Ir para conteúdo

A saga do Galo na Libertadores, em 13 estrofes

(Reprodução da SporTV)
(Reprodução da SporTV)

1

Começou desacreditado

Desde 71, coisa e tal

Independência lotado

Contra o São Paulo maioral.

Junior César machuca,

Ronaldinho “goleia” Rogério

E o 2 a 1 começa assim

Com pegadinha levada a sério.

galo1

2

Depois, em duas semanas

Desta vez fora de casa,

aquela virada que amamos

Arsenal, 2; 5, a Massa.

3

Os “mais fortes” sofrem de cara

3 minutos, 4 escanteios

Mas chutam primeiro gol antes,

que Tardelli empata, certeiro.

Depois, encaixa mais um, anulado

Mas Marcos Rocha sofre pênalti feio

Ronaldinho cobra, abençoado,

e garante a bola no meio.

2 a 1, sem receio!

4

Eis que a volta é em La Paz

3.000 metros de altitude.

Mas 2 a 1 o Galo refaz

Lidera grupo com folga e saúde.

5

Repetir placar é mais legal

Dá sorte e um bom presságio

E de novo o pobre Arsenal

Levou 5 a 2 no nosso estádio.

6

Voltamos ao Morumbi

Desta vez, só para o treino

São 2 a 0 pro São Paulo

Que já se vê como freio.

Imprensa paulista comemora

Pobre Galo contra a tradição

Mas logo verá que foi antes da hora

Mais adiante ainda tem muito chão.

"Camisa pesa". Pesou tanto que até afundou! :D
“Camisa pesa”. Pesou tanto que até afundou! 😀

7

De novo, no Morumbi

E São Paulo faz 1 a 0

De virada eu preferi

ver nossos dois gols, é vero.

Insistem que Lúcio expulso

Mudara o rumo da noite

Mas o 4 a 1 no susto

Confirma quem deu o açoite.

8

Já nas Quartas de final

no México do Tijuana

2 a 0, íamos mal,

até Tardelli salvar na gana

e Luan, com sangue nos ói,

aos 46, empatar a gincana.

9

Que Pânico a volta, deus!

1 a 1 era medo certo

E o pênalti aos 47

parecia o fim do time seleto.

Mas eis que o pé do Victor

desvia a bola do trajeto.

galo2

10

É semifinal em Rosário

e os “velhos garotos” marcam dois

“Sonhando com o quê, otária?”

Ouço dos cruzeirenses depois.

11

Mas, espera, acabou não!

2 a 0 garantimos

Apaga a luz, meu irmão,

pros pênaltis entoa os hinos.

Jô do céu! Ô Richarlyson!

Mas, ó, eu ainda acredito!

Ronaldinho marca golaço

E, perfeito, defende São Victor.

— Libera o grito!

galo3

12

Olímpia jogava mal

na final em Assunção.

Mas Galo jogou pior

nos deixou em suspensão.

Mas 100% confiantes

Até cruzeirense pôs Galo em bolão,

Vetam o Horto das mortes

Semana na fila pro Mineirão.

(60 mil com coração na mão)

13

Finalmente o grand finale

Torcida que mais canta no mundo

Muitos olé! Vários dá-lhe!

E o time jogando muito.

.

Primeiro tempo sofrido

Segundo tempo chorado

Prorrogação conquistada

Até pênalti suado

Com defesa de cara — e toda bola encaixada!

.

Fácil não ia ser

Que nada pro Galo é de graça

Com esta saga conquistamos

A Libertadores na raça.

Brasil inteiro torceu

Sorriu, chorou, não entendeu

Mas ninguém está mais feliz

Que este gigante do país, a Massa.

***

Escrito por Cristina Moreno de Castro em 24.7.13 (2 + 4 + 7 = 13, o Galo)

Pode compartilhar à vontade, mas com link pra fonte, plis 😉

taca2
(Reprodução da SporTV)
Foto de João Godinho, de "O Tempo" (25.7.2013)
Foto de João Godinho, de “O Tempo” (25.7.2013)

Cristina Moreno de Castro Ver tudo

Mineira de Beagá, jornalista, blogueira, poeta, blueseira, atleticana, otimista, aprendendo a ser mãe. Redes: www.facebook.com/blogdakikacastro, twitter.com/kikacastro www.goodreads.com/kikacastro. Mais blog: http://www.otempo.com.br/blogs/19.180341 e http://www.brasilpost.com.br/cristina-moreno-de-castro

4 comentários em “A saga do Galo na Libertadores, em 13 estrofes Deixe um comentário

Deixe aqui seu comentário! ;)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

<span>%d</span> blogueiros gostam disto: