Ir para conteúdo

Os 1,6 milhão que querem derrubar Renan Calheiros

renan

O movimento “Fora Renan”, ao contrário do “Fora Sarney“, que se limitou a hashtags no Twitter, conseguiu fazer uma petição com 1,6 milhão de assinaturas, de todo o país, pedindo a saída do mais novo-velho presidente do Senado brasileiro.

Ela foi entregue em mãos a senadores de cinco partidos diferentes. Além disso, seus manifestantes enviaram 164 mil mensagens diretamente às caixas de email dos colegas de Renan.  O movimento foi parar nos principais veículos de comunicação do país. Houve protestos nas ruas de várias capitais.

Em email enviado por Pedro Abramovay, pede-se que as pessoas interessadas tomem mais três atitudes, para tentar manter o movimento aceso. Compartilho aqui no blog (os parêntesis são meus):

1) Pressionar cada senador a abandonar Renan, pois ele é uma ameaça à nossa democracia. Mais da metade dos nossos senadores não votaram em Renan ou estão com medo de admitir que votaram. Se todos nós escrevermos e ligarmos para nossos senadores exigindo ação, vamos dar a eles um mandato da opinião pública impossível de ser ignorado para bloquear este sujeito sob suspeitas. Se pudermos conseguir um senador, depois dois, depois 10, depois 30 senadores nos prometendo obstruir as negociações do Senado até que Renan renuncie, nós venceremos. Foi isso que aconteceu em 2007, e agora temos um movimento popular muito mais forte para pressioná-los. (AQUI a lista de telefones e emails de todos os senadores).

2) Mostrar aos senadores que a maioria dos brasileiros quer Renan fora. 1,6 milhão de nós – o dobro do número de pessoas que o elegeram – já pediram que Renan deixe o poder. Mas se fizermos uma pesquisa de opinião e pudermos mostrar que a esmagadora maioria dos brasileiros quer Renan fora, os senadores, que concorrerão às eleições do ano que vem, vão se sentir ainda mais pressionados para responder a demanda popular. (Bom, isso dependeria de alguém pra financiar a pesquisa de opinião…).

3) Apelar ao Supremo Tribunal Federal para acelerar o caso Renan. Já existe um processo contra Renan no STF e a Ordem dos Advogados do Brasil está prestes a apresentar um caso desafiando o voto secreto que o elegeu presidente como inconstitucional, e pedindo a anulação dessa eleição. Nós não podemos interferir nas suas deliberações, mas podemos exigir que sendo estes casos de importância nacional eles devem ser analisados rapidamente e não podem ser esquecidos em um lamaçal de desculpas e atrasos. (AQUI, os emails dos gabinetes dos ministros do STF).

Lembrando que o movimento, neste caso, nada tem de golpista, porque Renan foi reconduzido à presidência do Senado pelo voto secreto e indireto de representantes que depois nem tiveram a coragem de assumir em quem votaram. Agora, mais do dobro das pessoas que o elegeram em primeiro lugar vêm a público dizer que não querem vê-lo num cargo tão importante, o 3º na linha de substituição da presidente da República (após o vice e o presidente da Câmara — que, aliás, mereceria um protesto todo seu).

Tem mais ideias para o “Fora Renan”? Comente AQUI.

Cristina Moreno de Castro Ver tudo

Mineira de Beagá, jornalista, blogueira, poeta, blueseira, atleticana, otimista, aprendendo a ser mãe. Redes: www.facebook.com/blogdakikacastro, twitter.com/kikacastro www.goodreads.com/kikacastro. Mais blog: http://www.otempo.com.br/blogs/19.180341 e http://www.brasilpost.com.br/cristina-moreno-de-castro

5 comentários em “Os 1,6 milhão que querem derrubar Renan Calheiros Deixe um comentário

  1. Mandei pro Aécio e a assessoria dele respondeu dizendo que quem elegeu o Renan foi o PT e o PSDB, kkk.
    Segue o textinho (dei uma mudada pra ficar mais genério e poder ser enviado a qualquer senador):

    Caro senador,
    O senhor já deve ter ouvido falar no movimento que culminou com 1,6 milhão de assinaturas pela saída do sr. senador Renan Calheiros da presidência do Senado, em virtude das suspeitas que pesam sobre sua conduta no passado.
    Já é um fato absurdo que um homem que é acusado pela Procuradoria Geral por peculato, falsidade ideológica e uso de documentos falsos esteja ainda ocupando a cadeira do que deveria ser uma das casas mais idôneas do País. Mas qual não é a surpresa da população brasileira quando, mesmo diante de um protesto massivo contra sua pessoa, Renan Calheiros não só decide levar adiante a sua candidatura à presidência do Senado, como é eleito por seus pares!
    Senador, o senhor, por ter sido eleito pelo meu estado, me representa. Peço então que leve em consideração o meu estarrecimento diante dos fatos e não só SE RECUSE A APOIAR RENAN CALHEIROS como peça imediatamente a saída de um político que representa o que de mais podre existe na classe parlamentar brasileira.

    Atenciosamente,

    Curtir

Deixe aqui seu comentário! ;)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: