Direto do passado

Um dos sites mais legais que descobri na minha vida, mais precisamente em 2005, foi o Future Me.

Nele você pode programar um email para ser entregue para você mesmo ou outra pessoa daqui a seis meses, um ano, dez anos, o tempo que quiser.

Nada me faz duvidar que sejam entregues, já que há pelo menos seis anos ele continua lá, de pé. E ninguém vai querer acabar com um projeto tão bacana assim, né?

Por exemplo, em 8 de dezembro de 2005, eu mandei um email para meu próprio Gmail, que vai chegar só no meu aniversário de 2015 (opa, faltam só quatro anos!). Devo ter falado da minha rotina, das minhas preocupações naquele momento, das minhas expectativas para meu futuro em dez anos e, claro, mandado mensagens lembrando minhas velhas ideologias e coisas que eu não gostaria que se perdessem no meio do caminho. E o melhor é que só posso ler tudo quando o email chegar; não existe a mínima possibilidade de ele ser aberto agora. Está lacrado para o futuro 🙂

Fiz a mesma coisa para 2025…

O mais legal é escrever num dia ensolarado, como hoje, em que você esteja feliz, confiante, alegre e interessada nas surpresas da vida. Para você ler, no futuro, um lembrete de que você viveu, sim, um bocado de coisas boas que valeram a pena.

Bem, se você ainda não conhece, CLIQUE AQUI e faça sua cartinha para o futuro, para você, para seu marido/mulher, para seus pais, seus irmãos, seus filhos…

Lembrei disso agora por causa de uma charge ótima que vi no xkcd.com. “O que vai acontecer no futuro de acordo com as buscas no Google”.

Os exemplos mais engraçados ou intrigantes:

  • em 2012, o Apocalipse.
  • em 2013, vão começar a microchipar todos os americanos.
  • em 2014, os EUA saem do Afeganistão.
  • em 2018, Jesus retorna à Terra (essa é nova pra mim :D)
  • em 2019, todos os bebês terão seus genes mapeados ao nascer.
  • em 2020, teclados se tornam obsoletos.
  • em 2023, Jesus retorna à Terra (de novo)
  • em 2024, China coloca homens e mulheres para morar na Lua; mulheres passam a ganhar mais que homens.
  • em 2025, a população chega aos 8 bilhões; 2 bilhões sofrem com falta d’água.
  • em 2026, para de haver acidentes de carros.
  • em 2028, o tabaco vira ilegal.
  • em 2031, computadores passam a ser controlados pelo pensamento.
  • em 2032, todo o mundo é convertido ao cristianismo.
  • em 2033, a Europa alcança Marte, o gelo de Kilimanjaro desaparece e a Índia vira superpotência.
  • em 2034, os EUA constroem um Exército de robôs.
  • em 2039, a cientologia se torna a religião mais importante dos EUA
  • em 2040, a nanotecnologia torna os humanos imortais.
  • em 2044, a obesidade infantil chega a 100%.
  • em 2047, a indústria do cigarro vai à falência.
  • em 2048, toda a população dos EUA fica acima do peso.
  • em 2050, o sexo com robôs se torna possível (#medo).
  • em 2053, os carros são dirigidos por cachorros.
  • em 2056, robôs ganham mesmos direitos de humanos (já diria Asimov).
  • em 2057, exatos 150 japoneses se estabelecem em Marte.
  • em 2059, humanos têm robôs domesticados.
  • em 2061, o cometa Halley retorna.
  • em 2062, a Copa do Mundo é na Uganda. Vivemos como os Jetson.
  • em 2063, primeiros clones humanos atingem a maioridade; a população da Lua é de 100 mil e, em Marte, de 10 mil; naves especiais ficam mais rápidas que a luz.
  • em 2068, “Lorde Jesus comanda a Terra de seu trono em Jerusalém”; toda a população do mundo se torna gay por causa de produtos químicos na água (inclusive Jesus?).
  • em 2074, um milhão de pessoas têm mais de 100 anos.
  • em 2078, jornais se tornam obsoletos e acabam de vez.
  • em 2082, a população global despenca pra um bilhão.
  • em 2088, o Japão passa a ter só habitantes robôs.
  • em 2100, há um colapso ambiental e, no ano seguinte, começa uma guerra.

O que mais gostei de saber é que tenho emprego garantido em jornais até 2078, u-hu! 😀

Que tal, agora, escrevermos um email para nós mesmos, no futuro, perguntando se alguma dessas coisas realmente ocorreu? 😉

Anúncios