Sobre o eterno (e quase impossível) equilíbrio da vida

A gente passa a vida inteira segurando uma bandeja bem escorregadia,

cheia de taças raríssimas, do cristal mais fino e frágil,

que, a qualquer deslize, caem no chão e se espatifam.

E se quebram pra sempre, incoláveis.

(Ou que até se colam, mas nunca ficam como antes.)

 

Leia também:

***

Quer assinar o blog para recebê-lo por email a cada novo post? É gratuito! CLIQUE AQUI e veja como é simples!

faceblogttblog

Anúncios

10 reportagens imperdíveis para nos ajudar a refletir nesta Semana da Consciência Negra

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

No ano passado, compartilhei aqui 15 filmes para assistirmos e refletirmos no Dia da Consciência Negra.

Neste ano, com um pouco de atraso, trago 10 reportagens muito legais que saíram nesta semana tão importante. Quem sabe ajudem as pessoas que ainda não perceberam que existe racismo no Brasil, que os brancos têm uma dívida histórica com os negros e que não existe nenhum branco que jamais tenha sofrido preconceito por sua cor de pele a aprenderem a importância de datas como esta do 20 de novembro:

  1. Com quase 200 anos de atraso, chegam ao mercado sapatilhas para bailarinas negras. Reportagem de Letícia Fontes.
  2. Grupo que idealizou o Dia da Consciência Negra teve de dar explicações à ditadura.
  3. Médico negro ignora até conselhos da mãe e vira raridade na periferia de SP. Do veterano Ricardo Kotscho.
  4. Alunos cotistas se destacam em 95% dos cursos da UFMG, da Tatiana Lagôa.
  5. Ensino superior ainda é 70% branco no país, da super Queila Ariadne.
  6. Negros que superam as barreiras sociais e econômicas ainda são exceção à regra. Também da Queilinha.
  7. “Sobrenome África”, série de três reportagens do Vinicius Luiz sobre a ausência de informações sobre as origens do negros no Brasil.
  8. ‘Novos brasileiros’: os migrantes africanos que estão mudando a cara de São Paulo (um ensaio fotográfico do Diego Padgurschi)
  9. “Há mais denúncias de racismo no futebol. O pacto de silêncio foi quebrado”
  10. Para cada branco assassinado em Minas, quatro negros são mortos

Leia também:

***

Quer assinar o blog para recebê-lo por email a cada novo post? É gratuito! CLIQUE AQUI e veja como é simples!

faceblogttblog

O que Rubem Alves diria sobre a crise política do Brasil

Reprodução / Facebook

Rubem Alves. Foto: Reprodução / Facebook

Já falei aqui, e mais de uma vez, sobre o ótimo livro “Ostra Feliz Não Faz Pérola”, do Rubem Alves. Este livro tem uma parte apenas sobre Política.

Nestes tempos de política tão conturbada no Brasil, recorri de novo às reflexões do sábio escritor.

Compartilho, abaixo, seis trechinhos que me chamaram a atenção:

Continuar lendo

Escolas matam a criatividade?

escolhas1

No post da última quinta-feira, Reflexões sobre aptidão, trabalho e aprendizado além da escola, recebi um comentário muito valioso do meu leitor das antigas, o Jaime Guimarães, que é professor e ótimo blogueiro. E ele me recomendou dois vídeos sobre o assunto.

Um deles é uma palestra de 19 minutos em que Ken Robinson fala sobre como as escolas e o sistema educacional do mundo todo matam a criatividade nata das crianças. Tem muito a ver com o que escrevi noutro dia e, apesar de ser um vídeo antigo (me parece que de 2010), faço questão de repassar a recomendação aos leitores do blog.

Um pouquinho de inspiração para começar bem a semana:

Leia também:

faceblogttblogPague com PagSeguro - é rápido, grátis e seguro!

Sobre aniversários, poeiras cósmicas e balões

Em dia de aniversário eu fico achando que todas as mensagens e coincidências do mundo foram feitas para me alegrar. Meio megalomaníaco, eu sei, mas é um jeito de eu me sentir presenteada pelo mundo e pela vida, o tempo todo, neste dia de tantas reflexões.

E hoje abri o site do Liniers, como faço todos os dias, para ver a tirinha do dia, e me deparei com esta belezura:

20140327Como não achar que foi um presente do Liniers para mim? 😀

Já “descobri” as chaves da felicidade, do amor, da amizade, da sabedoria e até da vida, mas ainda me espanto diariamente com a sorte de eu ter nascido, em meio a este universo infinito, e de ter esbarrado, aleatoriamente ou por força do destino, em outras tantas poeiras cósmicas que dão sentido à minha vida. Ter chegado aos 29 anos jamais faria qualquer sentido se eu não tivesse tido a companhia de outras cinco poeiras cósmicas que compõem a minha família, que depois se juntaram a outras e fizeram nascer outras (minhas sobrinhas); se eu não tivesse encontrado amigos, colegas e o meu amor; se todas essas pessoas que gostaram da minha companhia e resolveram andar ao meu lado, como balõezinhos, mesmo que por um determinado período da vida, não fossem tão especiais.

Ao longo dos anos, haverá outros rearranjos, outras poeirinhas em que darei a sorte de esbarrar, outras que seguirão outros caminhos. E isso, hoje, finalmente, faz pleno sentido para mim.

Depois de tanto fundir a cuca sobre o que é a vida, o que é a morte e para que serve tudo isso, posso dizer que já estou mais ou menos convicta de que isso simplesmente não importa. Aos 29 anos, o que importa é ter chegado aqui e vivido tudo isso e poder lembrar de uma parte boa, mesmo com minha memória meio esquisita.

E é isso! Feliz aniversário para mim e para todas as outras pessoinhas que habitam este universo e calharam de nascer neste 27 de março! Hoje é o dia mais gostoso do ano, bora aproveitar e curtir todos os presentes feitos exclusivamente pra nos alegrar e emocionar 😀

baloes