Música para os casais que brigam muito

Enquanto minha inspiração não vem (ela sumiu desde quinta), deixo vocês com uma musiquinha muito divertida, que compara os sotaques americano e britânico e simboliza as pequenas diferenças entre casais, que podem levar à separação ou à adaptação…

Ela foi escrita por George Gershwin e a versão abaixo é do maravilhoso duo Ella Fitzgerald e Louis Armstrong:

A música foi composta para o filme “Shall We Dance”, de 1937, e foi cantada pelo casal Fred Astaire e Ginger Rogers, que, além de terem vozes maravilhosas, sabiam dançar sobre patins sem perder a elegância! Bons tempos do cinema.

Segue o trechinho em que cantam a música e patinam:

Que sirva de inspiração aos casais mundo afora. Eu sempre disse para minhas amigas aconselhadeiras: todo par é separado por diversas diferenças — e é bom que seja assim –, que não vão mudar com o tempo. Algumas nós consideramos defeitos, outras são qualidades. E o mesmo acontece com nossas características, as quais muitas são graves defeitos para o outro. Mas apenas quando os defeitos são intoleráveis é que devemos “call the whole thing off” (ou acabar com tudo isso). Os demais podem ser ajustados para o bem da convivência, “porque sabemos que precisamos um do outro” 😀

Anúncios

O céu está azul

Outono é época do ano de céu eternamente azul, pelo menos em Beagá (mas, de vez em quando, até na Terra Cinza!). O que me faz lembrar do estado de espírito lindo da música Blues Skies, na melhor versão da Ella Fitzgerald. O que me faz lembrar que já vi muito céu bonito por aí, em vários cantos do Brasil. Hoje o post será uma galeria deles, como já fiz com Beagá, São Paulo, Rio, com a natureza, com a Serra do Cipó e com o Reveillon na Paulista.

Bom céu pra vocês também:

Todas as fotos: CMC