Contradições contemporâneas (passado e presente se estapeiam; esquerda e direita são uma coisa só)

1.

A ex-guerrilheira, que lutou contra a ditadura com unhas e dentes, hoje presidente da República pelo PT, convoca as tropas do Exército e pede reforço de policiais militares, civis, federais e rodoviários para proteger a realização de um leilão (que entrega o pré-sal do país a consórcios formados principalmente por petroleiras estrangeiras) de sindicalistas historicamente ligados ao PT que querem protestar.

leilaobombas

leilaobombas2

2.

O cantor, que lançou a música “É proibido proibir” em 1968, e músicas inspiradas em personagens reais, como Giulietta Masina, que foi perseguido pela ditadura, teve canções censuradas e teve que se exilar, escreve artigos em que defende, pública e desavergonhadamente, a autorização prévia para que livros biográficos possam ser feitos e publicados, além do pagamento de percentual a quem inspirou o texto. Outros dois músicos, também perseguidos e censurados e etc, que escreveram a canção “Cálice”, hoje defendem que biógrafos se calem.

***

(Para nossa reflexão. Passado e presente se estapeiam. Esquerda e direita se misturam. Tudo é igual, ou será algum dia, como os porcos e os humanos.)

A propósito, o Vinicius Luiz, de quem já falei aqui no blog, criou um excelente Tumblr para mostrar as contradições que surgem quando tentamos definir o que é esquerda e o que é direita. Engraçadíssimo, vejam AQUI 😀

Anúncios

8 comentários sobre “Contradições contemporâneas (passado e presente se estapeiam; esquerda e direita são uma coisa só)

  1. Ontem eles, hoje eles, amanhã eles! Você e eu! Bem, já não sei quando será, politicamente é assim mesmo, sempre eles, nunca nós, nunca vc, nunca eu.

    Curtir

  2. Cris, acho que não se trata de contradição, apenas de mudança de posicionamento. Eu tenho um amigo que diz que conforme ficamos mais velhos, vamos caminhando para a direita no espectro político. Pessoas que assumem posição de poder (político no caso da Dilma, cultural/econômico no caso do Chico) também tendem a revalorar coisa e opções, mas isso não significa que o conceito de esquerda tenha mudado, apenas que aquela pessoa mudou seus conceitos dentro do espectro político. O poder corrompe a todos!

    Curtir

    • Pois é, acho que os conceitos de esquerda/direita continuam aí, mas são tão corrompidos, em todo o mundo, que fica difícil assumir que os conceitos existam mesmo. Afinal, se existem e nunca são aplicados a coisas e pessoas concretas, será que existem mesmo? É mais ou menos o que passou pela minha cabeça ao ver o Tumblr do Vinicius também… Fidel com Adidas e Bush-Putin com roupas exóticas me fez rir e refletir! Bom, não sei se me fiz clara, porque acho isso tudo uma grande confusão. Igual ver amigos meus compartilhando um post do Reinaldo Azevedo sobre a discussão da Barbara Gancia com a Paula Lavigne. Que exótico! Parece até um Adidas surrado na pele de Fidel (e ele adora usar Adidas sempre, pelo que já vi). 🙂

      Curtir

      • São corrompidos porque o mundo tornou-se muito mais complexo desde a criação destes conceitos! Desde a revolução francesa, o conceito de moral, de costumes, de arte, etc mudaram, enquanto a política continua dividida em dois conceitos que não mais explicam a complexidade de posições no mundo modernos. Não é porque existem um sem número de tons de vermelho e verde que a diferenciação entre verde e vermelho perde valor. Se eu não me engano, o Fidel usa adidas porque era a marca fornecedora dos uniformes da Alemanha Oriental, inimiga histórica da NIKE, empresa símbolo dos EUA.

        Quanto ao compartilhamento do Reinaldo Azevedo, é estranho mesmo, mas eu penso no espectro político como um círculo, sendo que a extrema direita e extrema esquerda podem se confundir algumas vezes…

        Curtir

  3. Posso citar só mais uma dentre tantas? Ex-sindicalista de partido outrora considerado de esquerda que alcançou projeção através de greves e piquetes em empresas e estatais hoje é governador e humilha professores grevistas (inclusive chamando-os de “covardes”) que reivindicam apenas o cumprimento da Lei do Piso Nacional do Magistério. (este é o “governador” da Bahia, Jaques Wagner)

    😦

    Curtir

    • Pode e deve! Devia ter colocado no post que a ideia é apontar mais e mais contradições! São tantas… Estados Unidos quase dá calote em detentores de títulos da sua dívida pública… entre eles o Brasil! EUA dando calote no Brasil, WTF?! rs

      Curtir

Deixe aqui seu comentário! ;)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s