Ir para conteúdo

O mundo grita

Protestar é corriqueiro nas democracias fortes, onde o povo tem consciência de seus direitos e de que pode e deve exigir mudanças a seus governantes sempre que algo vai mal. Também é comum naqueles países entalados com uma ditadura, que têm povos com sede de liberdade e justiça.

Alguns exemplos de 2010 pra cá, em três continentes:

Em 6/10/2011, milhares de manifestantes ocuparam as ruas de Portland, Oregon, Estados Unidos. Os protestos contra o desemprego, o socorro aos bancos e a crise econômica nos EUA começaram em Nova York e se estenderam para outras cidades norte-americanas. Foto: Ray Whitehouse/AP
Em 6/10/2011, milhares de manifestantes ocuparam as ruas de Portland, Oregon, Estados Unidos. Os protestos contra o desemprego, o socorro aos bancos e a crise econômica nos EUA começaram em Nova York e se estenderam para outras cidades norte-americanas. Foto: Ray Whitehouse/AP
Em 6/10/2011, cerca de mil pessoas fizeram sua "ocupação" em  Washington DC, Estados Unidos. Motivo da época era protestar contra o desemprego, o socorro aos bancos e a crise econômica. Foto: Chip Somodevilla/Getty Images/AF
Em 6/10/2011, cerca de mil pessoas fizeram sua “ocupação” em Washington DC, Estados Unidos. Motivo da época era protestar contra o desemprego, o socorro aos bancos e a crise econômica. Foto: Chip Somodevilla/Getty Images/AF
Houve confronto com a polícia durante os protestos de 3/11/2011 em Oakland, na Califórnia, EUA. Gás lacrimogêneo foi usado para tentar dispersar os participantes. Foto: Stephen Lam/Reuters
Houve confronto com a polícia durante os protestos de 3/11/2011 em Oakland, na Califórnia, EUA. Gás lacrimogêneo foi usado para tentar dispersar os participantes. Foto: Stephen Lam/Reuters
Mais um protesto em Nova York, em 18/11/2011. Foto: EFE.
Mais um protesto em Nova York, em 18/11/2011. Foto: EFE.
Durante o "Ocupy Wall Street", mais de 100 foram presos nos protestos de 17/11/2011após passeata pelo distrito financeiro de Nova York. Foto: Allison Joyce/Getty Images/AFP
Durante o “Ocupy Wall Street”, mais de 100 foram presos nos protestos de 17/11/2011após passeata pelo distrito financeiro de Nova York. Foto: Allison Joyce/Getty Images/AFP
Aí, em 18/11/2011, uma marcha em comemoração a DOIS MESES de protestos do Ocupy Wall Street. Os manifestantes seguiram pela Ponte do Brooklyn, em Nova York, em direção a Manhattan. Foto: Henny Ray Abrams/AP
Aí, em 18/11/2011, uma marcha em comemoração a DOIS MESES de protestos do Ocupy Wall Street. Os manifestantes seguiram pela Ponte do Brooklyn, em Nova York, em direção a Manhattan. Foto: Henny Ray Abrams/AP
Portugueses já fizeram mais de 200 protestos contra política de austeridade do governo. Foto de 2/3/2013: Efe
Portugueses já fizeram mais de 200 protestos contra política de austeridade do governo. Foto de 2/3/2013: Efe
Em foto de 2012, multidão marcha em Frankfurt, Alemanha, onde pelo menos 5.000 pessoas se reuniram em protesto em frente ao Banco Central Europeu, contra a crise e as políticas de austeridade no continente. Foto: AP
Em foto de 2012, multidão marcha em Frankfurt, Alemanha, onde pelo menos 5.000 pessoas se reuniram em protesto em frente ao Banco Central Europeu, contra a crise e as políticas de austeridade no continente. Foto: AP
Mais protestos em Frankfurt, agora em 2013, contra o capitalismo e a crise econômica na Europa. Foto: AFP
Mais protestos em Frankfurt, agora em 2013, contra o capitalismo e a crise econômica na Europa. Foto: AFP
125 mil participaram de protesto a favor do casamento gay em Paris, na França, em janeiro de 2013. Foto: Benjamin Girette / AP
125 mil participaram de protesto a favor do casamento gay em Paris, na França, em janeiro de 2013. Foto: Benjamin Girette / AP
Protesto em Madri, Espanha, contra o altíssimo desemprego. Foto: Pierre-Philippe Marcou/AFP, em 2011.
Protesto em Madri, Espanha, contra o altíssimo desemprego. Foto: Pierre-Philippe Marcou/AFP, em 2011.
Um dos vários protestos na Grécia. Este, de 1º de Maio de 2010. Foto: Louisa Gouliamaki/AFP
Um dos vários protestos na Grécia. Este, de 1º de Maio de 2010. Foto: Louisa Gouliamaki/AFP
Protesto e greve geral na Grécia em 13 de junho de 2013, após  fechamento da TV pública. Foto: AP
Protesto e greve geral na Grécia em 13 de junho de 2013, após fechamento da TV pública. Foto: AP
Protestos contra políticas de austeridade no Chipre em 26/3/2013. Foto: Yannis Behrakis/Reuters
Protestos contra políticas de austeridade no Chipre em 26/3/2013. Foto: Yannis Behrakis/Reuters
Protestos no Egito, em janeiro de 2011, parte da Primavera Árabe, culminaram na deposição do ditador Hosni Mubarak. Foto: Tahrir Khaled Desouki/AFP/Getty Images
Protestos no Egito, em janeiro de 2011, parte da Primavera Árabe, culminaram na deposição do ditador Hosni Mubarak. Foto: Tahrir Khaled Desouki/AFP/Getty Images
Protestos no Egito, de novo.
Protestos no Egito, ainda durante a primavera, reuniram mais de um milhão de pessoas.
Um dos vários protestos na Síria.
Um dos vários protestos na Síria.
Moradores de Okinawa, no Japão, protestam contra a presença dos Estados Unidos no país, em outubro de 2012. Foto: AFP.
Moradores de Okinawa, no Japão, protestam contra a presença dos Estados Unidos no país, em outubro de 2012. Foto: AFP.
Mais de 100 mil protestaram no  Arizona, em 2010, contra a lei anti-imigração. Foto: Foto: Richard Vogel/AP.
Mais de 100 mil protestaram no Arizona, em 2010, contra a lei anti-imigração. Foto: Foto: Richard Vogel/AP.
Protestos na Tunísia, em 2011, expulsaram o ditador Zine El Abidine Ben Ali, que estava há 23 anos no poder. Foto: Zohra Bensemra/Reuters
Protestos na Tunísia, em 2011, expulsaram o ditador Zine El Abidine Ben Ali, que estava há 23 anos no poder. Foto: Zohra Bensemra/Reuters
Uma onda de protestos varre a Turquia nas últimas semanas. Começou com uma pauta simples, em defesa de um parque no centro de Istambul, e viraram uma luta contra o governo de Recep Tayyip Erdogan. Foto: AFP
Uma onda de protestos varre a Turquia nas últimas semanas. Começou com uma pauta simples, em defesa de um parque no centro de Istambul, e viraram uma luta contra o governo de Recep Tayyip Erdogan. Foto: AFP
Protestos em São Paulo, que começaram pedindo o passe livre no transporte público, e agora se tornaram bem maiores. Foto: Getty Images, 13/3/2013
Protestos em São Paulo, que começaram pedindo o passe livre no transporte público, e agora se tornaram bem maiores. Foto: Getty Images, 13/3/2013

Leia também:

Cristina Moreno de Castro Ver tudo

Mineira de Beagá, jornalista, blogueira, poeta, blueseira, atleticana, otimista, aprendendo a ser mãe. Redes: www.facebook.com/blogdakikacastro, twitter.com/kikacastro www.goodreads.com/kikacastro. Mais blog: http://www.otempo.com.br/blogs/19.180341 e http://www.brasilpost.com.br/cristina-moreno-de-castro

Deixe aqui seu comentário! ;)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: