O melhor almoço do Dia dos Pais: receita de Frangoada!

DSC00397

Foto: CMC

Conheci a frangoada — feijoada só com carne de frango — na bucólica Ipoema (MG), bem de frente pra essa cachoeira da foto. Quem cozinhou e nos apresentou a iguaria foi o dono da Pousada Cachoeira.

No fim de semana passado, resolvemos fazer o banquete para a família e testar essa receita com a nossa versão. Ficou uma delícia! Além disso, sete adultos comeram, repetiram e ainda sobrou para meus almoços de segunda, terça e quarta. Ou seja, rende muito, no mínimo para dez pessoas. Além disso, é ideal para quem não come carne vermelha ou para quem está de dieta, já que o frango é bem mais “light” do que a carne de porco.

Por isso, nada mais indicado do que a frangoada para o almoço do Dia dos Pais, neste domingão! Segue abaixo a receita do Beto Trajano:

Ingredientes:

  • 1/2 kg de feijão
  • 8 contracoxas
  • 10 coxinhas de asa
  • 600 g de peito de frango
  • 600 g de linguiça de frango
  • 2 cebolas
  • sal e pimenta do reino a gosto para tempero
  • azeite

Modo de preparo:

  • Cozinhe o feijão.
  • Pique o peito em cubos e desosse as contracoxas (pode deixar os ossos com parte da carne, apenas). Tempere o frango com sal e pimenta a gosto.
  • Em uma panela grande ou em duas panelas frite o frango no azeite. A linguiça deve ser frita separadamente. As demais partes podem ser juntas.
  • Depois de fritar as partes do frango e a linguiça, refogue a cebola. Misture tudo no feijão. Jogue um pouco de água no feijão e deixe ferver até ficar no ponto certo que você quer. Coloque o tempero aos poucos, dependendo da necessidade (vá experimentando para não ficar muito salgado).
  • Prontinho! Se for servir mais tarde, é preciso só dar uma esquentada antes de ir à mesa.
  • Sugestões de acompanhamento: arroz, vinagrete, couve, salada, farinha e pimenta.

Rendimento: 10 porções

Tempo de preparo: 2h

Anúncios

Saindo de sintonia (ou entrando nela?)

Nos próximos dias, eu vou estar assim:

assim:

e assim:

Pela primeira vez em quatro anos, terei férias de verdade, daquelas com um mês de duração, os 30 dias anuais previstos pela legislação trabalhista.

Nos últimos anos, cheguei a ter uns 10 dias de descanso em 2009, uma semana no ano passado, fora as folgas e feriados ocasionais e fins de semana. Mas, mesmo nesses momentos, eu nunca me desligava do computador, dos jornais, do noticiário e às vezes até do trabalho. Postava nos blogs, respondia a emails, lia jornal todo santo dia.

A partir de hoje, vocês verão a tarja amarela que abre este post ao longo de todo o mês de janeiro, avisando que estou de férias e, portanto, este blog também entra em ritmo de férias. Talvez eu libere comentários com alguma frequência, talvez meu pai poste algum artigo dele e, se me der vontade, talvez eu poste de vez em quando.

Mas vou me esforçar, de verdade, para me alienar do mundo nas piscinas, mares e cachoeiras que encontrar pela frente, nos filmes, livros e butecos, em meio à natureza, nas caminhadas, fazendo tudo o que mais gosto. Quero voltar em fevereiro com pique total e alma lavada!

Vocês, meus queridos leitores do blog, podem ficar com o arquivo de 373 posts que deixei por aqui ou acompanhar, enquanto isso, os 27 blogs que recomendo na coluna da direita.

Espero que sintam minha falta 😉

Inté!

O céu está azul

Outono é época do ano de céu eternamente azul, pelo menos em Beagá (mas, de vez em quando, até na Terra Cinza!). O que me faz lembrar do estado de espírito lindo da música Blues Skies, na melhor versão da Ella Fitzgerald. O que me faz lembrar que já vi muito céu bonito por aí, em vários cantos do Brasil. Hoje o post será uma galeria deles, como já fiz com Beagá, São Paulo, Rio, com a natureza, com a Serra do Cipó e com o Reveillon na Paulista.

Bom céu pra vocês também:

Todas as fotos: CMC