Um refúgio de paz e alegria, cercado pela natureza, a 48 km de Beagá

Este slideshow necessita de JavaScript.

Um pedaço de roça, cercado de natureza exuberante, com serras e vegetação de Mata Atlântica, em que não pega nem telefone.

Para chegar até lá, uma BR em boas condições, uma MG simpática, rodeada por linda paisagem, e uma estrada de terra num curto trajeto de 7 km, mas que, percorrida devagarinho, como a prudência e o sabor obrigam, leva cerca de meia hora de direção.

Uma pousada bem simples, que nos faz sentir em casa imediatamente, com almoço bem temperado, uma coxinha deliciosa de lanche, cerveja gelada, animação e música à noite e, no café da manhã, hummm, quitutes maravilhosos como pão de queijo caseiro, biscoito quebra-queixo, biscoito frito da roça, bolo com calda de chocolate — tudo quentinho, quentinho, feito na hora mesmo.

Um curso d’água limpo que margeia a pousada e, lá dentro, numa pequena represa artificial, vira uma cachoeirinha agradável, de água nem tão gelada assim, em que alguns sentam para conversar e comer um churrasco, e pais e filhos brincam ou relaxam, verdadeira piscina de hidromassagem natural.

Bem perto, cachorros, galinhas, um galo cantador, um pato, dois gansos muito estressados, cavalos de passagem, bois nos pastos distantes, mil passarinhos.

Não tem nenhum luxo, não tem um super parque para as crianças, a piscina não é aquecida. Os brinquedos, tirando a cama elástica, já estão bem desgastados (escorregador, totó, sinuca, balanço de pneu). Mas seu filho fica numa alegria que você nunca viu antes, encantado com a natureza, deixando brinquedos de plástico e celular de lado para catar pedrinhas, sementinhas, folhinhas e galhos, brincar na areia, ver os bichos, nadar e cantar!

Isso tudo foi o que vivemos — meu filho de 2 anos, meu marido e eu — recentemente em Moeda, cidade histórica que faz parte da Estrada Real, a apenas 48 km de Beagá. Isso mesmo: a pouco mais de uma horinha de casa, existe esse refúgio maravilhoso, esse lugar para todos lavarmos a alma, rirmos, descansarmos a valer, desconectarmos e nos alimentarmos bem. Tínhamos acordado num sábado sem plantões, olhamos uns para os outros e falamos: bora viajar pra algum lugar? E foi assim, totalmente de improviso, buscando no Google, que encontramos Moeda e encontramos a pousada Maravilhas da Serra.

Comandada pelo casal Natália e Jubert, que são super prestativos e simpáticos, esta pousada mais parece um sítio de amigos, de braços abertos para nos receber. A diária de sábado para domingo com café da manhã incluído custou R$ 180 para nós três (Luiz dormiu na cama de casal conosco). O almoço, R$ 15 para cada adulto, à vontade. Dá pra ver mais fotos no Booking.com e no Facebook da pousada.

Nossa única frustração ficou por conta da cidade de Moeda propriamente dita. Como não planejamos nada e nem procuramos nada além da pousada, nossa tentativa de encontrar um restaurante lá para o almoço de domingo foi em vão. A cidade parecia deserta, sem qualquer atrativo. Mas não culpo a cidade: culpo nossa falta de preparo. De uma próxima vez — porque com certeza voltaremos! –, vamos ampliar as pesquisas prévias no Google e conhecer melhor o município, para além do verde.

Se você for uma pessoa muito fresca, não vá para lá, tenho certeza que não vai curtir. Se for uma pessoa parecida comigo, vai adorar. Passe um fim de semana nessas maravilhas da Serra da Moeda e depois me conte que efeito teve sobre você 😉

 

Leia também:

 

faceblogttblog

Anúncios

2 comentários sobre “Um refúgio de paz e alegria, cercado pela natureza, a 48 km de Beagá

Deixe aqui seu comentário! ;)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s