Chuva é muito mais que a destruição e o caos que se vê no noticiário

Este slideshow necessita de JavaScript.

A chuva não é só a destruição e o caos que a gente vê no noticiário.

Chuva é muito mais que isso. É cheiro bom, respiração mais fácil, plantinhas agradecendo, reservatórios cheios, a noite mais bonita, memórias natalinas. E eu adoro dormir com o barulhinho da chuva.

(Enfim, bem-vinda chuva, com todo seu encanto! A época seca do inverno se foi, levando meus favoritos ipês, mas a primavera de chuva tem lindas sapucaias e sibipirunas coloridas. E muitas gotas, para tentar refrescar a cidade em tempos de tanto sufocamento de ideias.)

 

Leia também:

  1. Um dia na roça
  2. Bem-vinda, chuva
  3. Carta a São Pedro
  4. Nuvens de chuva
  5. As bênçãos da chuva
  6. O deus da chuva
  7. Só temos uma coisa a dizer
  8. Mais posts com fotografias

faceblogttblog

Anúncios

A galeria [definitiva] de ipês do inverno de 2017

Começa hoje a primavera, conhecida como estação das cores. Mas acho o apelido meio injusto com o inverno — a estação do ano, ao menos aqui no Sudeste brasileiro, em que o céu está mais azul-azul-sem-nuvens, e em que as paisagens são cortadas a todo instante pela amarelidão maravilhosa dos ipês. Ou por suas variáveis rosas, roxas e brancas. Sim, os ipês são minhas árvores favoritas (não diga, Cris!).

Como já virou tradição aqui no blog, no começo do inverno, pedi aos leitores que cruzassem com essas lindas árvores em seu horizonte para enviarem uma foto delas para mim. Recebi, ao todo, 84 imagens, de ipês roxos, rosas, amarelos e brancos, clicadas em várias cidades de Minas, São Paulo e Goiás. Obrigada a todos que contribuíram, de coração! ❤

Nesta troca de estação, encerro a coleta de fotos de 2017 com a linda galeria abaixo, todas árvores flagradas neste ano. Você não verá outra galeria de fotos tão bonita e completa assim:

 

CLIQUE AQUI para ver a galeria completa, com fotos também dos invernos de 2014 e 2015.

Leia também:

faceblogttblog

Belo Horizonte, a capital brasileira dos ipês (e + 10 posts sobre minha terrinha)

“O biólogo João Renato Stehmann, do Departamento de Botânica da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), (…) afirma que a capital mineira é a cidade que tem mais Ipês em todo o Brasil. Segundo a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMMA), Belo Horizonte conta com 8.000 espécies da planta que estão em praças, parques e ruas de toda a cidade.”

Este é o trecho da pequena reportagem que saiu no jornal “O Tempo” na última semana: “Ipês colorem ruas de Belo Horizonte“.

Não sei como fizeram para comparar a quantidade de ipês de TOOOOODAS as cidades do Brasil, mas fiquei feliz demais em saber que, segundo esse biólogo, Beagá é a cidade mais colorida por esta árvore maravilhosa, que arrisco dizer ser minha favorita.

E aí, você já fotografou alguns desses lindos ipês, para eu poder publicar aqui no blog?

Já recebi 20 fotos de ipês, clicados neste inverno de 2015, mas aceito mais até o fim da estação. Você pode me enviar as fotos pelo email do blog, pelo Twitter ou na página do Facebook. Com o nome de quem fez o clique, a data da foto e o lugar (bairro/cidade). Eu vou acrescentando à galeria do blog à medida que as fotos forem chegando e, no final do inverno, vou publicar um post só com as fotos deste ano. Participe! 😉

Ipê na av. do Contorno, perto do Life Center. Foto: CMC em 17.7.2015

Ipê que eu cliquei no dia 17 de julho na av. do Contorno, perto do Life Center.

Leia mais posts sobre Belo Horizonte:

  1. Guia turístico de BH com 90 dicas de passeio
  2. Galeria de fotos: Paisagens de Belo Horizonte
  3. Galeria de fotos: 200 grafites nas ruas de todas as regiões de BH
  4. Galeria de fotos: As melhores fantasias do Carnaval 2015 de BH
  5. Galeria de fotos: O protesto de 2013 em BH
  6. Galeria de fotos: A Praça da Liberdade no Natal de BH
  7. Vídeos: O impressionante céu de BH, em três vídeos
  8. Galeria de fotos: Um impressionante pôr-do-sol em BH
  9. Várias fotos de um mesmo ângulo do céu de BH
  10. Mais cenas de BH
  11. E mais posts, muitos mais…

faceblogttblogPague com PagSeguro - é rápido, grátis e seguro!

Contribuição de leitor: ‘A origem e o futuro da Tribo Selfie’

Depois de receber o conto de Sue Amado e a resenha filosófica de Douglas Garcia, recebi a crônica abaixo, do leitor Victor Vitoriano. Ele tem 19 anos e se apresentou para mim como “estudante de jornalismo, escritor, blogueiro e colunista”. Quem gostar de seu estilo pode ler vários outros textos em seu blog.

Você também quer enviar um texto para o blog? CLIQUE AQUI e compartilhe comigo! Pode ser conto, crônica, poema, reportagem, resenha (de filme, livro, CD, show, restaurante…), artigo de opinião, divagações etc. Vou avaliar e, a menos que não tenha nada a ver com a proposta do blog, seu trabalho será publicado aqui nesta categoria dos textos enviados por leitores.

Vamos ao texto do Victor:

“Imagina se na época de Jesus Cristo já existissem as selfies? Hoje em dia a gente teria vários books dos personagens mais importantes e carismáticos da história. Mas é claro que teriam os que gostam de sacanear todo mundo: os trolls, fazendo perfil fake de Jesus no Facebook pra se promover.

A maneira de tirar foto sempre foi bonita e tradicional. Reunia todo mundo e algum ficava de fora pra poder registrar o momento. Ou o garçom não escapava do “Opa! Você pode tirar uma foto pra gente?”. Mas eis que numa noite não especificada do mês de setembro de 2002, um cara lá da Austrália, que se dizia estudante, saiu com os amigos praquela bebedeira de lei e se espatifalhou na escada arregaçando seu beiço. É claro que ele tinha que registrar aquele momento, até mesmo porque os seus lábios ficaram como a personificação de um ataque coletivo de abelhas. O cara era confundido com vítima de jogador de beisebol, o rebatedor, manja?

beico

Não contente com a boca toda esfolada e fudida, esse individuo debilitado dos lábios faciais foi até um fórum online e postou a sua foto com a boca toda esfolada e eis que surgiu a palavra selfie, que foi a sensação do ano de 2013 — e eu tenho estudos importantíssimos que relatam isso, viu? Não é da boca pra fora não. O Oxford English Dictionary registrou esse feito por um gajo de beiças rebentadas morto de ressaca.

Paul-McCartney-taking-a-selfie.

O nome desse individuo ainda não foi relatado, mas há indícios de que há muito tempo já existia a tribo selfie. O próprio Paul McCartney possui uma foto tirada de frente ao espelho com uma baita cara de bunda, e, por sua fama, pode ter alavancado os primeiros membros dessa tribo. Ou então a grã-duquesa Anastasia Nikolaevna da Rússia, ao tirar um auto-retrato com a Kodak portátil de péssima qualidade, mas que na época virou a sensação do momento e explodiu de vendas no mercado. Infelizmente a pequena duquesa, que não tinha nada mais nada menos do que treze anos, só viveu mais cinco, pois fora assassinada junto de sua família pelos soldados bolcheviques durante a purga ideológica que fez desaparecer toda a família imperial russa, vocês lembram disso? Ensino médio, onde você foi parar?

Anastasia-Nikolaevna1

A verdadeira mudança que essa tribo nos trouxe foi de que é muito fácil registrar qualquer que for o momento com uma câmera, basta ela ser frontal, ou contorcemos nossos pulsos sem problemas. E aquele costume de colocar a câmera no timer e correr pra sua posição e esperar os 10 segundinhos infinitos pra foto bater e concebivelmente sair borrado está se extinguindo.

Há aqueles que dizem que a selfie traz consigo a morte das fotografias, ou até mesmo a diminuição do sentido e significância dos momentos em vida real, fora da internet. Pois muitas pessoas não valorizam mais os momentos em que vivem, e prestam mais atenção em registrar o máximo que puderem de suas atividades para postar na rede e interagir com os cyberamigos.

Na cerimônia de abertura do Pan-Americano, TODOS os atletas brasileiros estavam de celular na mão, fazendo selfies. Impressionante!

Na cerimônia de abertura do Pan-Americano, TODOS os atletas brasileiros estavam de celular na mão, fazendo selfies. Impressionante!

Eu não serei um falso moralista e falar que as vantagens da selfie não são eficazes. Porra, levantar o braço e conseguir capturar todo mundo numa mesma foto é uma puta de uma ideia, como que nunca ninguém pensou nisso antes? Quando você imagina você e seus amigos ou familiares colocando a câmera em cima da mesa e todo mundo se espremendo no canto da casa pra ficar no foco da foto, esperando aqueles segundinhos eternos e malandros, você não se sente um idiota? Não era mais fácil alguém esticar a mão e todo mundo se juntava, olhava pra cima e FLASH! Foto tirada, precisa nem de edição. Opa!!!! Precisa sim! Quem é o louco de postar alguma coisa na web sem um filtrozim hoje em dia? Jámé!

Essas modas que pegam são engraçadas. Hoje, temos o pau de selfie, que substitui nossos braços esticados e nos deixam no conforto de apenas um click. Humanos, somos tão preguiçosos e radicalistas com as questões de praticidade que logo menos nem andaremos mais dentro de nossas próprias casas. Mas restou uma pequena dúvida na mente: qual será o futuro da fotografia? Deixo essa para vocês me responderem.”

Minha sobrinha nasceu outro dia mesmo e já sabe fazer selfie! Tenho certeza que ela saberá responder à pergunta do Victor logo-logo ;)

Minha sobrinha nasceu outro dia mesmo e já sabe fazer selfie! Tenho certeza que ela saberá responder à pergunta do Victor logo-logo 😉

Veja a galeria de fotos com 20 selfies engraçados ou criativos ou inusitados (muitos são montagem) que eu selecionei do Google:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Leia também:

faceblogttblogPague com PagSeguro - é rápido, grátis e seguro!

O céu do outono – envie suas fotos!

Faltam apenas dez dias para o fim da melhor estação do ano, aquela que deixa o céu mais bonito, mais azul, o belo outono. Felizmente percebi a tempo de fazer a provocação parecida com aquela que fiz no ano passado: que tal a gente aproveitar esses últimos dias e observar bastante o céu nesse finzinho de outono? Se você flagrar um céu bem maravilhoso, não deixe de fotografar e enviar aqui para o blog! Vou montar uma galeria bem bonita, como fizemos no ano passado com as fotos dos ipês 🙂

Envie as fotos para meu email, com o bairro e a data em que a imagem foi clicada, além do nome de quem fez a fotografia, e eu vou publicar aqui no blog no último dia do outono 😀

Abaixo, algumas fotos que já andei clicando nesta semana, para dar o primeiro empurrãozinho no projeto:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Leia também:

faceblogttblogPague com PagSeguro - é rápido, grátis e seguro!