‘Governo’ Temer põe fim ao sonho da casa própria

Acho que deveria ter sido manchete de todos os jornais, mas, salvo minha alienação atual, arrisco dizer que esta notícia passou batido em muitos lugares.

Não fosse pela agência de notícias Reuters, era possível que os brasileiros nem tomassem conhecimento de que o sonho da casa própria foi enterrado pela política de saque das contas inativas do FGTS, promovida pelo governo Temer.

Diz a Reuters:

“A Caixa Econômica Federal informou que suspendeu novas contratações de crédito imobiliário com recursos do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço), a linha Pró-Cotista.

“Os recursos disponíveis da modalidade atualmente são suficientes apenas para atender as propostas de financiamento já recebidas pelo banco”, afirmou o banco em nota.

A Pró-Cotista financia a compra de imóveis de até R$ 950 mil nos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, e de até R$ 800 mil nos outros Estados. É a linha de empréstimo habitacional mais barata depois do Minha Casa, Minha Vida.”

A notícia prossegue dizendo que a falta de recursos não tem relação com o resgate de contas inativas do FGTS, mas faz a seguinte conta: até julho, R$ 40 bi serão sacados do FGTS, enquanto apenas R$ 3 bi serão recebidos para complementar o fosso.

Enquanto isso, os gerentes da Caixa incentivam os clientes a fazerem empréstimos em outras linhas de crédito — mais caras.

CLIQUE AQUI para ler a notícia completa.

Vamos ver quanto tempo durará esta “suspensão”… E boa sorte ao setor da construção civil!

Leia também:

faceblogttblog

Anúncios

Deixe aqui seu comentário! ;)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s