A saga do Galo na Libertadores, em 13 estrofes

(Reprodução da SporTV)

(Reprodução da SporTV)

1

Começou desacreditado

Desde 71, coisa e tal

Independência lotado

Contra o São Paulo maioral.

Junior César machuca,

Ronaldinho “goleia” Rogério

E o 2 a 1 começa assim

Com pegadinha levada a sério.

galo1

2

Depois, em duas semanas

Desta vez fora de casa,

aquela virada que amamos

Arsenal, 2; 5, a Massa.

3

Os “mais fortes” sofrem de cara

3 minutos, 4 escanteios

Mas chutam primeiro gol antes,

que Tardelli empata, certeiro.

Depois, encaixa mais um, anulado

Mas Marcos Rocha sofre pênalti feio

Ronaldinho cobra, abençoado,

e garante a bola no meio.

2 a 1, sem receio!

4

Eis que a volta é em La Paz

3.000 metros de altitude.

Mas 2 a 1 o Galo refaz

Lidera grupo com folga e saúde.

5

Repetir placar é mais legal

Dá sorte e um bom presságio

E de novo o pobre Arsenal

Levou 5 a 2 no nosso estádio.

6

Voltamos ao Morumbi

Desta vez, só para o treino

São 2 a 0 pro São Paulo

Que já se vê como freio.

Imprensa paulista comemora

Pobre Galo contra a tradição

Mas logo verá que foi antes da hora

Mais adiante ainda tem muito chão.

"Camisa pesa". Pesou tanto que até afundou! :D

“Camisa pesa”. Pesou tanto que até afundou! 😀

7

De novo, no Morumbi

E São Paulo faz 1 a 0

De virada eu preferi

ver nossos dois gols, é vero.

Insistem que Lúcio expulso

Mudara o rumo da noite

Mas o 4 a 1 no susto

Confirma quem deu o açoite.

8

Já nas Quartas de final

no México do Tijuana

2 a 0, íamos mal,

até Tardelli salvar na gana

e Luan, com sangue nos ói,

aos 46, empatar a gincana.

9

Que Pânico a volta, deus!

1 a 1 era medo certo

E o pênalti aos 47

parecia o fim do time seleto.

Mas eis que o pé do Victor

desvia a bola do trajeto.

galo2

10

É semifinal em Rosário

e os “velhos garotos” marcam dois

“Sonhando com o quê, otária?”

Ouço dos cruzeirenses depois.

11

Mas, espera, acabou não!

2 a 0 garantimos

Apaga a luz, meu irmão,

pros pênaltis entoa os hinos.

Jô do céu! Ô Richarlyson!

Mas, ó, eu ainda acredito!

Ronaldinho marca golaço

E, perfeito, defende São Victor.

— Libera o grito!

galo3

12

Olímpia jogava mal

na final em Assunção.

Mas Galo jogou pior

nos deixou em suspensão.

Mas 100% confiantes

Até cruzeirense pôs Galo em bolão,

Vetam o Horto das mortes

Semana na fila pro Mineirão.

(60 mil com coração na mão)

13

Finalmente o grand finale

Torcida que mais canta no mundo

Muitos olé! Vários dá-lhe!

E o time jogando muito.

.

Primeiro tempo sofrido

Segundo tempo chorado

Prorrogação conquistada

Até pênalti suado

Com defesa de cara — e toda bola encaixada!

.

Fácil não ia ser

Que nada pro Galo é de graça

Com esta saga conquistamos

A Libertadores na raça.

Brasil inteiro torceu

Sorriu, chorou, não entendeu

Mas ninguém está mais feliz

Que este gigante do país, a Massa.

***

Escrito por Cristina Moreno de Castro em 24.7.13 (2 + 4 + 7 = 13, o Galo)

Pode compartilhar à vontade, mas com link pra fonte, plis 😉

taca2

(Reprodução da SporTV)

Foto de João Godinho, de "O Tempo" (25.7.2013)

Foto de João Godinho, de “O Tempo” (25.7.2013)

Anúncios

Antipatia à primeira vista

chicken1stsight

Comigo acontece direto. Conheço uma pessoa e, imediatamente, desgosto dela. Crio antipatia por seu jeito, à primeira vista. Ou por como se comunica, ou por como me olha de volta, perscrutando minha própria simpatia. Ou pelo humor, que é a característica mais importante de uma pessoa.

Eu já ia entrar naquele parágrafo que diz que os espíritas devem ter explicações para essa antipatia à primeira vista, que devem se encontrar em outras vidas do passado, não fosse um porém: quase sempre mudo de ideia à segunda vista.

Tão comum como aquela primeira impressão negativa é eu ter segundas e terceiras opiniões positivas da mesma pessoa, ao conhecê-la melhor. O contrário é mais raro, mas também acontece, sempre justificado por uma ponta de decepção ou frustração.

Uma das coisas que aprendi nesta vida comprida é que quase ninguém é 100% bom ou 100% mau. Nem 100% bonito e 100% feio. 100% legal ou 100% chato. Por isso os pré-conceitos (primeira impressão, primeira vista) geralmente são ocos como um chapéu (ainda vou escrever sobre o preconceito mais comum dos nossos tempos — contra os gordos –, porque fiquei indignada ao ler ESTE texto, mas vou ter que esperar por um dia com mais ideias no lugar).

O importante é mantermos a cabeça aberta para a mudança de opinião. Para o conhecimento do outro. Para a segunda e a terceira chances. Se a impressão persistir, afaste-se mesmo daquela pessoa, porque ela não deve mesmo servir para conviver com você. Deve ter aprontado alguma nas tais vidas passadas…

Aliás, tenho um critério muito bom pra essas horas: se a pessoa não gosta de mim, sem nenhum motivo extra pra isso, não merece ser gostada por mim. Fica minha sugestão de critério pra todos, funciona muito bem 😉

***

PS. Veja todas as charges das cantadas ineficazes de Timmy clicando AQUI 😀