SAC da Olympikus parece piada: DOIS meses e meio e vem o tênis errado!

O tênis que comprei em fevereiro e, três meses depois, já apresentava defeito grave: não o vejo desde 28 de maio!!!!

A foto é ruim, mas essa coisa que tento mostrar é um buracão: o solado descolou em três meses de uso!

Talvez vocês ainda se lembrem que comprei um tênis da Olympikus e, três meses depois, ele estava com o solado completamente solto.

E aí os de melhor memória talvez também se lembrem que entrei em contato com o SAC da Vulcabrás, fabricante do produto, que, além de demorar vários dias para responder a cada email, me deu como única opção ter que enviar meu tênis pelo Correio para o Rio Grande do Sul, esperar seu laboratório ver se o produto realmente deve ser trocado e recebê-lo de volta em trinta dias — tempo que achei absurdamente longo, tendo em vista que eu poderia, simplesmente, ir a uma loja e fazer a troca, como sugeri e como é feito em qualquer país onde os direitos do consumidor são respeitados.

Mas, tudo bem. Eu me rendi ao sistema. No dia 28 de maio, enviei o produto direitinho, como tinham me pedido, com cópia da nota fiscal e meu endereço escrito em um papel pardo que o embalava.

28 de maio, certo? Em 22 de junho, entrei em contato para pelo menos saber se a troca havia sido aprovada, já que não me deram nenhum retorno. Nunca recebi resposta para esse email. Em 11 de julho, passados muito mais que os trinta dias dados como prazo, enviei um segundo email, cobrando a entrega do produto.

Recebi a resposta no dia 12 de julho, dizendo que meu produto estava EM FALTA no estoque (!) e me dando outros seis modelos como opção.

No mesmo dia respondi dando quatro opções, as duas primeiras de um tênis preto, como o que comprei.

Ela disse que enviou em 12 de julho. Nada de chegar. Enviei um email em 29 de julho cobrando mais uma resposta. Em 1º de agosto a funcionária me disse que o produto estava voltando para a empresa e me mostrou uma tabela dos Correios incompreensível. Pediu de novo para eu passar meu endereço.

No dia 11 de agosto, cobrei mais uma vez: dez dias e NADA! De novo!

Nesse mesmo dia, a mulher me disse que estava reenviando e que chegaria em breve.

Pois bem, hoje cheguei de viagem e vi que o pacote estava me esperando (chegou no sábado ou ontem, ou seja, DOIS MESES E MEIO depois que enviei para a troca, que deveria ter sido feita em UM MÊS).

Antes de abrir o pacote, pensei: pode ter vindo até um tênis cor-de-rosa choque que não vou reclamar! Não quero nunca mais ter que entrar em contato com esse SAC maldito!

E olha que eu nem sabia que meus dons premonitórios estavam afiados assim: abri a caixa e vi um tênis BRANCO. O problema é que peguei a cartinha e vi que ele estava dirigido a um certo PAULO. Aí reparei que o monstrengo é de número 40, três a mais que o que meu pé comporta. Ah, sim, mais um detalhe: o tênis do Paulo já é usado desde 2008:

O tênis do Paulo, que chega DOIS MESES E MEIO depois que enviei o meu pra ser trocado em UM MÊS.

Sério: procurei pelas câmeras, mas não havia nenhuma. Fico pensando quando terei direito de calçar o tênis que comprei de novo.

E pobre Paulo…! Também deve estar lutando contra esse serviço incompetente há vários meses. Minha solidariedade.

 

Leia todos os capítulos desta novela:

  1. Três meses depois, e o tênis não presta mais
  2. Ainda a novela do tênis da Olympikus
  3. Dois meses e meio e vem o tênis errado!
  4. O fim da novela da Olympikus, em quatro capítulos
  5. Epílogo surpreendente (e positivo)
Anúncios