O papa é pop (e que bom que é assim)

Há tempos não frequento a igreja e tenho vivido uma vida agnóstica com alguma tranquilidade, praticamente desde meus 15 anos (há quase metade da minha vida, portanto). Mas é claro que não sou doida de ignorar a importância que tem, para o mundo, quem é o chefe da Igreja Católica, a religião ainda mais dominante… Continuar lendo O papa é pop (e que bom que é assim)

Avalie isto: