Contribuição de leitor: ‘Enquanto’

Protesto contra Dilma Roussef no Rio de Janeiro, em março. Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Protesto contra Dilma Roussef no Rio de Janeiro, em março. Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Recebi o poema abaixo, bastante pertinente para o atual momento político do Brasil, enviado pelo leitor Ângelo Novaes.

Você também quer ter seu texto publicado pelo blog? ENTRE EM CONTATO e, se seu texto tiver a ver com a proposta do blog, poderá entrar no blog! Pode ser poemaresenha de filmeanálise política, conto, crônica, ensaio fotográfico, dicas práticas etc. VEJA AQUI outras contribuições enviadas por leitores do blog.

ENQUANTO

Enquanto os canalhas prosperam,
A cor das camisas preocupa.
A dona de cara amarrada
Empurra o carrinho na pressa.

Avança adiante limpando
Seu mundo de outros passantes.
Não espere que os outros te esperem,
O ódio é um esporte invejável

Trocando insultos aqueles
Que soltam seus cães na pracinha.
Crianças são prendas vistosas,
Mas cães garantem distância

A moça grita com a “velha”
Que passa na faixa sem pressa.
O carro é a faca na testa
De quem se antecipa na mesa.

Como são lindos os burgueses,
Diria um poeta baiano.
Ainda que a mofa da pena
Descubra também outras vestes.

Enquanto os canalhas prosperam,
As facas se mostram nas caras,
Nos carros, nos dentes das bestas,
Nas belas camisas amarelas.

Leia também:

faceblogttblogPague com PagSeguro - é rápido, grátis e seguro!

Anúncios

Deixe aqui seu comentário! ;)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s