Ir para conteúdo

Carta a Sasha Meneghel

Sasha virou jogadora de vôlei do Flamengo. Mas não pode ser fotografada. Imagina se na transmissão de um jogo do Barcelona os fotógrafos forem impedidos de fotografar o Neymar?
Sasha virou jogadora de vôlei do Flamengo. Mas não pode ser fotografada. Imagina se, em um jogo do Barcelona, os fotógrafos forem impedidos de fotografar o Neymar?

Olá, Sasha,

Queria fazer uma pequena provocação para você.

Não do tipo que você recebeu quando postou tweets com “erros gramaticais”, aos 11 anos de idade. Como se todos os brasileiros fossem letradíssimos, ainda mais nessa idade. Aquele bullying virtual que você sofreu foi um absurdo, principalmente por ser direcionado a uma criança.

Agora minha provocação é dirigida a uma adolescente, a uma pré-adulta. Afinal, você tem 15 anos, pelo que pesquisei agora no Google.

Foi aos 15 anos que comecei a pensar com a minha própria cabeça. Acho que é mais ou menos por essa idade que a maioria das pessoas começa a virar quem elas realmente são. Comecei a refletir sobre a profissão que eu queria seguir pelo resto da vida — o jornalismo –, sobre religião, sobre a família. Foi também quando vivi um pequeno choque pessoal: tive que abandonar a natação por causa de uma tendinite crônica no ombro (eu era atleta do Minas Tênis Clube, um rival do Flamengo, e palco do que vamos relatar abaixo). Também foi o ano que perdi minha avó paterna. E também foi quando perdi minha cachorrinha, e só quem tem um cachorrinho por mais de dez anos sabe como isso é importante a ponto de entrar nessa lista. Foi quando acho que me apaixonei pela primeira vez. Foi quando fiz minha primeira viagem internacional. Foi quando li Carl Sagan e descobri as belezas do ceticismo. E decidi que não queria festa de 15 anos, que sempre achei um porre (ia para as festas dos colegas mais por obrigação do que por vontade, e sempre ia embora logo que o baile acabava). Enfim, foi um ano bem movimentado na minha vida, principalmente do ponto de vista intelectual.

Com você não é diferente. Porque é assim com todas as meninas. Não sei quanto aos meninos, eles costumam ser mais atrasados. Mas as meninas todas passam por uma sacudida nessa idade.

Sei muito pouco sobre você. Não costumo ler revistas de “celebridades”, inclusive porque as celebridades que me interessam não costumam entrar nessas revistas. O que sei sobre você cabe em um parágrafo curto: quando sua mãe ficou grávida de você, isso foi anunciado no Domingão do Faustão. Quando você nasceu, o parto foi televisionado pelo Jornal Nacional, o telejornal mais influente do país, numa “reportagem” que durou uns dez minutos — provavelmente o parto mais documentado e exposto da história do Brasil. Quando já conseguia andar, você começou a aparecer de vez em quando nos programas da sua mãe. Todos os seus aniversários foram expostos nas tais revistas e na “mídia especializada”. Tudo isso aconteceu contra a sua vontade, porque crianças não têm discernimento para decidir sobre como expor as próprias vidas — pelo contrário, elas precisam ser protegidas pelos pais e existe um Estatuto da Criança e do Adolescente justamente para garantir isso. Tudo aconteceu, portanto, a sua revelia. Você não pôde nem tinha condições de opinar, porque já estava presa nessa bolha desde antes de nascer.

Passei uns bons anos sem me lembrar da sua existência. Até que, na semana passada, li uma notícia que dizia que você tinha virado jogadora de vôlei do Flamengo e chegou a ser convocada pela seleção carioca da categoria infanto-juvenil. Muito legal que esteja praticando esportes e tenha encontrado um talento próprio, uma luz à parte das pretensões de vida de modelo-apresentadora-e-atriz que parecia ser reservada a você desde sempre. Não fosse por um porém: fiquei sabendo dessa sua nova fase da pior maneira possível: repórteres-fotográficos que cobriam o jogo — como cobrem qualquer jogo — foram ameaçados e, no caso de um deles, agredido por seguranças truculentos (supostamente) do Flamengo, que diziam ter feito isso porque o clube tinha um acordo com você de preservar sua imagem.

Repare bem: não eram paparazzi te perseguindo para falar da sua noitada, mas profissionais cobrindo um jogo de um dos maiores times do Brasil, fotografando não só você, mas toda a equipe. O fotógrafo agredido talvez tenha sofrido uma fratura na coluna — em seu nome, veja bem. Terá que ficar dez dias afastado do trabalho.

Fotográfico do "Estado de Minas" Gladyston Rodrigues sofreu fratura na coluna após agressão cometida em nome da proteção a Sasha. Foto: "O Tempo".
Repórter-fotográfico do “Estado de Minas” Gladyston Rodrigues sofreu fratura na coluna após agressão cometida em nome da proteção a Sasha. Foto: “O Tempo”.

Depois do incidente, sua mãe não veio a público lamentar o que houve e garantir que não concorda com essa agressão gratuita. Ela silenciou.

Se a ideia era te proteger de superexposição, falhou imensamente, já que sua foto saiu estampada na primeira página dos jornais do dia seguinte — e associada a uma agressão absurda. O assunto passou a ser comentado nos sites, nas redes sociais, blogs, rádios e todo tipo de mídia — e não era destacando seu desempenho no jogo. Seu brilho pessoal na sua escolha de seguir uma outra carreira foi totalmente ofuscado pela superproteção desnecessária e truculenta — que é totalmente espantosa, levando em conta a superexposição em que você vive desde antes de nascer.

Imagino o quanto deve ter chorado ao ver o papelão que te fizeram passar naquele dia. Como deve ter batido portas e gritado um sonoro “Te odeio!”, como costumam fazer alguns adolescentes em relação a pais opressores. Eu te entendo. Você não é um fantoche, é uma pessoa. E agora está na idade de ser você mesma, como dizia aquele poema do Paulo Leminski que linkei alguns parágrafos acima.

Por isso, Sasha, resolvi te escrever esta carta. É hora de você romper essa bolha. É a idade de se rebelar desse mundinho que te constrange e envergonha, em vez de te incentivar no único momento em que decidiu alçar seu próprio voo-solo. Se você é atleta de um clube como o Flamengo, e quer mesmo seguir nessa vida de atleta (é árdua, viu?), é preciso que saiba que você é a pecinha de um time e que essa engrenagem só funciona porque todos são igualmente importantes em sua função. Vôlei é um esporte de equipe, de coletivo. Você não pode impedir que o jogo seja coberto e transmitido pelas TVs, como sempre foi. Você não pode constranger as colegas de equipe, que nem podem falar a seu respeito, por força de contrato. Você tem que se impor, se quiser ter luz-própria, para garantir o seu sagrado direito de ser como todas as outras do time.

Reaja, menina! E sirva de inspiração a outras crianças e adolescentes que, em vez de receberem o cuidado dos pais “famosos”, se veem presos numa armadilha de constrangimento e de cerceamentos e agressões inadmissíveis, cometidos em seu nome.

De cá, fico na torcida para que sua vida seja muito feliz e você encontre seu próprio lugarzinho no mundo. Que a opção e a liberdade de escolha cheguem algum dia para você, antes tarde do que nunca 😉

***

Atualização em 21/8: Fiz uma moderação tardia nos comentários, para manter o bom nível e o respeito, sem interferir no debate. Não deletei nenhum comentário, mas apaguei um ou outro insulto/xingamento que pudesse ofender diretamente a terceiros (ex.: outros comentaristas, seguranças, fotógrafo, Xuxa e Sasha). Qualquer novo comentário que surgir com palavras assim também vai passar por essa moderação.

Cristina Moreno de Castro Ver tudo

Mineira de Beagá, jornalista, blogueira, poeta, blueseira, atleticana, otimista, aprendendo a ser mãe. Redes: www.facebook.com/blogdakikacastro, twitter.com/kikacastro www.goodreads.com/kikacastro. Mais blog: http://www.otempo.com.br/blogs/19.180341 e http://www.brasilpost.com.br/cristina-moreno-de-castro

397 comentários em “Carta a Sasha Meneghel Deixe um comentário

  1. O filho do Pelé, o Joshua, começou a treinar no Santos por estes dias – acho que há uns 4 meses. Foi algo de fotos, matérias, vídeos… imagine aí o assédio ao garoto ( 16 anos). Já pensou se uns armários-seguranças resolvessem impedir qualquer imagem do “filho do Pelé treinando”? Não dá. Uma coisa, que você bem frisou, é a diferença entre os paparazzi que perseguem celebridades (e seus filhos) até no supermercado; outra coisa é a cobertura esportiva. Sasha e Xuxa terão que se acostumar com isso – se a menina conseguir derrubar o muro.

    PS: tem jeito não, dizem que o Joshua é um perna de pau! 😀

    Curtir

    • kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Vc acha mesmo que a Xuxa ou Sasha vão perder o tempo delas lendo o q vc escreveu? Eu li, porque sou uma velhinha aposentada q não tenho nada a fazer rsrsrsrsrsrsr. As duas não tão nem aí pra nós e nossas opiniões.

      Curtir

      • O pior é que vc tem razão Ruth, por isso estou pouco me lixando pra essas duas também…

        Curtir

      • Talvez você ainda possa se surpreender com as coisas inusitadas que as pessoas possam fazer ou sequer imaginar, no geral, não costumo condenar a índole de ninguém sem conhecer realmente essa pessoa, esse generalismo é um câncer que infelizmente, estereotipa e rotula as pessoas das quais sequer sabemos de seus dramas pessoais (e isso vale pra você). O mais triste aqui é perceber que Cristina fez alguma coisa e você infelizmente a condena por isso. É uma pena maior que nesta bela idade, ainda não aprendeu a se surpreender ou pelo menos parar de criticar e praticar algo?

        Que sabedoria desperdiçada, um vaso que jaz vazio e eu torço que se transforme…

        Curtir

      • Que pensamento limitado, colega!
        Você acredita mesmo, que uma jornalista formada com o currículo da Cristina, escreveu essa carta LITERALMENTE para Sasha ler? Isso foi apenas uma forma de expor sua opinião… e se a Sasha ler, bem… ótimo… Se não, com certeza não irá mudar nada na vida da jornalista.

        Curtir

    • Mas só uma coisa o Joshua morou no EUA até o começo do ano e esta morando a poucos meses em Santos e te digo, que ele tem seguranças e a imprensa que cobre o futebol é infinitamente maior do que no voley. Então é diferente essa situação e no Brasil , a Xuxa e a filha são celebridades é acho que a menina nem tem culpa de ser filha de quem é e outra esta começando a conhecer a vida agora e infelizmente devida a sensação de insegurança nesse nosso país , não há possibilita anda sem seguranças. mas com o tempo ela vai começar a sair das asinhas da mãe famosa dela, mas sempre terá alguém a tira colo , então eu acho que essa cobrança que a mulher fez a uma criança de 15 anos, foi querendo forçar alguma coisa

      Curtir

    • Conheço o Joshua e sua família, a Assíria é uma mulher íntegra, sensata, inteligente, educa os filhos com total pé no chão, eles não tem frescuras, brincam, conversam, são simpáticos, não fosse pela cara, ninguém diria que Joshua e Celeste são filhos do Pelé, esse tipo de coisa jamais acontecerá com eles, pois a mãe é uma pessoa culta, educada, fina, equilibrada e simples, sem estrelismos, sem essa coisa ridícula de achar que é “diferente”. Agora com relação ao talento do pai, não sei dizer se o Joshua puxou, pois nunca o vi jogando. Quanto a Xuxa só digo uma coisa: Colocar sua filha numa redoma somente trará sofrimento, sua filha deve saber tomar as decisões sozinha, é pra isso que servem os pais, para dar o norte, a base, a educação para que os filhos saibam fazer as melhores escolhas.

      Curtir

  2. Senhorita Cristina Moreno de Castro, fico imensamente feliz em ler algo tão imensamente bonito, inteligente e não ofensivo à garota em questão, e sim ao mundo em que está imerso desde que nasceu. Fico simplesmente maravilhado ao perceber que alguém ainda é sagaz o suficiente pra ter a sensibilidade em escrever sobre algo chocante, infeliz, desnecessário de uma maneira tão limpa, audaciosa e feliz. Não conhecia este trabalho e confesso que de agora em diante, estarei com olhares de leitor ávidos a suas cartas e o que mais vier. Um imenso prazer ter lido, e esperando por outros.

    Atenciosamente,

    Bruno Coimbra

    Curtir

    • Discordo. Meninas de quinze anos não se ocupam de ensinar aos seguranças contratados pela mãe. Como vc mesma disse, ” a vergonha que a fizeram passae”.Ninguém sabe se ela se rebelou ou não, na privacidade de sua casa, obviamente ninguém acha que seria eficaz ela se rebelar e sair da bolha. A mãe dela certamente dirá o que todas dizem. Enquanto viver sob minha dependência, eu decido sua vida. E me parece que a garota detesta holofotes e realmente deve odiar sair acompanhada, sem poder dar uns amassos sem vigilância. Mas lamentavelmente, ela é menor e não apita nada.

      Curtir

      • Silvia, o que a Cristina sugere é um começo efetivado, o começo das vontades, ideias, imposição de personalidade.

        Por senso comum, sabemos que esse processo é graduativo, então fica subentendido que a Cristina sugeriu a garota foi reflexão, e que ela tente começar a tentar andar de bicicleta sem rodinhas.

        Mas, porém, contudo, todavia, não consigo imaginar uma realidade, por que nem de longe se compara com a minha adolescencia. Mas, posso afirmar que nunca houve tanto interesse da midia pelo juniores de volei, ou pelo volei amador. No final de tudo, talvez a menor exposição atual seja mais benefico para o social da filha, pois acredito que, graças a isso, ela talvez consiga ter alguns amigos “normais” (sem serem filhos de famosos e milionarios), e até mesmo andar em muitos lugares do Brasil sem ser reconhecida.

        Mas a reflexão é, sem duvida, válida e deve começar a ser posta em prática na adolescencia sim. A rebeldia nao é um problema, é natural… problema é não haver dialogo/compreensao 🙂

        Curtir

      • Perdoe-me também opinar, mas, aos quinze anos eu já sabia muito bem o que estava fazendo, com quem estava fazendo e o porque de estar fazendo! Acho bem pouco provável em um mundo inundado com tanta informação dizer que uma adolescente de 15 anos, um ser quase adulto não tenha ciência do que quer ou faz. Sinceramente.

        Curtir

      • Mas quem de nós tem dados pra saber se ela faz isso ou não na privacidade da sua casa, junto à mãe! Será que ela não implorou pra que cesse esse zelo todo? Eu não sei. Acho leviano préjulgar alguém cuja personalidade desconhecemos. Afinal em que ela errou? Em não ter convocado uma coletiva e dizer”olha gente, tenho nada com isso, minha mãe por ser milionáriacontratou os caras sem preparo.” Tranquilo né? Ninguém cogita que ela possa ter chegado em casa chorando, clamando por uma vida normal. Gente não deixemos que a antipatia pela mãe penalize a filha. Ela é menor quem fecha seus contratos é a mãe, enquanto não for independente, pode espernear.

        Curtir

      • Silvia… pelo que li notei que a Cristina critica a atitude da Xuxa e “chacoalha” a Sasha para que isso não se repita e injustiças não tornem a acontecer. Com 15 anos ela tem a chance de se diferenciar de maneira limpa e sem hipocrisias. Não notei preconceito nenhum. Gostei bastante do texto. Lembrando… é apenas a opinião bem fundamentada da autora do post.

        Curtir

      • Eu concordo com vc Silvia , eu acho que esse texto , muito bom por sinal, mas serviria para vários garotos de 15 anos, mas no caso dela , é bem diferente, ela não tem culpa de ser filha de quem ela é ….. infelizmente essa menina, vai ser vigiada 24 horas por dia, imagine ela namorando ? eu imagino que até pra soltar , me desculpe a palavra um ” pum ” tem seguranças ao ser redor !! agora vc imagina ela falando assim pra mãe dela:, Mãe o meu time de volley vai pra Minas Gerais e fui escalada pra jogar ?? a xuxa com certeza respodeu … vai com dois seguranças pra mamae ficar tranquila !! rsrs .eu acho que ela vai achar o seu caminho, pra ela como as coisas literalmente vem fácil, ela ainda não precisou querbrar essas correntes que tem com a mãe dela, mas com mais idade com certeza vai se libertar ..

        Curtir

    • Nem vou ler outros comentários Sr. Bruno Coimbra. Tão inteligente quanto a carta da Srta. Cristina Moreno de Castro. Assino embaixo.

      Rubens Batista.

      Curtir

    • Concordo plenamente!…Cristina falou como uma pessoa em que todos gostariam de ter como amigo,…abriu os olhos para a realidade,…sútilmente e verdadeiramente,…temos que estar abertos há críticas tb para tentar-mos melhorar, crescer, ser uma pessoa melhor,…

      Curtir

  3. Eu acho até bem feito. Não sou a favor de nenhuma violência gratuita, mas aqui… a foto que saiu no site estado de minas foi uma feita das meninas à vontade, mexendo nos seus telefones e a única a olhar na direção da câmera era a menina “importante”. Ou seja… né?… Pra mim, o cara caçou, se não tivesse, essa foto sequer existiria. E, cá pra nós, nenhum repórter fotográfico acha ruim que jornais e revistas comprem sua superfotos de celebridades e, infelizmente, o jornalismo anda doentíssimo disso, ultimamente. Inclusive, eu duvi-d-o-dó que este texto aqui seja realmente em defesa do jornalista em questão ou que a autora acredite nesse blablablá direcionado a uma menina de 15 anos que, definitivamente, só vai render mais assunto para os marronzinhos de plantão se seguir o tal conselho de rebeldia. Acho que está mais para “tá todo mundo comentando, melhor eu comentar também e abocanhar essa chance de ter meu nome lido por aí”. Dane-se o que a Sasha anda fazendo da vida, gente! Pelo amoooordedeus… Se o clube fez esse acordo é pq era do interesse dele e se alguém merece críticas é o próprio clube. Fim! O trabalho dos seguranças é assegurar que este acordo não seja quebrado, ué! Eu nunca vi nada relevante sobre este time de vôlei infanto-juvenil antes da Sasha estar nele, alguém viu? Ah, tenha a santa paciência! Vão caçar um assunto relevante pra falar, né moçada? Será que tá faltando acontecimento nesse país, é isso? Tomara que TODAS essas ‘colunas’ que vivem de “celebridades porque sim” quebrem e não voltem nunca mais à ativa. A existência delas, por si só, é uma violência e das mais gratuitas. Melhoras para o moço agredido e viva a paz! Paz para todo mundo, inclusive para a Sasha, cuja vida não deveria interessar a ninguém.

    Curtir

      • Se mesclassem o que a Amana disse com o que a autora gostaria de passar em verdade, o texto seria esplêndido, afinal o que autora quer expressar é o fato de uma crise na adolescência comum não só entre as meninas como também os meninos de querer se encontrar nesse mundo, se encaixar. Bom, realmente qual o interesse das pessoas em saber da vida da Sasha? No meu ponto de vista, inveja. As pessoas gostam de saber da vida das “celebridades” apenas para compararem a vida medíocre que levam achando que eles são deuses ou algo do tipo quando são apenas humanos comuns como elas. Realmente quem deveria pagar o pato por isso não era a Sasha, e sim o clube por tentar manter um contrato cujo a mãe/empresário da garota assinaram provavelmente para manter a integridade da menina (para o clube o que importava mesmo é o que eles iam receber). Amana, o mundo sempre foi movido pela vontade de ter o poder, hoje o sinônimo de poder é dinheiro, se as colunas de celebridades dão dinheiro à mídia, porque eles parariam de produzir? Não tem sentido, e Cristina, gostei muito do seu trabalho mas acho que faltou um pouco de impessoalidade nele, já que por não conhecer a menina em questão (como você mesma disse) você fez suposições precipitadas que apenas servem para atingir o íntimo do leitor, sinceramente não vi diferença do seu texto para os textos da revista Capricho. Não sou ninguém importante para estar falando do trabalho de ninguém, sou apenas um leitor com meu ponto de vista, agradeço se respeitarem. Continue o seu trabalho da forma que você achar ser correto e que te dê lucros, afinal poder é isso.

        Curtir

    • Deve ser muito triste não acreditar em nada assim como vc meu cara. Como consegues viver assim tão de mal com o mundo? como consegues viver assim pensando que todos são do mal e só vc é que está certo? Deve ser uma solidão do carai hem vei! Que pena, procure um psicólogo e vá se tratar o mundo não é tão mal assim, tem gente do bem também. A felicidade até existe, já dizia o nosso RC, rs. Beijos e muita calama nessa hora!

      Curtir

      • Escrever é isso. Trazer à Luz, o melhor da palavra, do sentimento, da técnica, da exposição da emoção ou da informação técnica e/ou subjetiva. Parabéns, Cristina. Num mundo, onde tem tanta gente, nas redes, escrevendo asneira, expondo besteiras, em forma de palavras, você rejuvenesce o texto, a linguagem, e sem atacar, enquadrar a pessoa a quem você se dirige, no caso, Sasha, filha da Xuxa. Sucesso. Abço.

        Eduardo Abranttes – Recife-PE.

        Curtir

    • Concordo com a Rate This acima descrito, tem muita gente se promovendo com a vida dos outros!!!
      Crie outra matéria que seja interessante e cultural a todos!! Dizer o que o outro tem que fazer, é um ato de soberba e intolerância!!!!

      Curtir

      • Desculpe mas não posso deixar de comentar, eu sou uma pessoa séria mas às vezes eu preciso soltar uma. “Concordo com a Rate This acima descrito” kkkkkkk’ Desculpe, mas Rate This não é uma pessoa, mas sim um pedido do site para que classifique o comentário. Apenas isso a dizer.

        Curtir

      • Não creio que exista alguém no mundo que ache que “Rate This” seja um apessoa,a Juliete deve está de brincadeira,não é possível!!! kkkkkkk

        Curtir

      • O interessante é que quando clicamos em “Rate This” aparece Thank You! Complementando Álex kkk também sou séria mas entrei na sua… rs

        Curtir

  4. Cristina Moreno de Castro parabéns por esta carta que escreveu a Sasha. Mandou muito bem. É bom até pra Sasha refletir.

    Curtir

  5. Oi Cristina! Adorei o que vc escreveu e espero que muitas pessoas possam ler, porque foi uma lição para todos nós. Espero que seja também para ela. Abraços, Roberta.

    Curtir

  6. Quando eu era repórter de rua.e o fui por mais de 25 anos, a gente boicotava esses que, na realidade queriam era muita publicidade. Os repórteres combinavam e ninguém publica nada. Era muito bom. kkkkk

    Curtir

  7. Eu acho que vocë eh uma baita de uma sacana covarde! Endereçar uma ‘carta’ desta para uma quase menina, de acordo com o seu entendimento, para se promover! Eu duvido que vc realmente tenha intençao de ajuda-la! Serah que vc jah se preocupou assim com outra pessoa( que nao seja famosa…). Olha que eu nao aprecio a Xuxa e acho que os seus(dela) programas sao mais nefastos do que educativos, mas, as pessoas do seu tipo sao bem piores!!!! Fala com a Xuxa, diretamente, sobre o que que vc acha da educaçao que ela dã pra filha dela…EDUCADORA DO MUNDO… quem quiser que te compre!!!!

    Curtir

    • Oi, Adalberto, não tenho nenhuma pretensão de ser “educadora do mundo”. Mas, como você mesmo diz, quem quiser que compre minha ideia. As pessoas são livres para ler, refletir, gostar ou detestar — como parece ter sido seu caso. E, se detestarem, são livres também para nunca mais voltarem ao meu blog 😉
      A propósito, não tenho essa intimidade com a Xuxa para “falar com ela diretamente” — e, mesmo se tivesse, minhas palavras não foram dirigidas à Xuxa, mas à filha dela.
      Um abraço.

      Curtir

      • Pois deveriam ser endereçadas a xuXuxa e ao flamengo, únicos responsáveis pelo episódio. Ensinar ética e urbanidade aos seguranças é função do adulto que contrata. Devemos evitar a leviandade ao julgar a garota, pois não a conhecemos e nem sabemos sua opinião a respeito desse evento. Como vc mesma disse, ela pode ter brigado com a mãe, batido a porta, dizer te odeio. Agora é o máximo, despedir o segurança ela não tem como, obrigar a mãe a fazê-lo não é prerrogativa de filha. Convenhamos a garota nada fez pra ser julgada, receber esse ” toque’ tão gentil da sua parte.

        Curtir

    • Ah, e só mais uma coisa: sim, já me preocupei com dezenas de pessoas não-famosas. Inclusive porque esta foi a primeira “famosa”, em dez anos de blog, que passou por uma situação que me tocou a ponto de querer escrever a respeito. Mas se você quiser saber de outras pessoas “comuns” que me moveram a escrever, existe um arquivo de quase 700 posts deste blog pra você ler à vontade. Pode começar por estes: https://kikacastro.wordpress.com/2012/12/24/feliz-natal-a-todos-e-especialmente-a-alguns/

      Até!

      Curtir

    • Eu acho incrível como certas pessoas não parecem ter capacidade para entender a mensagem por trás de um texto. Ainda mais um tão bonito, esclarecido e bem escrito.
      A Sasha nasceu no “Planeta Xuxa”, e seria mais que saudável ela “conhecer o mundo”. Se tem gente que não ENTENDE isso… eu só posso lamentar e torcer pra que um dia tenham a clarividência de entender a mensagem que as pessoas passam por trás das palavras, ao invés de achar que existe maldade em todo mundo. Triste retrato de um povo.
      A propósito… arranja o telefone da Xuxa pra gente falar com ela. Deve ser bem fácil.

      Curtir

    • Adalberto, eu tento sempre ser imparcial antes de escrever/falar algo, procure verdades em suas palavras. O que você transmitiu à mim, foi: “Eu sou uma paquita da Xuxa, que ficou ressentida pela “ofensa” feita a minha rainha, então pega o meu recalque.”. Pelo que percebi, a autora é bastante profissional, ela comete erros como qualquer um, mas antes de tentar dizer algo, leia com bastante atenção aquilo que você escreve antes de apertar o botão “Publicar comentário”. E você falar da educação que é dada a uma pessoa, é uma extrema ignorância da sua parte, terminei o meu ensino médio no Colégio Presbiteriano Mackenzie de Brasília, e nem por isso me gabo, pois, mesmo eu via colegas de sala com erros gravíssimos de português e percebo que não importa aonde se estuda, mas sim o tanto que a pessoa se dedica. E como você pode ler no texto da autora, ela mesmo escreveu o seguinte:” Não do tipo que você recebeu quando postou tweets com “erros gramaticais”, aos 11 anos de idade. Como se todos os brasileiros fossem letradíssimos, ainda mais nessa idade. Aquele bullying virtual que você sofreu foi um absurdo, principalmente por ser direcionado a uma criança.”. Finalizando, em boca fechada não entra mosquito.

      Curtir

    • Do mesmo modo que Cristina “escreve” para Sasha, escrevemos para ela, para que reflita sobre o que escreveu… mas é difícil ouvir críticas =/
      o pior é que desse jeito promovemos cristina do mesmo modo que cristina promove sasha e xuxa, e não ajudamos ninguém…
      as 3 continuam sem pensar em nada… principalmente cristina que tem mais estudo, e uma formação acadêmica em jornalismo e comunicação…
      Ela, mas do que as duas, deveria revolucionar o jornalismo e mostrar que não precisamos de celebridades, mas de informação, conteúdo…
      Vamos falar de esportes, de cultura, de economia. Falemos sobre arte, sobre música, sobre política!
      de modo inteligente, crítico, convocando o público a pensar (* é um desafio)

      Curtir

    • Exatamente, vc teve mais colhões que eu pra responder. Sacanagem mesmo! Babaquice leviana! Detesto a Xuxa também, entendo que ela prestou um desserviço ao público infantil, agora, escrever uma carta com tom de bem intencionada, dando um toque na garota, que nada teve a ver com o episódio, foi perverso!

      Curtir

  8. Gente é até absurda essa carta. Ela com certeza, por ser de Minas, não sabe da realidade da garota. Eu tantas vezes a vi treinando na praia, pelo time, como as outras e de igual pra igual. Inclusive, para quem não sabe, ela costuma ficar juntos as demais nas viagens do time, sem paparicos por ser filha da Xuxa. Carta bem escrita, mas desnecessária!

    Curtir

    • Oi, Celso. Fico feliz em saber que a Sasha joga com as outras garotas do time “de igual pra igual”. O que foi infeliz foi o que foi noticiado aqui em Minas: que fotógrafos que cobriam o jogo foram ameaçados e um deles foi agredido por seguranças, em nome da proteção da imagem de Sasha. Isso não me pareceu algo que se faça “igualmente” a qualquer jogador. É algo que me fez pensar e motivou esta mensagem. Um abraço.

      Curtir

  9. Kika,
    Sua carta-cutucada é um deleite.
    Pena que, muito provavelmente, nunca chegue aos olhos e aos ouvidos de Sasha, a garota da bolha de xabão.
    🙂
    Parabéns!
    Marcelo

    Curtir

  10. De uma forma extremamente delicada, você passou à frente toda a indignação que sentimos ao presenciar o episódio! O mínimo que posso fazer é agradecê-la por nos representar tão bem e parabenizá-lá por sua cultura e humanidade!

    Curtir

    • Pelo que vi um depoimento de quem estava presente, a história não foi bem assim, em primeiro lugar foi um tumulto que aconteceu qdo a Xuxa saiu do elevador, e o fotógrafo caiu sem ser agredido, isso acontece muito pois, as pessoas avançam encima da Xuxa cm loucos, nem foi com a Sasha e o fotógrafo, pediu para amigos dele tirar fotos, se ele se machucou não foram os seguranças, vários amigos meus estavam lá e eles não mentem, e tm não gostam dos seguranças, infelizmente tudo que tem o nome da Xuxa é explorado de maneira negativa , mentirosa, talvez seja porisso que ela não veio à publico desmestir algo que não aconteceu, qto a Sasha sei que ela é uma menina, bem criada pelos pais, e muito querida das colegas do time, o que acontece são os carniceiros que querem ir ao jogo para explorar fotos dela, pq não tiram das outras meninas?? Ha entendi não tem acessos. #ficaadica

      Curtir

      • Oi, Tatiane. Pelo que vi, todas as meninas da equipe foram fotografadas.
        Sobre a agressão, se foi diferente do que todas as mídias publicaram, inclusive do relato dos repórteres que lá estavam, acredito que seja ainda mais um motivo para que a Xuxa viesse a público se posicionar e desmentir eventuais mentiras. Um abraço

        Curtir

    • Será mesmo que vai chegar a ela? Eu ficaria muito feliz se ela lesse, porque acho que, mesmo que ela detestasse, poderia fazer ela pensar um pouquinho a respeito do que aconteceu lá no Minas e de tudo o mais, né? Tomara! Um abraço.

      Curtir

  11. Desculpe, mas esta carta falou mais da autora do que da menina atleta. Uma forma e maneira de se promover, eu acho. Se houve truculência dos seguranças, não cabe a ou o protegido a responsabilidade do ato e sim aos contratantes, não é ?
    O que tem que arcar com a responsabilidade é o clube em que a atleta joga. Agora se promover em detrimento do que aconteceu ai não, não concordo. Jogar a responsabilidade para cima de uma jovem (15 anos ), sinceramente não concordo. Senhora autora desta carta, desculpe a meu ver, a senhora está se promovendo com o acontecimento.
    Ela a Sasha, não tem culpa e muito menos a mãe pelo ocorrido, o que houve, poderia ter sido com qualquer mortal.
    Abraços
    Mauro S Moura

    Curtir

    • Acho engraçado esse conceito de “promover”, Mauro. Eu tenho este blog há anos. Escrevo nele diariamente e sem ganhar nada por isso, mas porque gosto de escrever. A história da Sasha me tocou, assim como me tocaram várias outras histórias sobre as quais já escrevi aqui no blog, de gente absolutamente nada “famosa” (pra ficar em alguns exemplos: https://kikacastro.wordpress.com/2012/12/24/feliz-natal-a-todos-e-especialmente-a-alguns). Este post não é o mais lido do meu blog, é apenas mais um. Não ganhei nem um centavo para escrevê-lo. Qual é a promoção? Eu juro que tento entender, mas, daqui do meu cantinho, no meu computador, tomando meu café algumas horas antes de ir pro batente no jornal, fica difícil de eu imaginar o que passa pela sua cabeça. De qualquer forma, só queria esclarecer que eu não quis jogar responsabilidade sobre a Sasha de NADA. Muito pelo contrário, se você ler a carta vai perceber que deixo claro ali que as coisas aconteceram à revelia dela e a instigo a seguir com a própria vida e os próprios sonhos. Acho improvável que ela realmente leia esta mensagem, mas já fico feliz se outras meninas que se identificam com ela puderem refletir a partir do meu texto. É, afinal, o sonho de todo escritor: tocar alguém. Se eu quisesse escrever só para mim mesma, não teria feito um blog 😉
      Um abraço.

      Curtir

    • Parece que algumas pessoas não percebem que numa sociedade as celebridades, felizmente ou infelizmente, incorporam um papel social. Muitas pessoas enxergam outras com admiração e até idolatria. Assim, pessoas com elevada exposição precisam estar conscientes sobre sua escolha ou seu destino, pois cada gesto bonito ou cada bobagem que disserem ou fizerem será reproduzido. Sasha e outras sachas por aí não são pessoas comuns.

      Curtir

  12. Eu, assim como vc Cristina fiquei surpreso com o fato de Sasha estar investindo no voleibol, e muito feliz com essa opção dela, acho massa o fato dela estar saindo das amarras de um futuro certo, para ser atleta.
    Agora sobre a agressão, puxa que fato lamentável, que seguranças idiotas, esse fato só mostra o quanto o pais esta ficando tosco, onde está a liberdade de imprensa???
    Se continuar assim logo vamos estar como a Egito, uma terra sem lei, onde a contagem de manifestantes que morreram já ultrapassa 600 pessoas.
    Realmente lamentável, e uma pergunta o que o Minas Tennis falou sobre o assunto?
    Bem é isso e gostei muito de sua carta, meus parabéns.
    Att Slott – Comerciante do Shopping Oiapoque.

    Curtir

    • Olá, Slott, obrigada!
      O MTC enviou a seguinte nota:
      “O Minas Tênis Clube gostaria de prestar os seguintes esclarecimentos sobre os fatos ocorridos na tarde desta quinta-feira (15/8), durante a realização da Copa Minas Tênis Clube de Vôlei.
      O Clube considera a imprensa como um grande parceiro, sempre esteve aberto para atender aos veículos de comunicação e lamenta o incidente envolvendo os seguranças particulares da atleta do Flamengo e a imprensa local, ocorrido na portaria da Rua Antônio de Albuquerque.
      Esta é a IX Edição da Copa Minas Tênis Clube de Vôlei, competição criada pelo clube para as categorias de base visando à formação de atletas. É importante destacar que a Copa Minas acontece em várias modalidades e, em todas as edições, o clube sempre esteve aberto e receptivo à presença da imprensa. O Minas Tênis Clube se coloca à disposição para qualquer esclarecimento que se fizer necessário.”

      Curtir

  13. Sinceramente, lendo no domingo pela manhã esta “carta” me senti muito melhor.
    Porque fico certo de que existem ainda grandes escritores de verdade, não apegados à notícias extravagantes, mas aliados ao bom senso. Senti que não esteve preocupada em “ser lida” pela filha da celebridade, mas sim, expôs a realidade de uma tentativa de fama na mídia.

    Retratou um adolescente, espero que não como alguns, outros vejam que esta carta serve aos milhares adolescentes. Para que não se mirem na fama, mas no ideal de ser, por si, grandes cidadãos.

    Discordo de algo do texto, sim. Mas vejo lá no fundo a fuga do sensacionalismo. Que sem este não traria os leitores aqui.

    Curtir

    • Obrigada pelas palavras, Norival. Realmente, seria muito legal que alguns adolescentes pudessem ler o texto e pensar que podem seguir com as próprias convicções, serem “eles mesmos”. Não tenho a pretensão de estar certa, mas, para mim, agir assim foi o que “funcionou”, na minha época. Quem sabe funcione também para outras meninas de 15 anos que passarem por aqui, né? Um abraço.

      Curtir

  14. Não acredito em mudança – o poder e a comodidade q muito dinheiro propicia cega qquer um !!
    Talvez o DNA pudesse ajudar…………esta infeliz adolescente tem essa mãe – Eu não gosto da mãe de muitos anos passados qdo ela processou um coitado do dono de um boteco lá do interior de (acho) E. S. por ele ter um bar q se chamava XUXA há mais de 30 anos. Ele foi obrigado a trocar o nome e…. e é a queridinha dos baixinhos depois de ter cenas de sexo com um garoto de 14 anos (eu fui ao cinema e vi) – será q ela e a filha são blindadas pela Globo?

    Curtir

  15. Cristina Moreno de Castro, ao mesmo tempo em que visualizo sua satisfação ao ler comentários positivos, posso imaginar tbém sua decepção com os negativos. Porém, o que mais me chamou a atenção, foi sua serenidade diante destes. Isto para mim, é prova de que vc não está se promovendo, mas que tem uma enorme consciência do seu papel como jornalista. E ressalto, jornalista séria. Parabéns pela leitura que vc fez do fato e pela reflexão madura!!! Não sei se vc é mãe, mas deu uma lição de que se não é, pode ser( rs, rs, pretensão a minha, hein ??!!!), pois soube localizar direitinho onde estão alguns pontos que deveriam ser revistos na vida da Sashah, assim como valorizou os que acha( e concordo com vc) estarem corretos.
    Peço-lhe que prossiga neste seu olhar limpo que só traz credibilidade ao jornalismo.
    Abs

    Curtir

    • Oi, Márcia. Realmente, dá uma pontinha de tristeza de ler um monte de gente que não me conhece falando que estou querendo me promover. Acho que quem tem blog sabe que a gente nunca escreve uma coisa imaginando que ela será muito ou pouco lida. Me surpreendi muito com a leitura deste post, eu não fazia a menor ideia de que essa mensagem chegaria a tanta gente, quando a escrevi. Obrigada pelas suas palavras, quase chorei aqui, rs. Um abraço!

      Curtir

  16. Olá Cristina,
    É a primeira vez que leio seu blog, que encontrei por um post colocado no Face…pode saber que irá para os meus “favoritos”….degustarei com calma seus outros textos.
    Sobre sua carta à Sasha, achei delicada, cuidadosa e demonstrando carinho pela “pessoa” Sasha e não por ser “celebridade” .
    Não lembro de ter lido nada neste mundo virtual, educado e delicado se referindo a um fato tão desastroso e que muitas pessoas “esfolariam” o causador de tal acontecimento.
    Hoje as pessoas costumam trucidar os famosos , com um prazer enlouquecido ,quando algo ruim lhes acontece e eu só posso entender este fato como inveja, já que nestes dias, muita gente acha que o que importa realmente são os 15 minutos de fama que cada um possa obter e muitos lutam arduamente por isso.
    Só assim consigo entender os comentários ao seu texto, como sendo por auto promoção pois só pessoas que tem como alvo “aparecer” podem interpretar seu texto como tal.
    Parabéns pela sensibilidade e pode deixar que comentarei outros textos que passarei a ler por aqui.
    Um abraço

    Curtir

    • Oi, Ro, obrigada pelas palavras. Quando escrevi aquele começo, lembrando o bullying virtual que a Sasha recebeu ainda criança, tinha justamente isso que você diz em mente. Fico tentando entender o que move algumas pessoas a perderem alguns minutos só para despejar grosserias contra outras pessoas pela internet (e os famosos são vítimas preferenciais, como aconteceu com a Sasha naquele episódio…). Fico feliz que tenha gostado do texto! Um abraço 🙂

      Curtir

  17. eh acho q esta faltando uma acessoria mais copetente,nao acho certo a maneira como ela trata as pessoas.se um dia ela ficar sem xuxa ela nao vive,pois aprendeu tudo,menos a viver.falta q marlene mattos faz na vida de xuxa e cia.

    Curtir

  18. Cobrar da Sasha a atitude dos seguranças? Uma menina de 15 anos? Se os seguranças estavam certos ou errados, cumpriam ou não o dever, se os repórteres agiam ou não como esses piratas de imagens, se há ou não exigência de não tirarem fotos da garota, a culpa não é dela e a cobrança não deve ser dirigida a ela. Uma carta longa, onde você fala mais de si do que da garota, para cobrar dela a responsabilidade e atitude que impeça a agressão é assédio. Se você não tem acesso à mãe dela, não se meta na educação da criança. Cobre do time, cobre da Xuxa, cobre até na justiça, no que se refere à agressão aos jornalistas, mas deixe a menina em paz. Só para deixar claro, também não sei e não me interessa a vida da Sasha, não conheço pessoalmente e não assisto aos programas da Xuxa, mas a filha dela é menor e tem proteção legal por isso mesmo.

    Curtir

  19. Olá Cristina. Parabéns pelo texto, pela leitura dessa fase de transição na vida de uma garota e também do esporte coletivo. É espantosa a incompreensão do que é o esporte profissional na atualidade. Há quem pense que participar de um time é o mesmo que ficar três meses em uma casa como nesses shows de horrores que chamam de reality.

    Curtir

    • Pois é, ser atleta é muito difícil e exige um trabalho bastante árduo. Escolhi aquela foto da Sasha propositalmente, porque ela está com o uniforme de um time profissional, jogando vôlei numa equipe profissional e, mais importante, parece estar vibrando, estar de corpo e alma na partida. Isso me pareceu muito importante, porque sugere que ela buscou a própria carreira, a luz-própria, a partir de seu próprio talento. O que mostra que é uma garota inteligente… Um abraço.

      Curtir

  20. Parabéns pelas belas palavras. Não conhecia o blog e, por um acaso, cliquei a partir de uma colega de face. Achei curioso, entrei, li, adorei, analisei todos os comentários e admirei a sua suave e tênue forma de dialogar entre os elogios e as críticas. Enfim, já valeu pelo dia de hoje. A partir de agora serei mais um leitor das suas reflexões. Fico orgulhoso por você ser jornalista e ver que ainda há esperança nesta área, que cada vez se deixa mais levar por outros olhares e princípios….. Forte abraço

    Curtir

  21. Cristina, parabéns! coitada dessa mãe que não pode ver a filha jogar normalmente, como vi a minha. Hj ela ainda joga e esta se formando em Educação Física .Ela começou a jogar com 8 anos e a viajar para jogar com 13 anos. Sem problema nenhum, pois ela jogava em equipo.Virginia Brasil Dias ( mãe de Atleta)

    Curtir

  22. Cristina, acredito que todos já comentaram o quão preciso e acolhedor foi o seu texto. Confesso que a princípio achei que seria mais um querendo bancar o humanitário por ela ter nascido num berço de ouro, porém fiquei surpresa por em momento algum tê la colocado numa posição de indiferença ao poder aquisitivo do outro.
    Concordo com absolutamente tudo!
    Parabéns, espero que ela leia, reflita e se posicione!
    Abraço

    Curtir

  23. Meu Deus, que polêmicaaaa!! Aos que são contra a Cristina, vale lembrar o que aconteceu c a filha de Michael Jackson (destruída e c ctz infeliz) ….tão “escondida” e agora, infelizmente, em evidência pelos acontecimentos tristes q está passando!!
    Parabéns pela sua colocação, Cristina!! Tomara que sua carta chegue às mãos da Xuxa, sim, dela, pq fará c que reflita sobre a maneira exagerada em conduzir a vida da filha!!

    Curtir

  24. Cristina Moreno Castro, acho interessantíssimo o que você diz aqui e sinceramente, gostaria demais que Sasha tivesse a oportunidade de ler também.
    O que me impressiona sempre na Xuxa, é o equívoco que ela comete a respeito de “aparecer na mídia”… Ela foi à televisão para mostrar o “namoro” com Ayrton Senna que todos sabemos que nunca aconteceu… ela foi à televisão mostrar o “grande amor”, pai de Sasha, que também me parece que nada mais foi do que uma escolha somente para ter um filho, dito inclusive pelo próprio pai do Zafir, e a pior de todas as aparições dela, a meu ver, que me fez realmente ter certeza da “bobagem” que é esta pessoa, foi aceitar o papel patético de “viúva”, no velório de Ayrton Sena, papel este colocado pela família dele, a fim de agredir a verdadeira namorada, Adriane Galisteu. Aceitar uma encenação destas, sinceramente, acho o fim!
    Agora, uma coisa normal da vida, um jogo, onde como você diz, a menina está fazendo o que gosta e que talvez tenha escolhido, não pode ter mídia, não pode tirar foto, não pode aparecer na TV, etc. etc. Ou seja, o que não cabe mídia, ok e o que cabe, agressão?
    Sou decoradora de festas de há três anos atrás estava fazendo a montagem de um evento durante o dia em um Hotel em BH quando chegaram seguranças nos informarem que estávamos proibidos de descer ao saguão ou área externa porque Xuxa estava chegando com Sasha e eram estas as ordens recebidas. Ninguém poderia transitar no hotel até que as “beldades” chegassem a seus aposentos.
    Parabéns, Cristina! Não conhecia seu Blog e agora “vou te seguir”, rsrs!

    Curtir

    • Obrigada, Vivi 🙂 Realmente, é complicada essa “separação” entre pessoas famosas e os “meros mortais”. Imagino que seja por uma questão de segurança, mas eles acabam criando um afastamento das pessoas que são seu público e entre as quais há um bocado de fãs. Um abraço

      Curtir

    • Vivi vc só se esqueceu que a Xuxa ´[e uma celebridade, e ela sempre foi sincero e não tem culpa se o Senna e a familia dele gostavam dela, aliás, desnecessário esse comentário. Até a Xuxa não precisa de mídia, e vou dizer vc deliram pra inventar as coisas pq não convivem com ela e nunca chegaram perto, para entender pq ela chegou onde chegou. Senti no seu comentário INVEJA .

      Curtir

      • A geração Xuxa foi o começo da alienação dos jovens que hoje impera! E mais, não tem o bom senso de perceber que agora, cinquentona o tempo de la já passou…Dizer que quem não gosta dela é pq tem inveja é o argumento ridículo daqueles que não têm argumentos.

        Curtir

      • Muita responsabilidade nas costas da Xuxa, hein. Acho que desde que o mundo é mundo existem pessoas alienadas. Vou dar um exemplo: em junho, no auge dos protestos pelo país, teve um dia, aqui em BH, que a cidade ficou literalmente em chamas. Manifestantes fizeram fogueiras com destroços de lojas depredadas, policiais os perseguiram com balas de borracha, o caos. Parecia cenário de guerra. Uma colega estava trabalhando na cobertura e, horas depois do início da confusão (e após dias de protestos seguidos), surgiu um rapaz, bem vestido, fone de ouvido na orelha, e perguntou para ela de olhos arregalados: “Oi, por acaso você sabe o que aconteceu?” Ele nem sabia que estavam tendo protestos!!! :O

        Curtir

  25. Criticar alguém, escolher um lado apenas pelo q foi passado pelo fotográfo é de uma ignorância enorme.Só o fato de informar que não acompanha a vida da Sasha como atleta já evidencia o quão tendenciosa é a tal “carta a Sasha”.
    Informo pra os ignorantes de plantão, que a sasha não começou a jogar no Flamengo agora q uqe já foi fotografada, ou melhor, se deixou fotografar inúmeras vezes.Aliás, sempre no começo e final de jogo ela faz a foto oficial pra imprensa junto as colegas de time.Quando o público pede fotos com a sasha, ela não se nega a tirar e além disso, chama as colegas pra tirar tb, alegando fazer parte de um time.
    O fotográfo que disse ter sido agredido, simplesmente, invadiu a privacidade da atelta sim, ao tirar fotos ajoelhado, das partes intimas da jogadora e somente dela, não do time, e ficar pedindo pra ela empinar, fazer poses. Fora isso, ele causou tumulto ao tentar invadir o local do vestiário.
    Se ele estava lá para fotografar o time, o campeonato, pq ele só gritava o nome Sasha? Pq ele ficava a todo momento falando da forma fisica da menina aos berros e pedindo pra ela posar pra foto? Pq ele tb não fotografou outras atletas? Sabem pq pediram pra ele apagar as fotos? pq ele fotografou partes intimas e naturalmente o segurança pediu respeito e pediu pra ele apagar essas fotos da menor e não ela com o time todo.Vcs acham mesmo que o fotográfo é um santo?Um pouco de informação não custa nada a ninguém, independente se essa informação for referente a Sasha Meneghel Muito incoerente afirmar que não sabe nada da vida da atleta, e ao mesmo tempo tomar partido e ainda afirmar como ela costuma agir aos 15 anos.Até parece que todo mundo é igual. Informação nunca é demais.#fica a dica

    Curtir

    • Falou e disse!!Até parece que o cara foi lá cobrir o evento!!Quantas fotos do time vcs viram? Eu só vi essa notícia do campeonato em razão da garota! O cara vai pedir uma graninha e tudo fica bem!

      Curtir

  26. Gostei muito do conteúdo dessa sua carta mas infelizmente não acredito que a pessoa em questão a leia, deve ser vigiada até nas suas leituras afinal com a mãe que tem não se pode esperar muita coisa.

    Curtir

  27. Não sabe o que realmente aconteceu e vem defender um cara de quase 2 metros de altura que se jogou no chão. Nunca acompanhou a trajetória da sasha no esporte, como falou e ainda quer dar uma de vidente afirmando que ela é assim ou assado, que bate porta, que faz e acontece.Sensacionalismo puro e falta de informação de mãos dadas.

    Curtir

  28. Como afirmou o fotográfo, estava fotografando partes intimas da Sasha, fazendo elogios toscos e gritando seu nome.Aliás ele gritava seu nome desde quando ela estava no vestiário e tentou fotografar e foi impedido e pediu para ficar na entrada do vestiário afirmando que iria esperar a sasha sair.

    Curtir

  29. Minha ressalva é para a Amana, uma informacao que creio, ela necessita saber.
    O reporter em questao nao vende suas fotos, ele nao e um qualquer que estava la para fotografar uma “celebridade”. Ele é reporter e funcionario do jornal Estado de Minhas ha mais de 25 anos. O mesmo tempo que convivo com ele e (uma de minhas melhores amigas) sua esposa. Desde os tempos das normalistas do Instituto de Educacao onde so estudavam meninas e la ia o Gladyston buscar sua namorada na porta da escola. Um rapaz educado que fala baixinho, um verdadeiro cavalheiro. Para confirmar isso, basta ler em sua pag do Facebook, os inumeros testemunhos de outros jornalistas e colegas do Jornal EM enaltecendo as mesmas qualidades do pai de duas filhas adolescentes, covardemente agredido no desempenho da sua funcao.
    Ele estava credenciado pelo Minas Tenis para fotografar o evento e cumprindo ordens de seu empregador.
    E para outros desinformados, a alegacao (dos segurancas) de que ela e menor e conforme o estatuto da crianca e do adolescente nao pode ser fotografada, se aplica a menores infratores e em caso de fotografias com conotacao sexual. Sasha e atleta de um esporte coletivo, de um time que veio jogar em nossa casa, o Minas Tenis Clube.
    A mae da jogadora entrou em nossa cidade, em nossa casa como se rainha fosse. Com um cachorrinho no colo, fato que revoltou os socios do clube, que pagam absurdo de mensalidade e nunca puderam levar seus cachorrinhos para a quadra em dia de jogo. Sem respeito pela casa alheia, pelas normas de quem tinha o mando de campo. Sem nenhum pudor numa casa que nao e sua. No minimo falta educacao a essa senhora e nocao aos administradores do Minas

    Quanto ao seu texto Kika, lucido e bem escrito, me ajudou a desintoxicar da raiva que tive desde o acontecido. E preciso saber mais antes de julgar o outro, e preciso ter sensibilidade e clareza para ver alem. Isso voce tem Kika.

    Tenho pena da menina pela mae que ela tem, pelo mundo de fantasia em que vivem.
    Assim como tenho pena dessa Amana e de alguns outros que nao conhecem seu trabalho, a acusam de querer promocao em cima dos acontecimentos e tambem acusam o fotografo que foi a vitima da agressao.

    Bianca Ramos.
    Fotografa.

    Curtir

    • Bianca, muito obrigada pelo seu depoimento. Não tive a oportunidade de conhecer o Gladyson, mas tudo o que li a respeito dele confirma a informação de ele ser um ótimo profissional. Também foi muito importante você trazer a este espaço o fato de ele ser contratado há 25 anos pelo “Estado de Minas”. Não pus isso no post, mas acho que, a esta altura, com tanta boataria surgindo, é sempre bom que isso seja destacado. Obrigada, um abraço e, por favor, diga ao seu amigo que desejo melhoras a ele. Sempre fico muito triste quando vejo um jornalista sendo agredido em pleno exercício de sua profissão. Está cada dia mais difícil exercer o livre jornalismo no Brasil. E isso porque, em tese, vivemos numa democracia. Algum dia as pessoas vão entender que as democracias só se fortalecem quando é possível haver livre informação, debate e opinião. Um abraço!

      Curtir

    • Bianca me desculpe tenha pena de vc que não conhece a Sasha e nem a Xuxa que foi super educada e atenciosa com todos, qto ao cachorrinho que INFANTILIDADE, se fosse realmente proibido Xuxa não entraria com ele, se permitiram que culpa tem ela?? oivi relatos que o fotógrafo ficou sim encima da Sasha tirando fotos dela e das outras qdo abaixavam, ele pode ter 25 anos de carreira mas é um ATOR. Ninguém derrubou ele e tem gente que filmou fiquem espertos, tem, BO e vai ter audiência lá td será esclarecido.

      Curtir

      • Ele fez boletim de ocorrência, exame de corpo de delito, ressonância magnética. Provavelmente há câmeras no clube também. Mas tudo isso é caso para a polícia e o Judiciário se ocuparem. Não para nós.

        Curtir

      • Tatiana,
        Vc estava la?
        Ser educada é o mínimo que se faz qd entra-se na casa ou campo de alguem. Essa senhora nao fez mais do que a obrigacao ao ser educada. Ainda assim se acha superior as leis, que sao as mesmas para todos.
        “Tem gente que filmou.” Öuvi dizer” é muito fácil falar e nao provar nada.
        O unico relato fundamentado ate agora é o BO feito pelo jornalista agredido.

        A costela dele trincada e os 10 dias de licenca medica nao fazem parte de nenhuma performance artistica.

        Qualquer pessoa erra, ninguem é perfeito, nao estou aqui defendendo o jornalista que é meu amigo e sim toda uma categoria da qual faco parte e que merece respeito.

        Contra FATOS nao há argumentos.

        Curtir

  30. Um bom tema para reflexão aos pais famosos que tratam seus filhos em um mundo de fantasias. Acordem e mostrem a eles, o mundo real para que não se arrependam no futuro. Parabéns Kika pelo texto e que Sasha cresça profissionalmente por seus méritos e pelo nome da mãe.

    Curtir

    • Tomara mesmo que ela descubra o próprio talento — seja no vôlei ou em qualquer outra área — e siga em frente! Ser famosa ou filha de famosa tem uma vantagem importante: servir de exemplo e inspiração a milhares de outras jovens. Que seja um belo exemplo a se seguir 🙂 Abraços

      Curtir

  31. Gostei da sua forma de se dirigir à Sasha, Cristina! Ela sempre viveu protegida por estes seguranças, e se acostumou a isto, só que sendo jogadora de um time famoso, ninguém pode impedir os fotógrafos de tirarem fotos dela, mesmo ela sendo famosa pelo nome da sua mãe. Ela ainda é jovem, e se sente insegura, mas é hora da mãe dela começar a ver que a filha não é mais uma criancinha, e não permitir agressões deste tipo aos fotógrafos que não estão fazendo mal nenhum a ela. Tudo bem que eles a defendam dos bandidos, dos pivetes, dos maus elementos que tentam se aproximar, mas bater num fotógrafo a ponto de lhe causarem um problema na coluna, é muito sério! Eu entraria na justiça, pois agressão, de qualquer forma, é crime, e ele simplesmente estava tirando fotos. Como poderiam proibi-lo de tirar fotos dela, se ela estava exposta durante um jogo? Aproximação física é uma coisa, mas aproximação profissional é outra. Tudo precisa ter limite, e seguranças não agem com a cabeça, só com os músculos, por isto precisam ser bem orientados nestas horas.

    Curtir

    • Concordo. Não o conheço, nem li nada nesse sentido, mas imagino que ele acione, sim, a Justiça. Talvez não contra a Xuxa, mas contra quem quer que tenha contratado e orientado os seguranças ou, em último caso, contra os próprios seguranças. Um abraço

      Curtir

      • Waldívia Galeane disse:
        Seu comentário está aguardando moderação.
        18/08/2013 às 12:46
        Meu Deus, que polêmicaaaa!! Aos que são contra a Cristina, vale lembrar o que aconteceu c a filha de Michael Jackson (destruída e c ctz infeliz) ….tão “escondida” e agora, infelizmente, em evidência pelos acontecimentos tristes q está passando!!
        Parabéns pela sua colocação, Cristina!! Tomara que sua carta chegue às mãos da Xuxa, sim, dela, pq fará c que reflita sobre a maneira exagerada em conduzir a vida da filha!!

        Curtir

  32. Sabe, dá é tristeza ler isso… Sou totalmente contra violência..Agora, essa carta para menina foi a pior… Até onde eu sei.. esse fotografo não estava fotografando a equipe em jogo e sim procurando flashes da menina fora de quadra.. E as fotos que foram divulgadas provam isso.. E segundo organizadores do evento nunca em outras edições dessa categoria foi fotografo jornalista cobrir o evento.. Quer dizer, foram lá por causa de quem? A menina vem viajando pelo país jogando vôlei e até então não tinha acontecido nada fora do normal.. Ela já participou de vários torneios, jogou em quadra decadente, dormiu em escola pública junto com as equipes do torneio.. e a mãe sempre acompanhou ela.. A justiça vai julgar o ocorrido.. Acompanho as categorias de base do vôlei a muito tempo e dificilmente vemos divulgação ou incentivo por parte da imprensa as categorias mirins e infanto..
    Não é proibido tirar fotos da equipe.. Tem várias fotos da equipe do flamengo junto com a menina em blogs que acompanham a categoria…
    Não vamos colocar o episódio nas costas da menina..

    Curtir

    • Cara Maria, minha intenção não é colocar nada nas costas dela, muito pelo contrário. As coisas acontecem à revelia de Sasha e estou me dirigindo a uma Sasha de 15 anos, que imagino ser muito inteligente. Não é uma menininha e tratei ela com todo o respeito. Um abraço.

      Curtir

  33. Acho que tem que ficar claro a diferença entre os Pararazzi e fotógrafos esportivos! Marcelo Laguna, se lembra quantos torneios de volei e basquete cobrimos juntos quando trabalhamos no Dipo? É ridículo que uma guria de 15 anos, filha de celebridades fica nessa frescura! Acho que se ela quer ser profissional na area, 1º tem que jogar bem; 2º ter que pensar como profissional; 3º tem que tomar uma atitude madura com relação ao esporte; 4º respeitar suas colegas que nem todas tem o berço esplêndido e necessitam de divulgação da imprensa para ajudar ter um ganha-pão! Acho que tanto a Sacha como a Xuxa estão indo na contramão da humildade que tanto discursaram!

    Curtir

  34. Que saber de uma coisa?? Vc simplesmente falou o que estava engasgado na garganta de muita gente,de vários outros jornalistas… A diferença é que você teve coragem.enquanto outros tem medo de processos,represálias ou perseguição. Só acho!!!!!!!!!!!!!

    Curtir

    • Obrigada 🙂 Tomara que não venha nada disso que você citou, seria muito ruim. Eu só fiz um post no meu blog, que já tem mais de 870 posts… Mas no Brasil não é muito fácil se expressar livremente, como comentei há pouco em resposta a outro comentário. Um abraço

      Curtir

  35. Parabéns pelo texto.
    Gostei muito e concordo com tudo que você disse. Realmente é uma carta bastante direta, verdadeira e que certamente vai possibilitar a reflexão não só dela mas de vários adolescentes que estão nesse momento da ‘decisão’.

    Obs: Como é bom ler um texto tão bem escrito. Parabéns[2]

    Curtir

  36. Cristina Moreno, é a minha 1º vez por aqui em seu blog, vi alguém postar no face sobre esse texto e me chamou atenção,, e se continuar assim, vai chegar a ela sim, e outra coisa, deveria muita gente voltar pra escola e aprender a interpretar texto, acho que esse é o mal de muitos não entenderem, não se importe com os do ” contra” pois sempre vai existir pessoas, ignorantes e pobres de espírito que vão conseguir distorcer o que vc tentou de tão lindo e nobre passar. Continue assim. Parabéns.

    Curtir

  37. Olá Cristina!

    Fiquei sem palavras ao ler seu texto. Você conseguiu dizer tudo aquilo que fiquei dias ruminando sem conseguir colocar para fora. Concordo com tudo, absolutamente. Fiquei 1- bestificada; 2 – embasbacada; 3 – mumificada com a agressão ao nosso colega jornalista (também sou uma). O fato da Xuxa não ter dito nada me deixou com vergonha alheia, sabe?

    Oremos para que no fim tudo dê certo.

    Abraços!

    Curtir

    • Obrigada! Também achei muito triste o episódio. Espero que ele não tenha um problema sério de coluna por estar cumprindo sua função de repórter-fotográfico. Infelizmente, está ficando corriqueiro vermos agressões a jornalistas no Brasil. abraços!

      Curtir

  38. Parabéns pelo texto e muito bem escrito caso a Sasha veja ela vai entender o recado, a mídia em geral esta voltando um pouco na época da ditadura nem sempre os grandes jornalistas publicam o que pensam.

    Curtir

  39. Você disse tudo Cristina. Chega uma hora que é preciso romper os laços e cortar o umbigo. Que ela tenha uma mãe famosa… mas ela precisa andar sozinha… Você foi muito feliz em suas colocações. É preciso ter luz própria… Vamos Sasha, voe com suas próprias asas.

    Curtir

  40. Realmente Cristina! fiquei feliz em ler sua carta, confesso que na hora que li a matéria da agressão do fotografo, “fui acometido de raiva”, quase que na hora desabafei “como costumam fazer os demais quando ficam chocados com absurdos!” mas na condição de Jornalista e para não agir num momento de emoção, me contive! sua resposta a este absurdo que foi a agressão para este colega de imprensa é inspirador, principalmente a eu que sou recém formado em jornalismo! forte abraço e parabéns! https://www.facebook.com/luiz.dornelles

    Curtir

  41. Quando li a tal reportagem sobre a Sasha, pensei o mesmo que você! Ela foi exposta desde o seu nascimento e agora não quem expô-la? Não estou lendo isto!
    Enfim, faço das suas as minhas palavras, e de muitos que gostariam de expor(!) tamanha indignação!

    Curtir

  42. Acho que as pessoas não entenderam o real motivo da carta, não acho que seja pq a Sasha é intocável, ou pela Cristina ser de Minas. Acho que o foco aqui é pelo respeito aos profissionais e pelo fato de que com certeza as outras garotas do time possam ou queiram alcançar o profissional e até mesmo o reconhecimento, a fama, por assim dizer. Não é a toa que existe liberdade de expressão. E digo mais não acho Cristina, que vc esteja se aproveitando da situação. Pode ser que sim, pois é um assunto que está na midia e vc como jornalista, tem mesmo é que manter as pessoas informada sobre todos os assuntos, e acho também que tem que se escrever do que está vendo e pesquisou por isso, talvez por esse fato vc não tenha escrito de mais ninguém. Muito me admira, as pessoas virem aqui falar que vc não deve falar de pessoas públicas, uma vez que é delas que eles querem saber e delas que eles vão comentar, ou será que ele querem saber da vida do mendigo da qual eles passam direto pela rua todos os dias, na qual eles ignoram e sentem repulsa, que eles acham um absurdo está ali na rua. Quanto a falar diretamente com a Xuxa, garanto que se ela fosse de fácil acesso nada disso teria acontecido, ou será Cristina que vc quer uma fratura pelo corpo??? Se fosse fácil falar com essas pessoas acredito plkenamente ue o Brasil iria falar com o/a presidente na qual temos muito mais a cobrar do que de uma menina de 15 anos. Parabéns pela carta Cristina, muito bem escrita

    Curtir

  43. Eu tive acesso a sua matéria via facebook. Muito interessante, delicada, relevante. Todos os pais, famosos ou não, deveriam ter acesso a sua matéria uma vez que ela expõe o cuidado com que os mesmos devem tratar os seus filhos. Criança não vem com manual de instrução. As atitudes dos pais na nossa educação são feitas de erros e acertos pois afinal de contas são seres humanos. Uma das coisas que sempre tenho certeza é a de que os pais devem ensinar aos filhos a questão da educação, respeito ao ambiente que o cerca e, o mais importante, conduzi-los por caminhos seguros para assumirem a sua vida. Parabéns pela matéria.

    Curtir

  44. Isso é ridículo, deixem a menina em paz, dizer que qualquer jornalista cobre competição infanto juvenil de vôlei é sacanagem, fui atleta amador e as únicas pessoas que acompanhavam nossos jogos eram alguns pais e atletas de categoria amador. Realmente a culpa é da mae dela e das pessoas ávidas por notícias medíocres, pobre menina sofrera pressão eterna por ser filha da xuxa.

    Curtir

      • Engraçado, parecia que vc acusava a garota de ter se omitido! Afinal, aos quinze anos já se toma as próprias decisões, era o mote do texto, ou não? Me pareceu um puxão de orelhas, tipo: Sai dessa vida, tome atitude, rebele-se contra esse mundinho que criaram para vc”. Posso ter entendido mal, né?

        Curtir

  45. Parabéns Cristina! Isso sim é uma crítica construtiva, e você soube abordar o assunto com tanta delicadeza… ótimo texto!

    Curtir

      • Sinceramente, li a carta e tenho que lhe dar parabéns, não pelas palavras bonitas e sabiamente colocadas mas sim a imagem que nesta passou. Já paramos para pensar o quanto de vezes que isso ocorre? O quanto Fotógrafos que vão as ruas são agredidos facilmente por seguranças? Acho que não, esta não é uma carta de “revolucionadora/educadora” do mundo mas sim uma visão ampla tanto de jornalista como de pessoa. Tenho a concordar com você o quanto esta situação torna triste mas temos que visar que o trabalho é importante, seremos eternos humildes para conquistar nossos talentos que provém dos sonhos e metas que idealizamos.

        Está de parabéns Cris!

        Curtir

      • Obrigada, Jhon. Realmente, quem não é jornalista desconhece como esses profissionais são vítimas cotidianas de agressões. O fato relatado neste post aconteceu em Belo Horizonte, numa região nobre da cidade, contra um profissional contratado há anos por um dos maiores jornais da cidade. Imagina o que acontece em regiões mais distantes do país, ou contra profissionais de veículos mais frágeis? O resultado desse quadro é triste: somos o terceiro país em número de jornalistas mortos no exercício da profissão no mundo (http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2013-05-03/brasil-e-terceiro-do-mundo-em-numero-de-jornalistas-mortos.html). Por isso não dá para relativizar o que houve no clube. Um abraço.

        Curtir

  46. Parabéns Cristina! Isto sim é um belo conselho, seria bom se os pais de Sasha também tomassem conhecimento e tirassem algum proveito.

    Curtir

  47. Cristina vc viu que o próprio Clube disse que o incidente ocorreu na portaria do Clube, e nao na quadra, por ai o fotógrafo já está mentindo, tinham 10 amigos meus lá seguidores, eles disseram que os seguranças não foram grosseiros, sei muito bem que a Sasha é tão humilde e legal, que não gosta de ser fotografado somente ela, cm se fosse a dona do time,e as outras meninas passarem de coadjuvantes, sempre gostei da educação que a Xuxa deu para a Sasha não a trancando em um castelo, pois se fizesse isso a chamariam do Michael Jackson, passa noticia de Gisele, Kate de td mundo em jornais , saem filhos de todos em revistas mas qdo a coisa é com a Xuxa o buraco é mais embaixo, a maldade chega a doer. A Xuxa não se pronuncio pq sabe aquele ditado, merda qto mais mexe , mais fede..se ela falar ai sim a coisa toma outro rumo,porisso ela fica quieta. O segurança faz a parte dele, se eles não protegem o artista fica quebrado, eu não gosto deles porque é sempre NÃO, MAS NUNCA OUVI DIZER QUE ELES AGREDIRAM UM FÃ, são duros sim, chatos,mas, sei que nesse caso tem mentira. Eu já sai de encontro com a Xuxa e outros, machucada pq me jogava não sabia me comportar, hj fico de longe , Pq sei como é. Pela educação que a Xuxa da para sua filha, que tm não quis festa de 15 anos, mas ganhou em belo cruzeiro com as amigas em um navio, inclusive as do Voley, sei que esse episódio não vai arranhar em nada a imagem tanto da Sasha como da Xuxa, são 30 anos de carreira limpa, e a Sasha é uma menina querida, e até conselheira do time, e ainda é 70% reserva, está aprendendo a jogar , ainda não é uma jogadora profissional e sua imagem tem sim que ser preservada até que ela decida a hora de expor. A gente da conselho pra quem pede, e sei que a Sasha não precisa de seus conselhos pois tem uma familia maravilhosa presente. é isso Boa Sorte

    Curtir

    • Tatiane, você é fã. Eu sou jornalista. Até agora, todos os que se pronunciaram oficialmente sobre o caso relataram o que também foi relatado por colegas jornalistas: ou seja, que houve uma agressão desproporcional a um repórter que estava exercendo sua profissão, credenciado para a cobertura do jogo e das atletas. Você pode aproveitar o episódio para refletir sobre um problema real ou pode tentar achar que tudo é uma conspiração e todos estão mentindo para prejudicar a imagem de Xuxa e de Sasha. É seu direito. E eu me reservo no direito de chegar às minhas próprias conclusões e escrever sobre elas livremente, sempre mantendo o respeito pela Sasha, que me parece a maior vítima de tudo isso. Se minhas palavras vão chegar até a Sasha ou não, não sei. Seria legal. Mas já acho legal se outras meninas como ela, que a admiram, aproveitarem o momento para fazerem uma reflexão sobre tudo isso. Sobre a fama e sobre o respeito a jornalistas e ao público. A agressão está registrada em B.O. e comprovada em laudos médicos. Muito provavelmente, alguém responderá judicialmente por ela. Você deve desejar boa sorte a essa pessoa, não a mim. Um abraço.

      Curtir

      • Ele caiu, cm eu te disse me machuquei várias vezes pq não tinha educação, tem muitas testemunhas que vão provar q não teve agressão por parte dos seguranças, eu acredito nos meus amigos pq eles são tm na sua maioria jornalistas, q quero falar c vc in box, cm eu te disse ele caiu e pediu para fotografarem ele, nunca fui fã ignorante, sou formada trabalho, concursada, jamais defenderia um caso de agressão, porem vc pode ter certeza que se a Xuxa desmentir, a coisa só vai piorar, vai aumentar o assédio encima da menina.

        Curtir

    • Tatiane, está muito claro que vc é fã fanática da Xuxa e Cia…Então seus comentários são claramente parciais e pouco acrescentam a reflexão proposta…Aliás, acho que a carta serve pra você….Apesar de, provavelmete já ter passado dos quinze, acho que está na mesma “vibe” da Xuxa…Sabe a Síndrome de Peter Pan? Então, é por aí…Abraços.

      Curtir

    • Pois é, Tatiane! Concordo com vc! Mas fico constrangida em dizÊ-lo, pois a autora do texto, me mandou procurar atividades mais produtivas e interessantes pra fazer. sou advogada lido com casos de difíceis solução, de uma forma inequivocamente produtiva; coisas interessantes variam de gosto pra gosto. Eu por exemplo, nas horas vagas, gosto de ler notícias em redes sociais que me pareçam interessantes. ainda que venham de uma blogueira/jornalista sem destaque profissional. Achei que o espaço era democrático e a autora tivesse mais savoir fair pra lidar com críticas, ao invéz de orientar a pessoa que discorda de seu texto a procurar atividades mais produtivas e interessantes. Atestou que seu ler blog é mesmo desinteressante e nada produtivo. Pena. Ela apenas se repetiu: Não me conhece, não sabe que tipo de interesses ou atividades tenho como lazer ou a título de labor, e já lascou que estou sendo improdutiva e desinteressante nas minhas atitudes; tsc tsc, como fez com a Sasha, julgou sem conhecer! A diferença é que ela tem quinze anos, e não toma conhecimento de blogs improdutivos e desinteressantes como este, pra se defender! rs rs

      Curtir

      • Ah, procurei aqui e achei. É verdade, eu disse isso mesmo, embora de forma bastante bem-humorada. É que tinha acabado de liberar uns 12 comentários seus e achei curioso que alguém que tinha detestado tanto o meu texto e o meu blog — de uma jornalista “sem destaque profissional” — perdesse seu precioso tempo fazendo tantos comentários, “ao invéz” de gastá-lo atuando com seus casos difíceis de advogada. Mas fique à vontade para inundar este post já absolutamente esquecido, por mim e pelos leitores, com seus comentários super “críticos” 😉 Um abraço

        Curtir

      • Como disse, em meu tempo livre, gosto de ler qualquer tipo de texto, pra espairecer, coisas desse tipo, inclusive! Não disse em comentário algum que detestava seu blog, ou seu texto; apenas usei o sagrado direito de divergir, apontando algumas brechas trazidas pelo texto; tão somente isso. e parece que vc também tem tempo e dedicação de sobra, pra responder a comentários feitos, como este último, tempos depois do evento. Logo, tempo a gente arranja. e mais, acredito até que vc seja uma boa jornalista, texto íntegro, bem redigido! Apenas não me solidarizei com essa carta, pelos motivos alhures argumentados. Também não sou uma advogada de destaque, isso não nos desmerece, há espaço pra todos, e o reconhecimento pode levar tempo!Meu tempo não é precioso, trabalho, mas o dia é longo, e não tenho patrão, assim, posso usufruir meu tempo como bem entender! Mas acho que precisava pontuar. O que pareceu divertido pra vc, a mim soou como um sarcasmo mal disfarçado. Sorry! Abraços, e felicidades!

        Curtir

      • Silvia, me desculpe se entendeu como um sarcasmo. Eu queria que vc entendesse que: 1) todos os seus comentários, divergentes ou não, foram devidamente aprovados e estão devidamente publicados aqui neste blog; 2) Sempre respondi de forma respeitosa a todos que vieram aqui, mesmo os que vieram me esculhambar (e não foram poucos). Acho injusto que me acuse do contrário; 3) Não ligo para ser ou deixar de ser jornalista “de destaque”. Este é apenas um blog pessoal, sem qualquer pretensão, onde escrevo posts há vários anos, e tampouco tenho culpa se um post específico acabou sendo muito lido. No mais, fique à vontade para comentar aqui sempre que quiser, e seus comentários sempre serão publicados numa boa e, como na maioria, respondidos, que é um esforço que me proponho a fazer desde que criei meu primeiro blog, há dez anos. Um abraço

        Curtir

      • Ah! aproveitando, ao invés, significa “ao contrário” traz o sentido de oposição, o erro foi de digitação, daí o “Z”, creia-me, não só jornalistas sabem escrever, redigimos peças processuais o tempo todo! abraços

        Curtir

      • Minhas sinceras desculpas! Respeito seu trabalho e a polêmica só me deu vontade de ler seus posts com frequência; gostei da sua franqueza, sinceridade!Lamento pelo bate boca! sucesso na carreira e na vida! abraços

        Curtir

  48. O que realmente me impressiona é o como paramos para pensar na vida alheia, principalmente das famosidades… Entendo a defesa de jornalista, repudio o mal trato ao profissional que estava fazendo seu trabalho. E, concordo que a vida da “mocinha” sempre esteve exposta, preço que se carrega ou não por ser filha de quem é. Mas ainda penso: será que ela se importa? Quem garante que ela vai mudar postura, atitude ou comportamento por causa de alguém, e ainda, será que ela sabe mesmo o que houve? Sei, que cada um vive imerso dentro do seu universo paralelo. E mais, e se ela gosta dessa vida que leva. Na relatividade da vida o que já aprendi, é não julgar… Nem esperar que tal famosidade tenha essa ou aquela atitude. Sou apaixonado por Cazuza e fiquei chocado com o que ele fazia contra as enfermeiras do hospital de Boston – quando esteve internado. Nunca imaginei que esse “poeta – gênio e moderno” fosse capaz de fazer o que fez. Não consigo acreditar mais em tudo o que leio no lixo (imprensa marrom) que só quer vender noticia e nem em famosidades que por não serem celebridades (por não ter uma carreira efetiva e que seja celebre) fazem de tudo para vender noticia. Mas, gostei do texto e entendi a intenção. Só acho que a Sasha não está muito preocupada, assim como a maioria que como ela nasce em cima de uma grana absurda. E com tanta coisa importante acontecendo e precisando de atenção no mundo, isso amanhã já será balela. Espero que ela leia isso, e se ler, que cause algum impacto.

    Curtir

    • É mesmo muito difícil de prever como uma pessoa que a gente não conhece pode reagir a uma provocação de uma completa desconhecida. Mas é mais ou menos o que acontece, em última instância, com qualquer texto, né? Este era pra ser só mais um post do meu blog, como qualquer outro. Mas fico feliz que tenha sido lido por várias pessoas, que vieram aqui comentar e dar seu pitaco, dizer que odiaram o texto, que sou uma aproveitadora (e coisa pior, rs), ou que escrevi uma mensagem bacana. É como uma garrafa jogada ao mar… Mas pelo menos uma parte viu que havia uma mensagem lá dentro, não estava vazia. Um abraço!

      Curtir

    • Humm, então é por isso que está enchendo de gente aqui. A Xuxa tem uma carreira muito sólida e tem milhares de fãs. Se tiver a oportunidade, explique ao pessoal que minha intenção não é denegrir a imagem de ninguém, muito pelo contrário. Não conheço a Sasha, como os fãs devem conhecer, mas vejo nela uma garota muito inteligente, que quis seguir uma carreira própria, pelo gosto e talento próprios, e não à luz da carreira da mãe. E foi justamente pensando nisso que escrevi meu post. De qualquer forma, acho que os fãs não podem achar “normal” uma agressão tão grave a um profissional, só por serem fãs. É preciso ter o mesmo senso crítico que todos esperamos da Sasha. abraços

      Curtir

  49. Cris, talvez a Tatiane Martins esteja se referindo a esta mensagem [ .
    https://www.facebook.com/pages/Sasha-Meneghel/325401430831082?hc_location=timeline ]

    “Sasha Meneghel
    há 10 horas
    Bom dia a todos, depois do episódio desta semana, encontramos um post muito bonito no blog da Kika Castro, ex atleta do Minas Tênis Clube. Trata-se de uma bonita “Carta a Sasha Meneghel”. Vale a pena ler.

    Sasha, “sirva de inspiração a outras crianças e adolescentes”! (Kika Castro)

    https://kikacastro.wordpress.com/2013/08/17/carta-a-sasha-meneghel/

    Curtir

  50. Pode ser até coerente alguns pontos do texto, porém a imprensa, os jornalistas e companhia, sempre se fazem de vitima quando sofrem uma agressão. Realmente a violência é a pior ferramenta para se resolver algo, mas como estes profissionais vivem provocando estarão sempre envolvidos nesse tipo de situação porque paciência é algo muito pessoal. Lamentável!

    Curtir

  51. Até parece que esse repórter estava fotografando a Sasha por ser uma grande jogadora de vôlei ,Todos sabemos q só estavam atrás de fotografar a menina por ser filha da Xuxa ,deixa a menina em paz ,se ela quisesse ser celebridade ,ela seguiria uma carreira artística ,tem muitos atletas por aí com muito talento precisando de atenção pra conseguir um patrocínio ,fica aí a minha opinião,não desmerecendo a dos outros …

    Curtir

  52. Tadinha, né? Deve ser o ó ser filha de Xuxa. Imaginei a mesma cena da porta batendo. Não vai ser fácil escapulir da mamãe não.
    Cristina… rs… vou fazer um comentário meio fora de propósito, desculpa. Mas a gente não precisa ter dez anos de cachorrinhos prá eles entrarem na lista não. Um abraço.

    Curtir

  53. Cristina, tomei conhecimento de sua carta por meio de uma amiga e parabenizo-a pela forma clara, honesta e educativa de suas linhas. Tomara que tanto Sascha quanto a mãe tenham a oportunidade de lê-la e possam refletir sobre os pontos levantados. Creio que precisam ter a real ideia de são pessoas normais embora tenham uma posição financeira diferenciada e acreditarem que todo o resto se rende aos caprichos do tal set “Celebridades”. Ao final, o pó será o mesmo. Um abraço

    Curtir

  54. Excelente a abordagem Cristina! E concordo com todos os pontos de vista e principalmente que nada justifica a violência. Só acho que o que ninguém da imprensa esclarece: A copa de Vôlei está na nona edição, e não me recordo de nenhuma nota de edições anteriores. Se eles estavam lá para cobertura do evento, porque não estavam credenciados a fotografar e entrevistar atletas “dentro da quadra”, como é praxe nessas coberturas. Repito que não sou a favor e nada justifica a violência sofrida pelo “repórter”, mas convenhamos, alguém fotografando com um “zoom” enorme,de um local onde era permitido a qualquer pessoa assistir ao jogo…não pode falar que estava “cobrindo o evento”. É só uma opinião, que acho que também os “paparazzi” têm que ter limites…e é muito fácil para alguém que tenha a credencial de repórter, que, talvez estivesse apenas atrás de uma foto para vender para essas revistas de celebridades, que pessoas como nós, com certeza, não lemos…rsrs…Só mais uma coisa: sou sócio do Minas e passei pela portaria no momento do “bate boca”…. Roberto Carlos

    Curtir

    • Por favor, conte pra gente como foi na hora, do seu ponto de vista. Por enquanto temos os relatos dos jornalistas e dos fãs de Sasha/Xuxa, mas você é o primeiro que apareceu aqui para dizer que presenciou a confusão como uma testemunha à parte 🙂

      Curtir

  55. Oi Cristina,
    Tudo bem com voce?
    Tambem eh a primeira que vez leio algo que voce escreveu, gostei muito, acho que voce foi doce, passou sua mensagem com clazeza, sem culpar ninguem. Soube dar cutucadinhas de leve para despertar interesse dos leitores e tambem soube ser eficaz escrevendo de uma maneira que qualquer hora esta carta vai acabar chegando ao olhos da garota em questao. E parece que jah chegou, nao? Ao contrario do que alguns leitores pensam, acho que existe um soh lado, e que mae e filha vao ficar agradecidas ao receberem a sua mensagem.
    Quando lendo outros comentarios postados acima, as vezes tive a impressao de que estavam referindo a outra carta diferente da que li, o que talvez tambem possa ser questao de percepcao da minha parte, pois acabo de retornar ao Brasil depois de uma ausencia de quase 20 anos.
    Enfim, alem deste blog, onde mais posso te encontrar?
    Obrigado, boa sorte ()
    DAVID R SILVA

    Curtir

    • Obrigada, David. Acho que é normal isso, todo texto está sujeito a infinitas interpretações, né? Mas fico gratificada de ver esta movimentação e discussão toda no meu bloguinho, mesmo tendo sido mal-interpretada em alguns momentos. Um abraço, volte sempre 🙂

      Curtir

  56. Queria deixar aqui algumas perguntas: Será que a imprensa também trata todas outras atletas com mesmo assédio? Será que a foto de qualquer outra jogadora do time tem o mesmo valor que a da Sasha??? E se faz entrevista com as outras jogadoras, eles vão perguntar sobre o jogo, sobre o vôlei, sobre como é ser jogadora do flamengo e suas expectativas em relação ao esporte ou vão perguntar tudo isso para elas mas querendo saber em relação a Sasha???
    Então é muito fácil querer criticar a garota e os contratos que impedem o trabalho da imprensa, imprensa essa que se comporta de maneira hipócrita, que ela mesma da preferência em mostrar a jogadora que tem a mãe famosa. E quanto as outras jogadoras, por que será que não tem o mesmo valor para a imprensa???

    Curtir

    • Rafael, o fato de uma jogadora ser mais famosa não é um problema: é um critério jornalístico. Os leitores se interessam mais por uma pessoa quando ela é figura pública. É claro que ela será mais visada pelas lentes dos fotógrafos. Mas eles, de toda forma, estão lá com um credenciamento, obtido para a cobertura de um evento público e de interesse jornalístico (é totalmente diferente da lógica de um paparazzi, que persegue os “famosos” em seus momentos de intimidade, em locais privados, para vender para jornais que queiram pagar mais). Usei o Neymar como exemplo na legenda da foto porque acho uma ótima comparação. O Santos nunca ganhou tanta cobertura jornalística como quando o Neymar estava começando a ser descoberto pela imprensa e pelos leitores, lá dentro. O resultado da cobertura, ampla e livre, muito mais direcionada ao atleta, que também era menor de idade, foi bom para o clube, para outros atletas que passaram a ser revelados e, especialmente, para o próprio Neymar. Sasha teria a oportunidade de começar na carreira de atleta que escolheu para si, a partir de seu talento pessoal, com uma vantagem que todo atleta luta para conquistar por vários anos: visibilidade de seu trabalho (que se converte em patrocínio para o clube etc). A diferença é que, nas páginas do dia seguinte, teria saído o desempenho dela no jogo, o resultado da partida, como ela decidiu virar atleta etc. E não, infelizmente, o destaque para um episódio de truculência contra um profissional de imprensa em pleno exercício da função. Um abraço

      Curtir

      • Mas ao meu ver a grande diferença entre ela e Neymar, é que, quando começaram falar de Neymar, isso ele com uns 12 ou 13 anos, era exclusivamente por sua qualidade e capacidade técnica no futebol, já a Sasha é simplesmente por ser filha de quem é, não duvidando que ela não seja uma boa atleta . Acompanho muito o noticiário esportivo, e já vi algumas matérias sobre ela no time do flamengo, onde segundo o técnico da equipe a Sasha é uma boa atleta em formação, sem qualquer diferença de tratamento das demais atletas, além desse, de não ser fotografada e ser assediada pela imprensa. Em uma matéria sobre as viagens com o time para disputar competições, elas fica no mesmo alojamento das demais e tendo vez que dormiu em colchonetes no chão. Acredito que hoje não é a imprensa esportiva que tanto busca fotografar e assediar essa garota, e sim essas revistas e sites de fofocas e de matérias e conteúdos fúteis. Já quanto ao fotógrafo, lamentável, mas como em todas profissões há pessoas de comportamentos duvidosos (não posso afirmar que é o caso dele), inclusive na imprensa, onde a qualquer custo buscam suas imagens, e criam matérias mentirosas e sem relevância para a sociedade, tirando a liberdade e a privacidade de pessoas e quando cobrados por isso se põem como vítimas.

        Curtir

      • Existem mesmo esses maus profissionais, tanto no jornalismo como em qualquer outra profissão. Não conheço o Gladyson pessoalmente, mas, pelo que me atestam outros colegas, não há nada que desabone o trabalho dele. Ele não estava lá como paparazzi, mas como jornalista credenciado para cobrir um evento. No caso da Sasha, sim, o foco é nela por ser filha de quem é. Mas o Flamengo ganha com isso e todo o time também (quando, é claro, não há agressões a profissionais da imprensa, mas livre cobertura), como aconteceu com o Santos. abraços

        Curtir

      • Posso te garantir que não sairia no jornal o desempenho da Sasha no jogo de vôlei.. Ela já foi campeã da copa do brasil e não saiu na imprensa. Sou mãe de atleta da mesma faixa etária da menina.. jogam contra de vez em quando.. Acompanho os campeonatos e vou a todos os jogos da minha filha..Posso te garantir, Sasha é igual as outras adolescentes.. Ela é tranquila, tímida, humilde e muito atenciosa.. Ela até poderia com a imagem dela conseguir patrocinadores, aumentar a visibilidade do vôlei.. Mas, no momento é uma adolescente que joga vôlei, elas ainda não são profissionais. Talvez se uma dia ela venha a se tornar uma profissional ela use a imagem para conseguir patrocínio. O mesmo falo da Xuxa.. li relatos aqui como se a Xuxa fosse uma pessoa horrível, um monstro.. E não é.. É uma pessoa famosa, que é uma mãe super presente. Nunca nos jogos que a equipe da minha filha jogou contra o flamengo houve qualquer tumulto.. E Xuxa sempre está lá acompanhando a filha e sempre tira fotos com quem pede.. Pelo que as amigas do time falam de Sasha, ela tem humildade suficiente para ler sua carta e tirar alguma coisa boa.. Agora, Xuxa não cria uma filha alienada e isso é visível para quem acompanha o vôlei infantil.. Quanto ao ocorrido, repito: a justiça deverá mostrar o que aconteceu de verdade.. E se forem culpados, pagarão.. Vamos aguardar….

        Curtir

  57. Oi Cristina, também é a primeira vez que leio algo escrito por você. Achei sua carta sensível e respeitosa. O episódio foi realmente lamentável…. Espero que esta moça, a atleta em questão, tenha inteligência para não seguir na armadilha deste mundinho de celebridades. Pessoas que, quando estão no auge de suas carreiras fingem correr da imprensa( estou falando de imprensa mesmo, não de fofoqueiros de plantão!), mas quando em baixa fazem qualquer coisa para aparecer, vale até anunciar gravidez em programa de televisão…. Parabéns pela sua iniciativa!

    Curtir

  58. Meu nome é Luiz de Freitas, professor de Língua Portuguesa e jornalista. Tenho uma neta de 15 anos, Júlia Freitas, que faz poesias lindíssimas, e, quando aparece nos jornais de nossa cidade, Imbituba/SC, deixa-nos extremamente felizes, a mim e a minha esposa Marisa. Para quem o conhece, o filósofo francês Michel Foucault, falou sobre a morte do homem (parodiando o alemão Nietzsche – “Deus está morto”), ao discutir sobre o fim do pensamento liberto, com a consequente aceitação das verdades ditas pelo outro, como regras para a vida, o que transforma o ser humano em marionete na repetição do que enunciam os Faustões, Jôs, Anas Marias e Xuxas da vida (o que percebemos sobejamente nos comentários aqui estampados). Tive a infelicidade de assistir, no programa do Faustão (muitos anos atrás), a Xuxa, com seu namorado na época, Luciano Zafir, que (ela), com cara de anjo (o filme com o garoto que beijava seus seios ainda era proibido), aspecto virginal (santidade absoluta), anunciava ao Brasil sua gravidez. O atoleimado (ele) beijou sua barriga, de joelhos, e o Faustão (como sempre) ficou com sua cara normal de abestalhado e anunciou ao Brasil o nascimento da santa novidade. Só faltou o aparecimento dos três reis magos. “Pobre menina (já cantaram Leno e Lílian), não tem ninguém”. Não quero, aqui, discutir Sasha (esmagada, triturada, servida em lanches globais e revistas tipo Caras). Não tem culpa de ser um projeto de gravidez, exposta intencionalmente na mídia, por alguém que declarou, em horário nobre na Globo, ter sido estuprada seguidamente por amigos da família, após ter seu filme mostrando cenas libidinosas com um garoto beijando suas “mamicas” (para quem quisesse ver), liberado para o mundo. Realmente, é muito triste perceber o que aconteceu. O terrível não é os seguranças da menina terem agredido o repórter (não tenho dúvidas de que isto foi verdade). O mais sacana é um time tão popular como o Flamengo aceitar isto). Quanto aos que defendem a Xuxa, a Globo e procuram justificar a ação dos seguranças, condenando o fotógrafo por ter batido com o rosto nas patas dos animais, são ainda mais dignos de pena, justamente por serem incapazes de pensar, discernir as coisas, Bem… Por isto tudo, sou torcedor do Vasco da Gama (mesmo caindo pelas tabelas!). Que a garota tem que jogar vôlei onde bem entender, é direito seu. Ser jogadora do Flamengo, sendo filha da espertalhona ” adoradora de criancinhas” Xuxa, e não ser fotografada é outra coisa. Texto lindo, sereno e denunciativo, Cristina. Que bom que ainda existam jornalistas iguais a ti.

    Curtir

    • Muito importante o que trouxe sobre o fim do pensamento liberto. Acho importante haver divergências, ainda mais num espaço aberto como um blog. Fico feliz, inclusive, de ver que não apareceram por aqui apenas pessoas concordando com o que escrevi. Nossa democracia ainda é extremamente frágil, então acho que ainda não estamos muito acostumados a presenciar e participar de debates livres com muita frequência. Obrigada, um abraço

      Curtir

      • Bom que teu texto provoque tantas discussões. Tua resposta ao que escrevi deixa uma certa margem a pensar que me coloquei, de certa forma, contra tuas palavras. De maneira nenhuma. Penso que a Xuxa e o tal de Zafir deveriam ser presos pela espetacularização que fizeram com a vida da menina. Este é o resultado. Mais uma vez, parabéns pelas palavras e pela provocação.

        Curtir

  59. Confesso que fiquei com inveja de você, inveja porque gostaria de escrever com tanta clareza, elegância e objetividade. Achei seu texto simplesmente fantástico. Se Sasha vai ler ou não, não tenho a mínima ideia, mas só o fato de eu ter lido, já me sinto melhor informada. Excelente!!! Você escolheu a profissão certa. Parabéns e todo o sucesso desta vida.

    Curtir

  60. Existem circunstâncias da vida que devemos nos impor para certas adversidades, o que aconteceu com esta garota é o tal do super protetorismo de ambas as partes, tem que ser trabalhado na fase do desenvolvimento para não queimar etapas. Gostei da sua visão holística Cristina em comentar este caso. uma forte abraço.

    Curtir

  61. Prezada Kika, tudo bem? Meu nome é Paulo Lava. Sou jornalista e pesquisador de Automobilismo. Por intermédio de amigo — via ‘Face’ –, soube de seu blog e, por conseguinte, de sua carta. Após ler, minha primeira intenção era escrever para você e lhe parabenizar. Porém, constatei que ‘n’ pessoas fizeram isto. Portanto, o que eu teria de ‘novo’ para acrescentar? De qualquer forma, me somo aos demais para lhe estender elogioso aceno à sua crônica. Parabéns (e entro na fila sempre que for necessária para lhe cumprimentar!).
    With kind regards,

    Paulo Lava
    (Jornalista)

    PS: Maravilha constatar que descobri mais um ‘blog’. Em seguida irei incluir nos ‘favoritos’.

    Curtir

  62. Dos textos mais oportunistas e desnecessários que já li. Eu entendo o desejo de abocanhar uma parte do bolo que já está engordando de “likes” o ego dos colegas de profissão, que também são blogueiros, e carniceiros em geral…

    Eu até entendo, sem compactuar, o gosto pelo tombo alheio. Mas, eu não consigo entender que tais palavras saíram mesmo de uma mulher ADULTA. Ao ler o texto apelativo sobre menina rica e famosa sem qualquer esforço, imaginei logo ter sido escrito por uma coleguINHA de time, alguém que sente injustiçada por não gozar de iguais privilégios, ainda que esses incluíssem um repórter de hospitalizado pela tal truculência citada. Como se nós, os adultos, não soubéssemos como se comportam estes respeitáveis profissionais que caçam celebridades para noticiar qualquer banalidade.

    Cara Kika, que tal abandonar as tuas tantas promissoras profissões, e passar a aconselhar adolescentes a se rebelar contras suas “bolhas de proteção”? Pude ver aqui que muitos dos teus leitores mandariam seus filhos ao teu consultório.

    Seriedade, sinto saudades de você. Mande um alô de vez em quando.

    Curtir

  63. Olá Cristina,
    Após ler seu brilhante texto, a conclusão que chego, nem tem a ver diretamente com o tema discutido, mas sim em como faz falta investimento em educação nesse país, visto às inúmeras interpretações errôneas e julgamentos a seu respeito!
    Esse é o nosso Brasil!!!! Ou seria melhor Brazil?! rs…
    Sucesso e ganhou uma leitora a partir de hj!
    Bjs!

    Curtir

  64. Não adianta bater de frente deixem pra lá o Brasil está cheio de atletas que estão se destacando e vcs podem fazer a diferença…. para que ele decolem e são muito melhor e humilde.

    Curtir

  65. “Acho que é mais ou menos por essa idade que a maioria das pessoas começa a virar quem elas realmente são. ” – Começam…plural! Isso nao pode acontecer quando abre seu discurso tão eloqüentemente!

    Curtir

  66. Olá Cristina,

    Gostaria de parabenizá-la pela brilhante postagem e excelente abordagem, pois fiquei sem palavras ao ler o seu texto, você conseguiu dizer tudo em poucas linhas; sou cerimonialista, especialista em protocolo de autoridades públicas no Espírito Santo a mais de 27 anos, formado em comunicação empresarial e eventos; e concordo com todos os pontos de vista e principalmente que nada justifica a violência, tanto para com o jornalista e para a atleta. Com certeza os fãs que aqui postaram, não entenderam “ainda” o real sentido de suas palavras.

    PARABÉNS!!!.

    Leonardo Lares

    Curtir

  67. Foi o primeiro texto que li, não te conhecia. Vivemos em um mundo onde os opostos sempre andam juntos (estranho). Tais celebridades querendo viver uma vida normal e ao mesmo tempo mantendo os holofotes a seu lado. Me identifiquei com seu texto, porque nem conheço a vida dessa garota (e nem me interessa), mas se for pra continuar se expondo como “jogadora” e não poder ser fotografada, que volte a sua redoma de vidro e dê espaço para quem realmente vá se destacar no esporte, não por ser filho de “alguém”. Violência não combina com esporte, mas eles conseguiram a atenção que procuravam (como se precisassem). Se for pra se destacar que seja pelo bom desempenho profissional. Lastimável assistir cenas assim. Belo texto!

    Curtir

  68. Parabéns pelo artigo, e pela puxada de orelha na imprensa que quer transformar os filhos de celebridades em celebridades, esperem pelo menos eles fazerem algo que realmente seja digno de ser divulgado, há muito fato que precisa ser revelado, não só fofocas, isso deixem pra as redes sociais que tiraram o emprego daquelas senhoras que ficavam nas janelas vendo quem ia e quem vinha, falando da vida de todos. ( não resisti). Parabéns pela colocação dos fatos.

    Curtir

    • Num país democrático, exercer o jornalismo não implica passar por riscos como ser agredido ou morrer. O Brasil é o terceiro país em número de jornalistas mortos no exercício da profissão. Talvez isso indique como anda nossa democracia…

      Curtir

  69. Muito bem escrita a sua carta.Você se expressa com muita sabedoria e sensibilidade.Até parece que além de exercer bem o seu ofício de jornalista, você entende de outras searas.Admirável o seu propósito.Percebi nos seus escritos – estou me referindo também às suas respostas,um precioso equilíbrio entre senso crítico acurado e cuidadoso exercício da ética.Uma postura
    muito elegante!
    Muito bom se mãe e filha famosas tiverem a oportunidade de ler.Melhor ainda, se outras mães e filhas , pessoas comuns, sem nenhum resquício de fama,também tivessem essa chance.
    Pena que nem todos que leram, foram capazes de entender o seu propósito.Infelizmente, há algumas interpretações profundamente equivocadas.Faz parte!

    Curtir

    • É, acho que quando a gente escreve um texto na internet tem que estar disposto a ler todo tipo de interpretações, inclusive ofensas pessoais, infelizmente. Mas já fico surpresa e feliz com o alcance que este texto ganhou, que eu jamais esperaria. Obrigada, um abraço 🙂

      Curtir

  70. Para não me prolongar muito, só quero dizer uma coisa:
    Acho que esta “Carta” esta endereçada a pessoa errada. A adolescente não tem nada haver com as agressões sofridas pelo meu colega fotógrafo por aqueles trogloditas.
    Essa carta “pega muito pesado” a uma adolescente que não escolheu ser a filha de quem é, e portanto é uma celebridade assim como a procriadora dela.
    Acho que deveriam procurar os verdadeiros responsáveis do caso e deixar a Sasha fora dessa, creio que ela já tem problemas demais por ser filha de quem é. Um abraço!

    Curtir

    • Oi, Fabinho, deixo claro na carta que tudo aconteceu à revelia de Sasha. Ela não é responsável por nada nem estou jogando nada nas costas dela, só partindo do princípio de que ela é uma garota inteligente que pensa com a própria cabeça e pode questionar o mundo em que vive 😉 Um abraço!

      Curtir

  71. Cristina, só pelo fato de você responder a todos os comentários já te habilita a falar do que quiser, e como você disse muito bem para alguns “sempre-do-contra-de-plantão”, le quem quer. Soma-se a isso um português corretíssimo e muita, muita educação.

    Qualquer coisa que eu disser vai ser reptitivo, então parabéns pela postura e pelo excelente texto.

    Curtir

    • Obrigada, Armando. Dá trabalho responder a todos os comentários, mas é que eu sempre fiz isso, desde que criei meu primeiro blog, então me sinto quase impelida a isso, rs. E tá surgindo cada comentário legal! 😀 Valeu mesmo, um abraço

      Curtir

  72. Você devia buscar mais informações antes de publicar um artigo como esse, porque nem tudo que se noticia condiz com a realidade. Pra quem de fato acompanhou o campeonato, viu que a Sasha é uma menina como qualquer outra, viaja de ônibus, fica em alojamentos (alojamentos mesmo, dorme em colchões espalhados numa sala de aula) e tenta viver uma vida normal. Mas a mídia insiste em atormentar a vida da menina e pessoas como voce se sentem no direito de falar alguma coisa. Ela nao escolheu se filha da mãe dela, nao acho que ela deva amar isso, mas o que ela pode fazer?
    Sobre a questao do fotografo, deixe de ser hipócrita. Ninguém nunca quis saber de copa minas, e é obvio que os paparazzi estavam lá por causa dela e nao por causa do time. Ela é menor de idade e existe uma coisa que se chama direito de imagem. Mas uma coisa que voce nao sabe é que um senhor que sempre tira fotos dos jogos de vôlei estava lá e momento algum ela, a Xuxa ou os próprios seguranças impediram. Entao se informe melhor antes de “tentar” causar impacto na vida de alguem porque esse seu texto foi uma perda de tempo.

    Curtir

    • Desculpe por ter te feito perder seu tempo lendo este texto, entre tantas outras opções disponíveis na internet. Sobre os demais pontos levantados por você, desculpe, mas já os respondi em outros comentários e não vou repeti-los. Há um link para uma notícia no meio do post, a qual atribuo a fonte das minhas informações.

      Curtir

  73. A sua postura quanto ao assunto, a sua transparência simplesmente SENSACIONAL !!! E ótima escolha pelo jornalismo, sua escrita é muito consistente e profissional! Parabéns!!

    Curtir

  74. Cristina, parabéns pelo belo texto. A propósito, a vida dessa menina, Sasha, a mim, assemelha-se ao enredo do filme “The Truman Show”, de 1998, dirigido por Peter Weir e protagonizado pelo Jim Carrey. No filme, Truman Burbank (Jim Carrey) descobre que sua vida, desde sua concepção, é uma farsa televisiva, uma espécie de Big Brother, e todas as personagens que compõem seu núcleo de vida – mulher, amigos, pais, cidade, colegas de trabalho, etc, – sabem da farsa, exceto ele. Assim vejo a vida dessa menina, devassada em rede nacional desde sua concepção e mostrada para o público, ocasionalmente, numa espécie de redoma. Daí sua análise sob forma de carta tão oportuna e brilhante. Que ela, Sasha, cresça e consiga se libertar desse “Xou”.

    Curtir

  75. Cristina, vc foi muito feliz nos comentários, eu nunca tinha pensado nisso. Como essas crianças vivem enclausuradas em seus “mundinhos” de ricos. É uma prisão de ouro. Mas já sabem escolher roupas caras quando ainda é bebê, então devem tomar suas próprias decisões. hj qq adolescente tem vida propria. só não tem quem não quer

    Curtir

    • Sim, adolescentes já estão perfeitamente aptos a tomar suas decisões e assumir suas opiniões. Ontem assisti a um filme que me emocionou muito e que trata justamente disso (vou escrever sobre ele no blog assim que tiver um tempinho). Chama-se “My Sister’s Keeper” (em português virou “Uma Prova de Amor”). Um resumo da pancada: um casal tem uma filha que, ao 1 ano, descobre ter uma leucemia rara que logo iria matá-la. Eles decidem conceber, em proveta, uma irmã, apenas para que, sendo compatível, pudesse doar partes da medula, sangue e, eventualmente, rim, para que a irmã mais velha pudesse sobreviver. Quando a irmã com câncer está com 15 anos e a caçula tem 11, esta decide entrar na Justiça contra os pais pelo direito de ter emancipação do próprio corpo, ou seja, de só doar quando quiser, e não quando os pais quiserem. E começa o impasse. Enfim, recomendo muito. O filme retrata duas adolescentes, uma de 15 e uma de 11, que são extremamente maduras e sensíveis e bem-informadas, como boa parte dos adolescentes de hoje. Um abraço!

      Curtir

  76. Fui atleta por muitos anos, e sei o quanto tive que me esforçar para ser notado e convocado a Seleção Brasileira. Ela pode ser a filha de quem for, mas se viver dentro da bolha da mamãe XUXA e não tiver talento não vai pra frente não. Que diga o Bruno o quanto teve que se superar para mostrar que ele é bom e não somente filho do técnico.Torço até que ela seja uma excelente atleta pois deve ser desagradável viver sendo a filha de mãe famosa sem poder mostrar quem ela realmente é. Abraços

    Curtir

  77. Tomara Deus que todas as pessoas tenham alguém para falar tão seriamente como essa jornalista inteligente, seja Sasha ou Maria não sei da onde, qualquer um gostaria de receber um conselho deste. Por isso sou fâ do Zeca Pagodinho que mesmo com tanto sucesso e dinheiro não se deixa levar por estas idiotices de celebridades, quando se morre todos são iguais e vão para o mesmo buraco. A única diferença pode ser feitas nos arranjos em vez de cravos pode ser orquídeas mas tb aprodecerão do mesmo jeito. Parabéns jornalista Cristina seria bom que vc escrevesse tb para estes políticos safados do nosso país.

    Curtir

  78. Eu creio que nos devemos criar nossos filhos para o mundo. Não devemos impedir suas liberdades de expressão, autoafirmação e determinação. Se colocamos nossos filhos em redoma, eles não terão personalidade própria. Serão eternamente dependentes de seus pais. Devemos sim, orientá-los e mostrar as armadilhas que todo ser humano pode enfrentar.

    Curtir

  79. Olá! Bem sou curta e grossa, isso tudo vem de uma cultura tipicamente brasileira. Os filhos da Lady Di e príncipe Charles, foram bem dependentes em suas escolhas. Segue o exemplo Sasha!

    Curtir

  80. É mais fácil ela pedir à mãe para comprar um time de vôlei para si do que atender ao apelo do escritor desta carta.

    Curtir

  81. Parabéns Cris! Você abriu aqui um debate importante sobre tantos temas: adolescência e autonomia,/ protagonismo; relação pai-mãe e filhos;, papel da imprensa; violência e trabalho; dentre outros. Estou orgulhosa de você! Beijo grande, Ana Rita

    Curtir

  82. Acho que vc esta cobrando demais de uma menina de 15 anos. Eu com essa idade, era ainda equivocada em uma serie de escolhas, cada um tem seu tempo. E depois, ser filha da Xuxa, implica em uma serie de coisas que vc nem imagina. Pode ser o fotografo que for, se a foto sai publicada em qualquer site de esporte, as tais revistas e sites que vc critica, copiam e publicam. A violência usada contra o fotografo nao é culpa de a adolescente de 15 anos que tem que lidar com o peso de, novamente ser exposta, por conta de ser a filha da fulana e tal e tal e tal como vc mesma nao cansa de citar no seu texto. É culpa da falta de treinamento em saber lidar com a situação.

    Curtir

    • concordo Cristina… e como dito anteriormente , metade daqueles fotógrafos não estavam nem sonhando com esse vôlei até aparecer o nome dessa garota…

      Então a gente pensa quantas crianças e adolescentes têm suas vidas detonadas pela fama? a fama é boa do lado de fora, poderíamos criar uma lista de no mínimo 100 nomes de pessoas que enlouqueceram por conta de jornalistas e fotógrafos… pessoas oportunistas que querem arrancar seu couro se possível, e te jogar na lama quando for conveniente… (isso para subir suas escadas)…

      E ai se ganha o jogo a culpa é da garota, se perde a culpa é da garota… depois de serem tão carniceiros, os jornalistas querem respeito?

      Curtir

      • Essa reflexão sobre a fama foi uma das que tentei levantar com o post. Você tem razão — eu só queria que também percebesse, Julia, que não foi minha intenção, ao escrever este texto, jogar a culpa de nada nos ombros de Sasha — muito pelo contrário. Se houve margem a esta interpretação, é algo que foge ao meu controle. Uma coisa é certa: como eu te respondi agora há pouco, foi a primeira vez que abordei um “famoso” em um texto do meu blog, e não pretendo fazer isso de novo tão cedo. Um abraço

        Curtir

  83. Como jornalista que sou, posso dizer que não gostei desse seu texto, achei desnecessária essa “Carta a Sasha”, o texto esta até bem escrito, mas não achei bacana algumas partes dele, em que vc julga a Sasha e a própria Xuxa, por um acontecimento banal que aconteceu a um fotografo do Estado de Minas, Primeiro, resta saber o que de fato ele estava fotografando, se era o time do Flamengo, ou somente a Sasha!! Mesmo pq fotógrafos, fazem de tudo para conseguir uma melhor foto de destaque para a pauta do Jornal. E não acho que a Xuxa ou a própria Sasha deveriam opniar sobre isso na mídia, foi apenas um acontecimento, que seja resolvido, entre as partes envolvidas, que é os seguranças, a assessoria da apresentadora (se necessário) e o jornalista. E outra, acho que cada um vive os 15 anos da maneira que achar melhor, se vc achou que deveria se rebelar ou revoltar depois dos 15, foi uma opção sua, a Sasha tem o momento dela, se ela esta feliz em ser assim, discreta e cercada pelos mimos da mãe, é um direito ki ela tem. Não acho que ela vive em uma bolha super protetora, simplesmente pelo fato dela ter segurança particular, mesmo pq ela é filha de uma das maiores artistas do país. Na minha opinião, ela tem a liberdade que lhe convém, e curte a sua adolescencia, da maneira que a deixa feliz.

    Curtir

    • Desculpem me intrometer na conversa. Mas, um jornalista classificar como banal a agressão descabida cometida contra um colega no exercício de sua profissão é revoltante. Falou o fã e o jornalista saiu de folga.

      Curtir

      • Concordo plenamente e pensei a mesma coisa quando li o comentário pela primeira vez. Se nem os jornalistas perceberem a importância de defender o livre exercício da profissão e de repudiar com veemência as corriqueiras agressões físicas a que estamos sujeitos, a coisa vai ficar mesmo feia para o nosso país. Aliás, chego a duvidar que o comentarista em questão seja mesmo um jornalista. Tomara que não. abs

        Curtir

  84. O mundo seria bem melhor com ” Cristinas”, inteligente, texto bem escrito e humano. Parabéns, continue, não para não. Conselho de uma mineira que virou sua admiradora!! Bj

    Curtir

  85. Cris!! Boas palavras!Pena que jogadas ao vento!!Concordo em gênero, número e grau contigo, apenas que, como diz a Ruth Fernandes, la em cima, quem deveria ler teu “convite”, simplesmante vai passar batido.Não estão nem ai.Mas que ao menos sirva de estimulo para outras Sashas da vida. Parabéns e um beijo bem grande!!

    Curtir

  86. Como inúmeros comentários acima também cheguei aqui via Facebook. Li e reli seu texto. Li e reli os comentários. Valeu a pena ler cada palavra sua e comentários dos leitores. Acredito que seu texto é um ótimo exemplo a ser seguido: o texto que faz o leitor refletir, reagir, concordar ou discordar, ou seja, o texto que coloca o leitor pra pensar. Parabéns Cristina! Sinto-me feliz em aumentar em mais um número as “289,242 pessoas legais já estiveram aqui ;)”

    Curtir

  87. Olha na minha concepção ela tem o direito sim de ter o ser direito de imagem preservado SOMENTE em sua vida pessoal, agora no jogo de vôlei isso já é uma palhaçada.Eu sendo o repórter ia entrar com uma boa ação contra essa garota!
    Outra coisa Cristina Moreno De castro você teria que ser mais objetiva e não ficar fazendo sermão, você acha que a Sasha e sua mãe vão ligar para opinião do povo?

    Curtir

  88. Que bom que a XUXA não abortou a Sasha, Assim vamos ter muito assunto para falar dela nos seus 16,17, 18,19,20 21,23 e tantos anos. Mas se ela morrer jovem também vamos falar dela,.Se ela se viciar em droga;, se for estrupada por algum segurança,se atropelar alguém pobre na rua,Imagina como vão falar dela quando estiver namorando, e se ela for sapatão. Nossa já pensou se ela virar evangélica? Vamos ter muitos assuntos para blogueiras, fofoqueiras, formadores de opinião, catadores de lixo, ex-paquita,, moradores de rua, patricinhas, funkeiros, pedintes das esquinas. ,favelados, estudantes universitários etc etc.Os cães ladram e a caravana passa ou toda unanimidade é burra?

    Curtir

    • Mais que m* tem haver o teu comentário ???? Você pelo visto não entendeu o que a blogueira postou não é ??? Adorei o post da Cristina Moreno , realmente o que aconteceu com o jornalista foi um absurdo , ele simplesmente estava cobrindo um jogo , agora pelo fato da menina tentar sair desse circulo de flash sera um pouco complicado , a mãe dela fez tudo da vida da menina virar notícia .

      Curtir

      • Que boca suja a sua. Antes de escovar os dentes passe um pouco de sabonete.Provavelmente vc é daquelas que leem todas as “noticias da XUxa e da Sasha..Seja feliz..

        Curtir

  89. Tô tão feliz que está cheio de especialista aqui.. Feliz porque saberão educar seus filhos..
    Gente, não se preocupem com a Sasha não… Enquanto, tem uns filhos de famosos chamando atenção na net, ela tá lá vivendo a vidinha dela, estudando e jogando vôlei.. Quando ela quiser aparecer ela coloca umas fotos fazendo careta no instagram e no facebook.. rsrsrs

    Curtir

  90. Bem feito a todos que babam as celebridades e fazem o “culto a personalidades”.Colham os frutos agora!!! as personalidades cagam em vcs!!

    Curtir

  91. Concordo plenamente com o escrito pela autora. Mas gostaria de saber antes de qualquer coisa relacionada à garota e sua mãe, como está hoje, o fotógrafo, afinal, por causa de truculências, ele foi impedido de exercer seu trabalho, enquanto imprensa e ainda sofreu lesões. Creio que no mínimo ele deveria ( se não o fez ), levar esta agressão até as últimas consequências, pois chega de ignorância por parte de alguns artistas arrogantes que se acham donos do mundo!

    Curtir

  92. O problema da educação é muito sério mesmo neste país. Quem interpretou negativamente e até a insultou, com certeza não teve o privilégio de uma boa aula de interpretação de texto e não sabe separar o pessoal do profissional.

    Ainda hoje comentei o post de uma amiga da seguinte forma: “Queridona, ai daquele que não tira proveito de livres debates, de troca de informações; ai daquele que não se dá oportunidade de aprender um pouco mais ou tem em mente que suas palavras podem sim ensinar a muitos outros; ai daquele que não questiona pelo simples fato de não querer ser questionado, porque não goza de segurança e argumentos suficientes para expor suas opiniões… São gente morta de corpo e de alma. bjs”

    Parabéns Cristina! Acabo de conhecê-la e já me sinto íntima, pois gosto de pessoas inteligentes e que usam sua inteligência para produzir resultados bons e positivos para toda a sociedade.

    Esta carta chegará a Sasha sim e torço para que ela compreenda a mensagem que você está transmitindo. Da mesma forma torço para que outras (os) adolescentes percebam a sutileza da vida.

    Curtir

  93. Me diverti lendo seu texto coeso Cristina! Alias, o li séria, ri apenas dos comentários infames e sem fundamentos de pessoas deprimentes, e que atacam vorazmente quem se destaca e parece ser mais inteligente que eles. Menina, você está no caminho certo! Entendi, assim como muitos, a mensagem que quis passar. Abraço!

    Curtir

  94. “O fotógrafo agredido talvez tenha sofrido uma fratura na coluna — em seu nome, veja bem. Terá que ficar dez dias afastado do trabalho.”
    Fala sério!
    Se há algum problema, vamos resolvê-lo com os responsáveis.
    Deixem a menina em paz porque, sendo quem é, já tem problemas suficientes.

    Curtir

  95. Ótimo texto!
    No que toca à privacidade, enquanto ela está em quadra, ela (ou o responsável) deve entender que é inerente à profissão de atleta a cobertura jornalística, respeitando o direito à informação de quem quer saber sobre a partida. Fora das quadras, tem todo o direito de não ser fotografada ou “stalkeada” de qualquer maneira.
    Resta esperar que os responsáveis pelo episódio passem a ter algum bom senso após o episódio desastroso e que o profissional agredido fique bem.

    Curtir

  96. Wowww! Topei novamente com o link no facebook e vim cá ver se meu comentário foi postado. Achei que nem seria, sinceramente, depois que li que havia moderação. Pensei a piadinha “jornalismo com moderação, sei como…” e deixei pra lá. Mas tive foi essa surpresa estrondosa ao ver que o mote e as marcações renderam muito (parabéns, vc conseguiu) de que AS PESSOAS ESTÃO FALANDO DA SASHA ATÉ AGORA!!!! hahahahaha… Que vergonha, sério. E tem gente falando que é legal refletir (sobre a SASHA!)… e que maravilha de texto… (tá bem escrito, como não, mas e o conteúdo, minha gente?) Enfim. Viva o jornalismo morto!! Viva!! Tomara mesmo, de coração, que vc, autora, seja uma pessoa maior que isso e que infelizmente, como quase todo brasileiro, tem que meter as caras numa coisa idiota que garanta alguma fama, para conseguir fazer outras coisas legais e conseguir levar algum reconhecimento por isso. Essa repercussão me instigou a te fuçar um pouco mais, confesso. E já que eu até contribuí com o bafão fazendo antagonismo, matéria prima de qq polêmica, dei, como muitos, o braço a torcer para ver de quem se tratava e afinal vi que vc fez mais coisas, trabalhou e tal. Pena que nada q te desse a evidencia que agora te dá a Sasha. Os assuntos eram alguns muito legais, mesmo. Triste. E real. Te compreendo e no fundo imagino que vc tb acha que isso, de ter estudado e trabalhado tanto com o que acredita, para no ‘fim’ conseguir atenção com uma carta pra Sasha, é uma grandissíssima m… , assim como alguns colegas seus não devem ficar exatamente orgulhosos de ter que correr atras de adolescentes celebridades de vez em quando para garantir o sustento… Enfim… Mas aqui… vira uma bola de neve, não percebem? Vcs, jornalistas, acabam sendo vítima da própria violência que alimentam. Vcs estão acabando com a própria profissão, será que não enxergam? É sério que o que vcs todos acreditam é que cada um faça e cuide do seu, não importa quão baixo cheguem na negação aos princípios da profissão e dane-se todo mundo? É né? Igual a todo mundo mesmo, sei como… Boa sorte, então. E gente, sai da internet e vai ver TV globo, que tá dando no mesmo!!! E na verdade verdadeira, isso tb é pura falta do que fazer da minha parte. Pq nem a minha opinião eu devia ter dado. Que bobagem a minha… Qdo a gente tá diante de uma irrelevância incômoda, a melhor coisa é ficar caladinho, quietinho e deixar passar. O exercício da liberdade de expressão muitas vezes é um tiro no pé. Vaidade, eu acho. É mostrar que tem opinião só porque sim. Eu vou pregar mais é o silêncio… Fica a dica pra quem tb acha que esses assuntos têm que morrer mais rápido. Errei em estar aqui fazendo isso que estou fazendo e erraram todas as pessoas que acharam isso besta e vieram dizer alguma coisa, pq só fizeram bombar a polêmica. Rsrsrsrs… Deus nos perdoe 🙂 Amém.

    Curtir

    • Que deus me perdoe também, se o que você acha é que estou “alimentando violência”.
      Pode ficar tranquila que não virei “setorista em Sasha” só por ter feito UM post com esse tema no meu blog, não.
      E viva a sagrada liberdade de expressão! Um abraço.

      Curtir

  97. Cristina, não conhecia seu blog, mas adorei suas colocações. E nunca vi tanto debate sobre um texto. Passo a ser mais novo seguidor. LUIZ ANTONIO MAIA (Jornalista) Três Corações, Minas Gerais.

    Curtir

  98. Enquanto o Povo Brasileiro continuar Idolatrando este povo….isto vai continuar acontecendo!…..Esse Povo se equecem, que…. quem os Fez Ricos e Ridiculos,,,,,,foram os Brasileiros que Trabalham para um Pequeno Salario. Esta na hora de deixa-los de lado……ai entao quero ver o que iram fazer!

    Curtir

  99. Cristina ,minha querida!Parabéns!Provastes que é uma mulher nota mil!É deste tipo de cidadã que nossa pátria necessita!As dores pelas quais passastes,serviram para te fazer crescer!Brasileira valorosa!Corajosa!Espero que a Sasha saiba aproveitar tuas palavras,para uma profunda reflexão e virada em sua vida.A hora propícia é esta!parabéns de novo,amada!Bjs em teu coração!
    Denise

    Curtir

  100. Falou, menina. Concordo. Que esta Sasha queira brilhar com luz própria e não pelo reflexo da luz materna, hoje, já bruxuleante. Você está fazendo o que a mãe dela não fez, aconselhar a ela uma atitude vencedora na vida.

    Curtir

  101. “eles eram profissionais cobrindo o jogo”, será mesmo? O jogo de Vôlei só tinha a Sasha como jogadora? jogos de vôlei do flamengo não tinham tanta importância antes de Sasha né?
    a garota é assediada o tempo todo, e nenhum jornalista deve ter noção do que é ser o que ela é, como também não têm noção do que é ser soterrado em uma chuva, ou sofrer algum tipo de perda… só pensam “estou fazendo meu trabalho, minha matéria será mara”… e passam por cima de muita coisa, sem sensibilidade alguma, e quanto mais exposta uma pessoa fica, melhor a matéria é!

    Outro dia mesmo rodava na internet fotos da sasha abraçada com uma amiga, com o slogan “sasha é lésbica”… notícia é como poeira no vento, depois que se solta é difícil de catar de novo e por no lugar certo… que no caso é o lixo =/

    Curtir

  102. Cristina,
    Hoje a colunista Hildegard Angel, publicou em sua coluna reportagem sobre este fato ocorrido no Minas Tenis, segue abaixo.
    http://www.hildegardangel.com.br/?p=26800
    PARABÉNS mais uma vez por sua crônica e, como disse o Ricardo Boechat, a respeito do caso do Governador Cabral<( que foi pedir poupassem seus filhos) "Sr. Governador, o sr. foi o primeiro a expor seus filhos, sua família e até o seu cachorro, como pode agora querer que os mesmo seja poupados pelo povo?"
    Enquanto era intere$$ante, D. Xuxa expos até suas entranhas (claro precisava mostrar de onde vinha tudo) – uma vez que a inseminação não foi televisionada.
    O que esta senhora fez com as crianças de várias gerações, não tem preço. Sexualizando as crianças prematuramente. Fantasiando-as de chacretes e depois, quando se tratou de sua filha, a menina andava vestida como uma criancinha européia, sapatinhos boneca, vestidinho de tecidos estampados com motivos apropriados, enfeitados em "casa de abelha" bem como deveria ser. Ficava me perguntando onde estavam as botinhas de couro branca, as mini saias de brilho, as blusinhas tipo bustido BICHO COMEU (fabrica de D. Xuxa) as sandalias de salto?
    Criança ter que ser criança, tem que brincar como criança, tem que vestir como criança, caso contrario corre o risco de querer ser infantil na fase adulta, bem como D. Xuxa, que por muito tempo exerceu na TV este ridículo papel.
    Cláudia

    Curtir

  103. Ah, como Luiz Antonio Maia, passo a ser sua seguidora, parabéns mesmo.
    E quanto a (ao) Amana…não gostou do post… ainda veio 2 vezes achando que causou polêmica, escrevendo aí de trás… do muro?!?!

    Curtir

  104. ola, raramente leio sobre artistas e muito menos sobre seus filhos, mas me interessei pelo assunto não por ser a Sasha mas por ser sobre ela estar tentando ser uma atleta (sou prof. de ed. física ) mas antes de tudo sou mãe de duas princesas , e gostaria de te falar que adorei sua carta e concordo e muito com suas falas , só acho que a primeira que deveria ler deveria ser a mãe para tomar consciência que não colocamos um filho em redoma de vidro…pena..quem sabe um dia elas aprendam . Obrigada pela coragem e pelo ótimo testo . Lenora Pimenta

    Curtir

  105. A gente não protege os filhos da vida, dos percalços, do “não”, das pessoas, isso é doentio, por isso, a gente vê, diariamente, pessoas fracas, perturbadas, paranóicas, porque não se fortaleceram na convivência, enfrentando problemas, escutando os “nãos” da existência.

    Curtir

  106. Muito bom esse post. Sasha não tem culpa (óbvio se amadurecer e viver na bolha ai podemos criticar). Mas para mim que estou acompanhando ela há uns meses foi um grande alento a decisão dela em se tornar uma atleta. Se apegar a algo simples mesmo tendo grana e tempo para comprar o que o dinheiro permitir.

    Curtir

  107. Bom dia Cristina, corroboro e assino tudo o que escreveu, isso deixa ainda mais claro, em minha opinião, o quanto a sociedade gosta de consumir futilidades, é o reflexo da educação medíocre que a maior parcela da população está condenada a receber. Enquanto aceitarmos pagar 1 milhão de salário a jogador de futebol, bancarmos mordomias infinitas a alguns servidores públicos e uma miséria aos professores, médicos, agentes de segurança e outros profissionais imprescindíveis, estaremos condenados a ter Sashas, Xuxas, Faustões, Lucianos Hucks e outros.
    Parabéns pela lucidez, senso crítico e acima de tudo a gentileza de tratar o assunto com muita cordialidade e polidez.

    Curtir

  108. Cristina, você tem inveja dela.
    Eu também protegeria minha filha da exposição exacerbada que a mídia pretende fazer sobre ela.
    Com o tempo, a sufocariam, a usariam e, depois, jogariam fora, como sempre fizeram com as personalidades mirins.
    Se você realmente quisesse dizer algo a Sasha, você enviaria essa carta para ela, ou um e-mail, telefonaria (!), ou faria chegar seu ponto de vista através de algum amigo dela. E não faria um post no seu blog, para ser aplaudida. Entendo vc, pq enfim, brasileiro gosta de ser exemplo, ser tido como herói.
    Poupe-me.
    Beijos.

    Curtir

      • Quem não pode atacar o argumento, ataca o argumentador.
        Beijos e luz para você, e juro, não estou sendo irônico.

        Curtir

      • Eu também não estava sendo irônica. Pelo jeito como falou, podia jurar que tinha o telefone dela à mão 😉
        Quem ler seu comentário e ler minha resposta vai achar seu conceito de “ataque” engraçado.
        Um abraço.

        Curtir

      • Referi-me ao “adolescentes”. Tenho 25 anos.
        Estranhamente, estou adquirindo uma certa simpatia por você,
        que eu não imaginava nutrir ao ler sua carta à menina.
        Poxa, deixa ela.

        Curtir

      • Oi, Júlio. Como adiantei no email, não estava te chamando de “adolescente”, apenas dizendo que fico feliz por minha mensagem ter chegado a várias pessoas, incluindo aos adolescentes, que eram o principal alvo. Um abraço.

        Curtir

  109. Tô tão acostumado a ler futilidades, que comecei esta leitura meio incrédulo… Logo me vi fixado ao monitor! Queria mais… eu poderia acrescentar algumas coisas, mas seria pessoal demais! Cresci sendo fã da Xuxa, e, de certa forma, tinha conhecimento de que quando viesse a “herdeira real” seria mais ou menos assim. Prefiro acreditar que elas terão acesso à esta carta, e que virão a público falar sobre. Acho que por mais rica e famosa a pessoa seja, mais humilde ela deve ficar! Claro que não devo esperar tanto delas, já que estamos no Brasil e falando de uma celebridade “Global”! Mas… como dizem por aí: #FicaADica

    Curtir

  110. Concordo plenamente com a Cristina. A pessoa precisa se decidir: ou é celebridade, segue acima de nós, simples mortais, e aí corre dos fotógrafos e se esconde dentro de sua “bolha”; ou é jogadora de vôlei, parte de um todo chamado time, só mais uma peça da engrenagem, e aceita ser fotografada profissionalmente, junto com suas demais colegas, durante suas atividades no clube. Não dá para ser “meio rainha e meio plebeia”.

    Curtir

  111. Se a Sasha vai se dar ao trabalho de ler a carta de seres inferiores como nós, de dentro de sua torre de cristal, não importa. O que importa é a elegância com que a jornalista descreveu o ocorrido e seus personagens envolvidos. Parabéns à Cristina Moreno de Castro!

    Curtir

  112. Para Deus nada é impossível! Essa menina vai não será como a mãe.
    E Cristina parabéns pelos conselhos dados a ela! Gostei mesmo.

    Curtir

  113. jornalista Cristina, parabens pelo seu texto…Maravilhoso… Se estivesse no lugar desta menina ou da mãe teria vergonha…infelizmente Cristina elas estão rindo da situação acham que o dinheiro cobre tudo..O futuro nos reserva coisas maravilhosas e ruins também…De qualquer forma, a materia foi formidável…

    Curtir

  114. Na coluna de Hildegard sobre este episódio, existe um comentário de alguém que viajou em um mesmo navio que a família Meneghel/Zafir e segue:

    “este comportamento truculento foi visto também no cruzeiro que Xuxa/Sasha/amigos fizeram pela Itália. Antipatia a toda prova!! Nós que estávamos no mesmo navio éramos proibidos de circular NO ANDAR em que estava a trupe.”

    Curtir

  115. Diferente do que foi citado acima “tu pensa que a Sasha e a Xuxa vão perde tempo lendo o seu texto”,penso o contrário.Tenho certeza que elas leram sim,mas sabem que o povo tem mente curta e logo esqueceram do fato e isso é lamentável.

    Curtir

  116. pois é ironicamente e verdadeiramente dizemos “Coitada da filha da Xuxa” , ela tem que se impor e escrever a sua história,tem que deixar a menina viver

    Curtir

    • Pedro v. está sendo tão indelicado porque? Esta carta veio em tempo, gostei e não tenho um pingo de inveja de ninguém, porque eu sou muito rica pois o meu Pai, Deus, é dono de toda prata e do ouro deste mundo e eu, sou sua herdeira, pois fui lavada e remida pelo sangue de Cristo Jesus. Eu não preciso das glórias deste mundo!

      Curtir

  117. Infelizmente ela (Sasha) será apenas mais uma menina rica, com dificuldades de viver a própria vida. Acredito que a mãe é quem deve se tocar e deixar que o público assista aos jogos nos quais a menina participa, pois afinal as outras meninas não merecem serem ofuscadas pela vontade dela de superproteger a filha. Acabei de assistir a um vídeo onde só vi a Xuxa e mais duas pessoas na arquibancada. Total absurdo, conseguido com o muito dinheiro que ela tem.

    Curtir

  118. Cristina, adorei a sutileza e delicadeza do texto. A Sasha, foi uma criança muito esperada e desejada, principalmente para quem acompanhou a mãe dela. O que ninguém esperava, é que ela seria colocada numa bolha. Quem bom que ela é uma menina boa, senão já teria se revoltado e fugido. Vou torcer para que ela siga o caminho do esporte e seja uma grande atleta, ela aprenderá a viver sua própria vida e ter suas próprias escolhas. Fico tentando imaginar o constrangimento que essa menina passou. Ninguém merece

    Curtir

  119. Muito bom seu ponto de vista! Mas enxergo na Sasha uma menina submissa a sua mãe, autoridade. Talvez um pouco com medo, mas ela esta certa, a criança deve obedecer aos pais. Honra o teu pai e tua mãe para que se prologuem seus dias nessa terra (versículo bíblico). Tudo tem seu tempo certo debaixo do céu. A tempo pra TUDO. O tempo da Sasha ser independente e exteriorizar seus pontos de vistas chegará. Deus trabalha de forma perfeita e eu profetizo sobre a vida da Sasha a Vida de Jesus. Que ela conheça a Verdade e o Único Caminho da eterna felicidade.

    Curtir

  120. Ser rica não tá com nada. Se riqueza trouxesse felicidade muitos bilionários não teriam se suicidado. A Sasha precisa se cuidar para não ter uma depressão por conta do estrelismo da mãe.

    Curtir

Deixe aqui seu comentário! ;)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s