Melodia eternamente jovem

Todas as fotos: CMC

Todas as fotos: CMC

Na noite deste sábado tive o privilégio e a alegria de assistir ao showzaço de Luiz Melodia, depois de ganhar um par de ingressos num sorteio. Na sexta, eu já tinha ouvido a entrevista com ele no Bazar Maravilha, e escutado as músicas divertidíssimas do novo CD, Zerima, como a ótima “Caindo de Bêbado”, que lembra Sérgio Sampaio:

Infelizmente, apesar do meu grito-pedido, ele não tocou esta no show. Mas emplacou um novo hit instantâneo, como tantos outros que ele tem, com o quase-reggae Papai do Céu, tocada duas vezes:

Apesar de nova, todo mundo já estava cantando a letra toda no final do show. Letra-chiclete, deliciosa de ouvir e de entoar 😉

Adocicar o nosso amor
Com uma taça de licor
Papai do Céu ajuda
Papai do Céu ajuda
Papai do Céu ajuda
Papai do Céu

Liberar o nosso amor
Deixar ir pra onde for
Papai do Céu ajuda
Papai do Céu ajuda
Papai do Céu ajuda
Papai do Céu

Vamos plantar muito amor
Se não der certo, muda
E na estante um Buda
O mundo está sem direção
Miséria, armadilha e arpões
Então beije, faça amor sem pudor
E na orelha, arruda

IMG_20141101_222414

Ao longo das duas horas de apresentação, também ouvimos clássicos inescapáveis, como Pérola Negra, Estácio, Holly Estácio, Magrelinha, Congênito, Ébano, etc. Ele também tocou Maracangalha, de Dorival Caymmi, e uma de Roberto Carlos. Além de constatar que Luiz Melodia tem uma voz maravilhosa (meio veludo, meio aguda, alternando ao bel-prazer dele, sempre afinada), uma presença de palco muito boa, passinhos de dança ótimos, e uma grande versatilidade (toca samba, bossa-nova, black music, jazz…), ainda descobri que ele é extremamente bem-humorado, alto-astral e divertido, além de muito carinhoso com seu público. Ah sim, e ele é declaradamente Galo! 😉

IMG_20141101_215904

Por fim, tenho que registrar que ele é muito bem acompanhado por uma banda de primeiríssima qualidade, com direito a violão e guitarra de Renato Piau (um fera, que tocou com Gonzagão e com Tim Maia), saxofone de Humberto Araújo, e mais trompete, teclado, baixo e bateria. Na metade do show, Melodia saiu do palco e deixou os músicos tocando um jazz maravilhoso, sozinhos.

IMG_20141101_215310

Na hora do bis, toda a plateia — que lotou os 1.300 lugares do teatro do Sesc Palladium — já estava de pé, dançando e cantando e aplaudindo, finalmente se livrando daquelas dispensáveis cadeiras. Sinal de que todos, fãs novos e velhos, adoraram o show daquele senhor de 63 anos que — moderno e renovador — bem poderia ter os 30 anos de seu filho Mahal Reis (rapper que invade e complementa o samba). Que continue assim, eternamente jovem!

CLIQUE AQUI para ouvir o novo álbum de Luiz Melodia, Zerima, na íntegra 😀

Leia também:

Mais posts sobre músicas e shows

Anúncios

2 comentários sobre “Melodia eternamente jovem

  1. Também sou fã do Melodia, voz linda, como você bem definiu. Ontem, caminhando pelo Duthie Parque, ouvi alguns sucessos desde grande intérprete e excelente pessoa; endosso suas palavras.
    Abraços, Cristina.

    Curtir

Deixe aqui seu comentário! ;)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s