Mais uma noite a menos de vida…

Barulhos noturnos

Tic tic tic tic

Em algum lugar perto do meu olho

esquerdo eu sinto esse estalar.

 

Tic tac tic tac tic tac

O relógio é insistente e incômodo.

Minha insônia, como louca,

me incorpora

cada poro está aceso, está em guarda.

 

Toc toc toc toc: o coração

compassado com os segundos

como se querendo fugir de mim.

 

Também quero:

e ir pra longe longe longe

onde não haja ruídos, ritmos ou segundos

uma morte bem vivida em oito horas.

(07/08/2006)

Anúncios