Quem avisa, amigo é (votaram no Itamar, assumiu o Zezé)

"Farinhaço" em protesto para cobrar investigações pelo uso de um helicóptero de um senador da República para tráfico de 445 kg de cocaína. Foto: Léo Fontes/O Tempo.

“Farinhaço” em protesto para cobrar investigações pelo uso de um helicóptero de um senador da República para tráfico de 445 kg de cocaína. Foto: Léo Fontes/O Tempo.

Os leitores deste blog leram meu desabafo no dia 2 de julho de 2011, dia da morte de Itamar Franco. Não escrevi aqui no blog lamentando o falecimento, biografando o ex-presidente ou algo do gênero. O que lamentei, profundamente, de chorar pitangas, foi a posse do primeiro suplente, Zezé Perrela.

Não lembram não, pessoas desmemoriadas? Então CLIQUEM AQUI pra refrescar a memória.

Agora, passados pouco mais de dois anos, o Brasil inteiro está a par de quem é Zezé Perrela, este senhor que os mineiros já conheciam há tempos. O país ficou sabendo por causa de um certo helicóptero, apreendido pela Polícia Federal, que carregava 445 kg de cocaína (nuh!), e que pertence aos Perrela e era abastecido pela Assembleia Legislativa de Minas Gerais (de acordo com revelação da repórter Tâmara Teixeira, do jornal mineiro “O Tempo”. Mas o mais legal é ler a entrevista dela com o filho de Perrella: “Mais essa agora que vocês estão me arrumando…“).

O mesmo farinhaço, na porta da ALMG, em foto de Raquel Freitas/G1 MG

O mesmo farinhaço, na porta da ALMG, em foto de Raquel Freitas/G1 MG

Vamos dar o nome certo ao crime? Trá-fi-co. Para quem? A mando de quem? Para onde ia? Quem é o dono daquela fazenda? Quem chefiava? Alguém que transporta 445 kg de cocaína (= R$ 10 milhões) no helicóptero de um senador da República não é peixe pequeno, é um dos maiores traficantes do país. Qual o nome dele? É investigado pela PF? Conhecido? Tem apelido? É de alguma facção? É mineiro? Qual sua ligação com o senador? Esperamos e estamos atentos ao desenrolar dessas investigações. Ou vão me dizer que era pra consumo próprio? 😀

Charge do Adão publicada na "Folha" de 26.11.2013

Charge do Adão publicada na “Folha” de 26.11.2013

Mas esta é só a cereja do bolo. Neste post da “Placar” há um breve histórico de coisas “bacanas” que o senador mineiro vem fazendo nos últimos anos, desde que era cartola do Cruzeiro. Vejam AQUI.

Eu falei: quem avisa amigo é. Mas os mineiros não me ouviram e puseram Perrela no Senado Federal, um dos cargos mais nobres do poder público, por meio do octogenário Itamar Franco. Como diria o chargista Duke:

Charge publicada em "O Tempo" de 29.11.2013

Charge publicada em “O Tempo” de 29.11.2013

Anúncios

“A presidenta está?”, perguntou a parenta

presidentaDepois a presidenta foi ao restauranto e reclamou com a gerenta porque o chefo de cozinha tinha carregado na pimenta! Foi aplaudida de pé por outras clientas 😀

***

(Sério, sei que é uma decisão política ou, mais que isso, ideológica. Mas não me importo. Continuarei achando que “presidente”, “gerente”, “superintendente”, “servente”, “paciente”, “cliente” “parente”, “vidente”, “tenente” e afins são palavras que cumprem muito satisfatoriamente o papel de se referirem tanto a homens quanto a mulheres. Assim como dentista, artista, passista, trapezista, violinista e afins. E posso ir longe nesse jogo dos sufixos, mas hoje é sexta-feira…! :D)

P.S. Um pouco de bom humor não faz mal a ninguém 😉