O mau humor nosso de cada dia

Todos nós temos os dias de mau humor.

Há várias coisinhas que geram mau humor: barulho de obras pela manhã, trabalho chato, doença, dor, briga com o marido ou parente, dia feio demais, preocupações em excesso etc.

O grave é quando o mau humor toma conta da nossa personalidade, e passa a ser uma coisa crônica, frequente demais, duradoura, diária. Aí é mais provável que seja alguma doença psiquiátrica, como a depressão ou a distimia. Cabe tratamento e remédio. E uma dose de autoimersão cerebral, como a que nos ensina a incrível Jill Taylor, em seu livro “My Stroke of Insight”.

Mas o mau humor esporádico, causado por algum problema específico, é bem mais simples de remediar. Eu mesma já solucionei alguns dos meus com uma simples ida ao cinema, seguida de uma caminhada e um pastel com cerveja. Lembram?

Uma materinha do UOL dá dez dicas que podem ajudar a combater esse mau humor corriqueiro. Comecemos nossa bem-humorada segunda-feira com ela 😉

Anúncios