Chame o ladrão, chame o ladrão!

Texto de José de Souza Castro: Depois de escrever “Injustiçados – O caso Portilho”, eu me sentia dispensado de continuar me preocupando com o poder judiciário, apesar de algumas recaídas, como aquela que levou uma juíza federal mineira a me ameaçar com um processo por injúria e difamação. No tempo em que escrevi o livro, a… Continuar lendo Chame o ladrão, chame o ladrão!

Avalie isto: