Nova opção de restaurante, lanche e bar em Beagá

Pena que esqueci de tirar foto do croissant de filé com queijo* =/ Este é de brigadeiro. (Fotos: CMC)

Fazia tempo que eu não ia para a Savassi e ainda não tinha visto a praça completamente reformada. Achei legal a ideia de uma praça de alimentação ao ar livre, num lugar tão agradável, para onde é possível ir a pé lá de casa. Para melhorar, na hora do almoço hoje estava tocando um sambinha gostoso, bem feitinho, num palquinho montado ali na esquina onde agora há uma fonte e antes havia o Café 3 Corações (hoje ainda lá, mas um pouco mais para dentro da rua Antonio de Albuquerque). Dizem que essas apresentações musicais continuam até o próximo dia 16.

E todo esse clima agradável, de sol, música boa, banquinhos na praça cheia de sábado combinou muito bem com o novo bar/restaurante/lanchonete que inaugurou naquele quarteirão fechado nesta semana e que fui conhecer hoje. O Croasonho.

A franquia já tem várias unidades no Sul do Brasil e agora chegou pela primeira vez a Minas, começando de cara no ponto mais nobre da cidade. Foi aberto aqui por um primo meu** — bastante perfeccionista, a ponto de cuidar pessoalmente da lavagem das toalhas do restaurante — em sociedade com dois amigos. Também existe uma unidade em Copacaba no Rio, e deve abrir uma em São Paulo nos próximos meses.

Trata-se de um espaço para almoçar, fazer o lanche da tarde e também para o buteco da noite e, em breve, para o café da manhã (por enquanto, abre às 11h e vai até o último cliente da noite, mas é possível que passe a abrir mais cedo em breve).

O croissant, carro-chefe da casa, vem em três tamanhos, sendo o médio já suficiente para substituir um almoço.

Croissants em três tamanhos. E estes modelos da foto estão sem recheio, então imaginem algo beeem mais farto 😉

Tem a massa fina, leve, com uma casquinha crocante e saborosa que se baseia na receita tradicional da França, e um recheio fartíssimo, ao contrário do que vemos nos croissants de padaria por aí. Hoje eu comi o de filé com requeijão e queijo, mas também provei um pedaço do de estrogonofe de filé e do de brigadeiro — ambos também deliciosos.

São dezenas de sabores, doces e salgados, ao preço de R$ 8 a R$ 20 a unidade.

Também há pratos executivos (saladas, massas, carnes), combos e enroladinhos. Para beber, uma carta gigante de vários tipos de cafés, chocolates quentes super encorpados, capuccinos e afins. Vinho em taça e garrafa, e Heinecken 600 ml geladinha (minha favorita!).

Ao final, depois de comer o prato principal, a sobremesa e virar várias Heineckens e um chocolate quente, o almoço saiu a R$ 30 por pessoa.

Fica a dica para o pessoal da balada e também para as famílias — hoje mesmo levamos as três gerações da família para comer lá, e a sobrinha de 4 anos logo fez amizade com a criança de outra mesa 😀

***** (ótimo)

$$ (de R$ 25 a R$ 40 por pessoa)

* Voltei no próprio sábado à noite e fiz as fotos dos croissants salgados, que eu tinha ficado devendo. Aliás, experimentei mais dois ótimos sabores: peito de peru com tomate seco, rúcula e requeijão e de frango ao molho curry. E outra doce: chocolate com morango! Seguem as fotos feitas com o celular:

Este é de brócolis, que a amiga pediu e não experimentei.

** Fique claro, pra quem não me conhece bem: se o lugar fosse uma porcaria, eu não falaria bem dele só por ser de um parente.
Anúncios