Já foi solidário hoje? Aqui um exemplo de como ser

Esta é a Sara, que deu origem a tudo.

Esta é a Sara, que deu origem a tudo.

Foi assim: Sarinha, de 4 anos, tinha leucemia. Precisava de um tratamento, não coberto pelo plano de saúde, que custaria cerca de R$ 350 mil. Seus pais, moradores de Montes Claros, no norte de Minas, conseguiram arrecadar o dinheiro, com a ajuda de amigos, que fizeram uma campanha pela vida de Sara (aos moldes DESTA, que foi bem-sucedida). Mas Sarinha não resistiu: morreu antes que o tratamento pudesse ser concluído.

Depois de sentir na pele as dificuldades de sair do interior para morar temporariamente em Belo Horizonte durante um tratamento tão árduo, os pais de Sara resolveram usar o que sobrou do dinheiro arrecadado, cerca de R$ 98 mil, para montar a Fundação Sara Albuquerque Costa, que oferece ajuda às famílias que precisam vir até a capital para fazer tratamentos de câncer. A entidade já existe desde 1999 em Montes Claros – e desde 2010 em BH.

A fundação oferece assistência a crianças e adolescentes de 0 a 17 anos que vieram se tratar, e a seus acompanhantes, com hospedagem, refeições, transporte para hospitais e laboratórios, atendimentos por profissionais do serviço social, psicologia, pedagogia, nutrição, atividades de lazer, apoio na aquisição de medicamentos e outras ajudas – sem qualquer custo para elas.

A casa de Belo Horizonte, ali no São Lucas (região sul), pode atender hoje a 20 crianças por dia, mas a intenção é mudar a sede para tentar triplicar os atendimentos. O custo mensal de manutenção dessa unidade varia de R$ 30 mil a R$ 50 mil, que vem, principalmente, de contribuições voluntárias. Também há um trabalho voluntário muito bacana feito por pessoas de várias áreas, como minha colega Ana Paula, que foi quem me falou da fundação. Eles aceitam, além de dinheiro, doação de livros para a biblioteca que estão montando para as famílias atendidas, por exemplo.

Se você quiser fazer algum trabalho voluntário lá (levar as crianças até o hospital, por exemplo) ou quiser contribuir de qualquer outra forma, pode se informar pelos seguintes telefones:  (31) 3284-7690, de BH, e (38) 3214-5500, de Montes Claros. Não faltam maneiras! [Uma delas é compartilhar este post com seus amigos mais solidários ;)]

Anúncios

Deixe aqui seu comentário! ;)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s