A notícia mais triste do dia 10.2.2014

Agência O Globo

Agência O Globo

A quatro meses da Copa,
o protesto é só por tarifa
Vai cobrir, longe da tropa
que já cegou jornalista.

Ele é os olhos do Brasil,
câmera a postos, filma tudo
Atento às brigas em frente
Às costas, fica sem escudo.

(Sem máscara, capacete, colete,
porque os veículos de imprensa
desconhecem a CLT
e o artigo 166 dispensam)

Explode o vulcão, cai a lava.
Morre o homem Santiago Andrade
Pai de quatro, 49 de idade
Morre o homem que só trabalhava
Um jornalista em plena atividade

Estava no lugar errado?
Ou foi o alvo premeditado
dos que protestam contra a imprensa
chutando  o lado assalariado?

Outros 117 jornalistas feridos
desde junho do ano passado
um cego, um surdo e agredidos
por polícia ou manifestante armados
(É bom que mudos não tenham ficado.)

Uma caixa de rojão:
Setenta reais.
Uma arma de borracha:
de graça, a policiais.

(Um cérebro pensante
— explodido —
já não informa mais.)

Leia também:

Anúncios

16 comentários sobre “A notícia mais triste do dia 10.2.2014

  1. Querida kika,
    adoro acompanhar seus posts.
    Neste, o primeiro
    parágrafo esta incompreensível.
    Por gentileza, faça uma revisão
    na pontuação e coloque o nome
    do protesto entre aspas e com letra maiúscula.
    Caso eu esteja errada me corrija por favor.
    Beijos
    Sephora

    >

    Curtir

  2. É de lamentar com muita tristeza a morte de um Jornalista/Cinegrafista em trabalho.
    A Copa está a meses e a violência impera nas ruas neste Brasil que está caído no fundo de um de um grande poço. Mas para ironia, a cada dia que passa ainda existem aqueles que querem escavá-lo ainda mais com o intuito de criar uma fundura sem retorno e para isso há que lutar contra os extremistas, contra todos aqueles que querem estrangular os pensamentos e as vozes, que querem criar um fosso educacional, cultural, social e econômico entre todos nós.

    Curtir

  3. Cris Querida, lindo poema e belíssima homenagem a mais um trabalhador e cidadão que se vai de forma tão trágica. Confesso-lhe que, tamanhos atos de violência, partindo de todos os lados: policia, manifestantes, black bloc’s, bandidos, estão me deixando tão triste, assustada. Somos prisioneiros do medo, sem segurança nas ruas, nos nossos trabalhos, nem lazer podemos ter pois são arrastões em restaurante, rolezinhos nos shoppings, mortes no trânsito por “n” motivos. etc. Estou decepcionada, triste e indignada.

    Curtir

  4. Tentei comentar no outro blog mas ambos os aplicativos de redirecionamento falharam. Pediram meu face e twitter e não me deixaram comentar. Tudo bem.
    Lá, eu queria parabenizá-la pelo conto da testemunha dorminhoca. Gostei. Aqui eu me solidarizo com a sua indignação. Foi-se uma vida. E para os que estão por trás, é um acidente, apenas.
    Como mineiro, brasileiro, fico triste por ver grupos estrangeiros financiarem a barbárie por aqui, sorrateiramente, oportunamente, porque encontraram uma oposição fraca que já não ganha nos votos e sonha ganhar no tapetão. E que acham que como seus discursos não convencem ninguém, podem terceirizar a ‘eleição’. Mas a prática dessa gente também não engana ninguém. Ilusão mais tosca da oposição. Se a Dilma perder a eleição não são esses partidecos que vão levar…
    Abraços!

    Curtir

    • Obrigada pelo comentário, professor!
      Uma pena que lá n’O Tempo o campo de comentários esteja falhando.
      Essa história dos manifestantes pagos para vandalizar tem que ser muito bem investigada. Por enquanto, tenho mil suspeitas de quem estaria por trás, mas quem há de entrar a fundo nesse esgoto? Só se fosse a PF…
      abraços e volte sempre!

      Curtir

Deixe aqui seu comentário! ;)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s