Você conhece este artista cearense?

Em abril do ano passado, fui passar o feriado em Fortaleza, na casa de uma amiga de infância. Um dia, fomos passear na praia do Cumbuco, famosa pelo kitesurf em suas lindas lagoas e pelo passeio nas dunas. Lá, um vendedor ambulante nos ofereceu umas pinturas, que ele disse que eram feitas por artistas de uma cooperativa local. Batemos o olho em uma delas e nos apaixonamos imediatamente. Retratava um caboclo relaxando na coisa que mais amo na vida — a rede –, tão típica do Ceará, tomando uma água de coco e com pés enormes enraizados no chão, ao lado da segunda coisa que adoro — um chinelo de dedo. Pra melhorar, o quadro tem cores vibrantes, com destaque para minha cor favorita — o vermelho. E, apesar delas, transmite uma sensação de sossego, de calmaria, de relaxamento muito agradável.

Levamos na hora.

IMG_20150228_131513

Desde então, toda vez que olho o quadro na parede da minha sala, fico muito feliz. Ele me faz lembrar do lindo Ceará, me faz pensar em ir tirar um cochilo na rede, me dá uma preguiiiiça boa…! Só me deixa pesarosa porque vejo a assinatura do artista e não consigo decifrá-la de jeito nenhum. Fico triste por não conhecer o autor do meu quadro favorito. Busco na memória o momento em que o vendedor disse seu nome e não me vem.

Procurei na internet por cooperativas de artistas cearenses, por pintores de Cumbuco, por quadros com pezões — tudo em vão. Nenhum nome parecia, nem remotamente, com o da assinatura.

IMG_20150228_131528

Por isso pensei: quem sabe, se eu fizer um apelo no blog, ele não chega até o artista em questão? Eu teria o maior prazer em entrevistá-lo e ver outras de suas obras, para divulgá-las aqui no blog. Ele produz quantos quadros por dia, para serem vendidos na praia? Há quantos anos pinta? Quanto tempo levou para fazer esse meu querido quadro? Quantas pessoas trabalham nessa cooperativa? Quanto ele ganha pelo trabalho? Teria muito a perguntar!

Se você mora no Ceará ou tem amigos lá, por favor, espalhe este post entre eles! Vamos ver se chega ao destinatário algum dia ou se, pelo menos, alguém decifra a assinatura do quadro para mim. Eu ficaria eternamente grata 🙂

Atualização em 4/3/2016: o leitor Aldonso diz que o artista se chama Ricardo Carvalho! Obrigadíssima! 😉

Leia também:

Anúncios

Mais ímãs de geladeira na minha coleção

Visitei novos lugares ou ganhei novas lembranças dos amigos:

Fortaleza, linda demais! https://kikacastro.wordpress.com/2012/01/19/cenas-das-ferias-parte-4/ (Fotos: CMC. Clique sobre elas para vê-las em tamanho real)

Búzios (ganhei de amigos) e Ipoema, que visitei nas férias: https://kikacastro.wordpress.com/2012/01/23/cenas-das-ferias-parte-5

Brasília, que ainda só conheço de passagem.

Ganhei de uma amiga que foi ao Peru.

Ladrilho de Portugal, ganhado de outra amiga.

Da França, da mesma amiga acima.

De outra amiga, Barcelona.

NY, de outra amiga 🙂

Vááários do Canadá, ganhados.

O casal japonesinho comprei aqui na Liberdade, mas a chinesa ganhei de uma amiga que viajou pela China!

Um pouco de humor:

Este já está no micro-ondas, rs!

Veja mais ímãs da minha coleção AQUI e AQUI.

Cenas das férias – parte 4

Com uma câmera melhor, emprestada:

Clique sobre as imagens para vê-las em tamanho real. (Fotos: CMC)

Seu Toinho da Areia Colorida faz um golfinho em 30 segundos com as areias de pigmento natural das falésias; ele aprendeu esta arte há 45 anos.

 

O colo de Raquel de Queiroz é acolhedor...

A música boa me persegue 😉


Mais janelas, mundo afora

Depois de ver meu post da última quarta, o professor Ricardo Faria me mandou por emails as fotos que ele fez de várias janelas, de várias cidades lindas.

Vejam só que beleza:

Trancoso (Todas as fotos: Ricardo Faria)

Amsterdã

Brumadinho

Caraça

Caraça 2

Congonhas

Diamantina

Floripa

Fortaleza

Frankfurt

João Pessoa

Londres

Mariana

Ouro Preto

Ouro Preto 2

Ouro Preto 3

Ouro Preto 4

Ouro Preto 5

Ouro Preto 6

Rhienfall

Tiradentes

Veneza

As janelas mineiras eu conheço bem, mas um dia ainda espero conhecer todas essas outras janelas que ele viu por aí 🙂