Eu não preciso de um patuá

Nem peço ao meu orixá

Não vou na igreja, não sei rezar

Mas tenho fé

Pois agora quem eu quis também me quer”

Fotos: CMC

Paulinho da Viola!

DSCF2513 DSCF2518 DSCF2520 DSCF2530

Daí, quando eu pensava que o show já tinha terminado e que o pessoal estava arrumando o palco pra chegada do Caetano Veloso, um Paulinho solitário num banquinho anuncia a chegada de vários membros nobres da Velha Guarda da Portela! E todos desfiam mais um punhado de clássicos, como “Vai Vadiar” e “Foi um rio que passou em minha vida”, com direito também ao “Parabéns a você”, em homenagem aos 80 anos de Monarco, no palco.

A Velha Guarda da Portela, liderada por Monarco!

A Velha Guarda da Portela, liderada por Monarco!

DSCF2544

“Vai vadiar…”

DSCF2546

“Vai vadiarrrrr….”

DSCF2549

Eu já pensava que aquele talvez fosse o melhor show de banda nacional que eu já tinha visto na vida, mas aí entrou Caetano Veloso. Da mesma idade de Paulinho, mas com estilo totalmente diferente, com voz igualmente maravilhosa, mas uma música mais ousada e versátil, sempre inquieta, experimentadora. Lá estava aquele gênio queixudo e sorridente, a poucos metros de mim, abrindo o show com uma belíssima “Luz do Sol”.

Caetano diversificou. Tocou rock acompanhado das guitarras da banda Cê, e pagodão e axê, acompanhado do Trio Preto+1 – teve até um momento em que os quatro começaram a solar em seus pandeiros, enquanto Caetano assistia a tudo do cantinho, sentado no chão, numa postura humilde de espectador.

Caetano rebola, deita no chão...

Caetano rebola, deita no chão…

... senta pra ouvir o trio Preto+1 tocar...

… senta pra ouvir o trio Preto+1 tocar…

... eles tocam...

… eles tocam…

... e Caetano fica ouvindo quietinho, sentado num canto, e sorrindo :)

… e Caetano fica ouvindo quietinho, sentado num canto, e sorrindo 🙂

E dá-lhe clássicos como Sampa, Qualquer Coisa, Terra, Leãozinho, Lua de São Jorge, Você não entende nada, Sozinho, e minha favorita, Desde que o samba é samba… Além de outras músicas recentes, como Abraçaço e Homem:

“Não tenho inveja da maternidade
nem da lactação
não tenho inveja da adiposidade
nem da menstruação

só tenho inveja da longevidade
e dos orgasmos múltiplos
e dos orgasmos múltiplos
eu sou homem
pele solta sobre o músculo
eu sou homem
pêlo grosso no nariz

não tenho inveja da sagacidade
nem da intuição
não tenho inveja da fidelidade
nem da dissimulação

só tenho inveja da longevidade
e dos orgasmos múltiplos”

Além disso, ele tocou sambas famosos como “Alguém me avisou” e o samba-enredo “É hoje o dia”, que encerrou o show. Já era quase meia-noite, pleno domingão, e as milhares de pessoas que estavam na Praça da Estação, agora saindo em busca de um táxi, ônibus, ou outro meio de volta pra casa, entoavam, convictas: “Diga, espelho meu, se há na avenida alguém mais feliz que eu”. Não sei dos outros, mas eu era a mais feliz por ali 😉

DSCF2553 DSCF2560 DSCF2565 DSCF2567

Durante o show, eu e o Beto Trajano gravamos diversos trechinhos de músicas maravilhosas cantadas pelos artistas. Mas, como estávamos muito perto da caixa de som, literalmente ao lado dela, hoje percebemos que o áudio está péssimo em quase todas. Salvaram (mais ou menos) apenas quatro músicas, que vocês podem ouvir/ver abaixo:

***

P.S. Parabéns à Natura por organizar um evento musical tão bom. Não me lembro de já ter visto tanta banda boa reunida num mesmo festival (gratuito!) em Belo Horizonte (nem nos tempos áureos de “Pop Rock”, que não era gratuito). Que continuem firmes em outras edições e aposto que muita gente vai passar a comprar seus produtos!

Anúncios

Deixe aqui seu comentário! ;)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s