A galeria [definitiva] de ipês do inverno de 2017

Começa hoje a primavera, conhecida como estação das cores. Mas acho o apelido meio injusto com o inverno — a estação do ano, ao menos aqui no Sudeste brasileiro, em que o céu está mais azul-azul-sem-nuvens, e em que as paisagens são cortadas a todo instante pela amarelidão maravilhosa dos ipês. Ou por suas variáveis rosas, roxas e brancas. Sim, os ipês são minhas árvores favoritas (não diga, Cris!).

Como já virou tradição aqui no blog, no começo do inverno, pedi aos leitores que cruzassem com essas lindas árvores em seu horizonte para enviarem uma foto delas para mim. Recebi, ao todo, 84 imagens, de ipês roxos, rosas, amarelos e brancos, clicadas em várias cidades de Minas, São Paulo e Goiás. Obrigada a todos que contribuíram, de coração! ❤

Nesta troca de estação, encerro a coleta de fotos de 2017 com a linda galeria abaixo, todas árvores flagradas neste ano. Você não verá outra galeria de fotos tão bonita e completa assim:

 

CLIQUE AQUI para ver a galeria completa, com fotos também dos invernos de 2014 e 2015.

Leia também:

faceblogttblog

Anúncios

Blog ganha Instagram para #galeriadeipês

ipes

Quem acompanha este blog há mais tempo sabe que, todo ano, nesta época de inverno, ficamos encantados, por aqui, com a beleza dos ipês. E, para espalhar esse encantamento, sempre promovo um desafio aos leitores, pedindo que enviem fotos dos ipês que virem, não só em BH mas em qualquer cidade do país.

Esta missão rendeu uma enorme galeria de fotos, que pode ser vista AQUI — e de vez em quando acesso, para alegrar minha vista.

Neste ano resolvi fazer diferente. Finalmente cedi à conspiração universal e criei uma conta no Instagram para o blog. Toda vez que vejo um ipê bonito, fotografo, coloco lá, e uso a hashtag #galeriadeipês.

Portanto, se você quiser enviar fotos de ipês ao blog, neste ano terá mais uma opção. Além de enviar pelo meu email, Twitter e página de Facebook, poderá agora enviar via Instagram, usando a hashtag. Como preferir. O que não pode é deixar de clicar os belos ipês e compartilhar com o mundo a alegria de admirá-los 😉

No fim do inverno vou divulgar a galeria atualizada com as fotos deste ano.

CLIQUE AQUI para ver os ipês que eu já fotografei até agora.

Leia também:

faceblogttblogPague com PagSeguro - é rápido, grátis e seguro!

Eu sou o primeiro tipo, e você?

Vejam a ilustração de Roberto Kroll, que encontrei hoje no blog Árvores de São Paulo, do ambientalista Ricardo Cardim:

ipe-figura

Eu estava pensando sobre isso há poucos dias, quando passei pelo bairro Mangabeiras, em Belo Horizonte, e reparei em como as ruas estavam bonitas, todas pintadas do colorido das pétalas de ipês e outras flores. E quando uma amiga comentou que o quintal dela precisava ser varrido, mas estava bem mais bonito “sujinho” de folhas 🙂

Flor não suja, enfeita. Concorda? Então você é o primeiro tipo de pessoa também 😉

E aí vai uma seleção de posts para enfeitar seus olhos neste começo de fim de semana com feriadão:

faceblogttblogPague com PagSeguro - é rápido, grátis e seguro!

Bem-vinda, primavera! Obrigada, inverno!

Hoje começa a estação do ano mais florida. Ou não: afinal, é no inverno que os ipês — as árvores mais lindas que existem — encantam nossos olhos.

No início do inverno, propus aos leitores deste blog que se juntassem a mim numa caça aos ipês de suas cidades. A ideia era fotografar os mais bonitos — roxos, rosas, amarelos, brancos — e enviarem para mim. Recebi vários (por email, Facebook e Twitter) e eles foram sendo acrescentados à galeria do blog ao longo de toda a estação. Agora dou por terminada esta caçada — até o inverno do ano que vem! 😉

Ao todo, recebi 56 fotos de ipês fotografados exclusivamente no inverno deste ano de 2015. Destaco cada um deles na galeria abaixo, com as datas dos cliques, o local e o nome do fotógrafo. Clique sobre qualquer imagem para ver a foto em tamanho real:

CLIQUE AQUI para ver a galeria completa, com ipês também de outros invernos.

Leia também:

faceblogttblogPague com PagSeguro - é rápido, grátis e seguro!

O fim da humanidade em 12 gerações?

Reprodução / Youtube

Reprodução / Youtube

Notícia boa: existem 3 trilhões de árvores em todo o planeta, uma média de 422 por pessoa, oito vezes mais do que se supunha até a divulgação desse novo estudo publicado na “Nature” nesta semana.

Notícia ruim: a cada ano, as atividades humanas destroem 15 bilhões de árvores e só reflorestam ou recuperam 5 bilhões. Desde o início da civilização, quase metade das árvores (46%) já desapareceram e, se o ritmo se mantiver como está, todas as árvores do planeta desaparecerão em míseros 300 anos!

Li um resumo no “El País”, que você pode acessar AQUI.

Seguindo a linha do post de ontem: durma-se com um barulho desses! Valeu, jornalistas, caros divulgadores, vocês contribuem com minha insônia e com minha lucidez, simultaneamente.

Leia também:

faceblogttblogPague com PagSeguro - é rápido, grátis e seguro!