‘Nenhuma livraria a menos’: Conheça a Jenipapo, para os leitores de BH

Todas as fotos deste post: Reprodução / Instagram @livrariajenipapobh

 

A Livraria Ouvidor, que fez parte da vida dos belo-horizontinos por quase meio século, fechou as portas no início deste ano.

Eis que um casal de jornalistas resolveu abraçar a campanha “Nenhuma livraria a menos!” e, meio no susto, comprou o espaço que tinha restado da Ouvidor.

Criaram, então, a Jenipapo.

E eles vêm contando esta saga pra gente no Instagram desde maio. Contaram como veio a ideia de comprar uma livraria (!) — e não uma qualquer, mas a livraria de rua mais antiga da cidade, e uma das mais queridas. Contaram como veio a ideia do nome Jenipapo (uma fruta, uma sonoridade boa, um poema concreto quase). Contaram como foi criada a identidade visual e o projeto de arquitetura do espaço, que teve o cuidado de pensar com carinho também nos leitores mirins.

 

 

No dia 1 de junho, o vídeo mostrando a chegada dos primeiros livros. Vinte dias depois, outro vídeo mostrava tudo prontinho e arrumadinho. Naquele dia, pudemos anunciar aos leitores vorazes desta Belo Horizonte: “Jenipapo abriu! Abriu Jenipapo!”

 

 

LEIA TAMBÉM:

 

Com a minha falta de tempo crônica, só hoje consegui ir lá conhecer o espaço, finalmente. Encontrei a Tatiane Fontes, uma das sócias, jornalista que estudou comigo há já distantes 20 anos, na Comunicação Social da UFMG. Enquanto meu filho Luiz se divertia escolhendo entre os livros infantis, a gente colocava o papo em dia, relembrando nomes que há muito eu já tinha esquecido.

A Jenipapo ficou linda, pessoal. Uma livraria acolhedora, boa pra papear, com mesas na calçada, com mesa dentro, com pufe e cadeirinha de balanço para as crianças, com prateleiras cheias de livros ótimos e pão de queijo e bebidinhas no fundo. Pra comprar, mas também pra escolher, ler, papear.

E o evento de abertura oficial vai ser neste sábado! Com contação de histórias para os pequenos (eu já disse como é delicioso ver os espaços reservando seus olhares também para as crianças? Como seria bom se todas as lojas e restaurantes tivessem o mesmo cuidado, SEMPRE…!) e depois DJ para os grandinhos. Anotem aí:

 

 

Não percam a chance de conhecer! E entoaremos juntos: “Nenhuma livraria a menos!”

 

Leia também:

 

***

Quer assinar o blog para recebê-lo por email a cada novo post? É gratuito! CLIQUE AQUI e veja como é simples!

faceblogttblog

Por Cristina Moreno de Castro (@kikacastro)

Mineira de Beagá, jornalista, blogueira, poeta, blueseira, atleticana, otimista, aprendendo a ser a melhor mãe do mundo para o Luiz. Redes sociais: www.facebook.com/blogdakikacastro, twitter.com/kikacastro e www.instagram.com/arvoresdascidades.

2 comentários

Deixar um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: