Já olhou para a “super” Lua hoje?

lua57684Já olhou para o céu hoje? Pois olhe assim que possível. Teremos neste domingo o fenômeno da “super Lua“, que deixa a lua cheia maior do que o normal, por mais próxima da Terra.

Ocorre uma vez por ano, normalmente, mas a de hoje, especialmente, estará ainda maior do que o normal – 14% maior e 30% mais brilhante – dum jeito que só será visto de novo em 18 anos.

Ontem ela já estava maravilhosa e tive a sorte de poder admirá-la no meio do mato, como deveria ser possível todos os dias. Mas hoje ela promete estar mais especial.

Fica a dica. Sempre é bom um pouquinho de poesia para nossos olhos, ainda mais em tempos turbulentos como estes*.

Atualização: Veja fotos da superlua em todo o mundo!

Leia também:

Quando falo que já é hora de os protestos acabarem de vez, por terem perdido o rumo e o controle, é por relatos como ESTE. Leiam até o finzinho, por favor.

Anúncios

6 meses de Beagá

Beagá me acolheu de volta com muito sol, muitas alegrias, passarinhos e carinho de pessoas que estavam por aqui.

Admirada com a cidade, dia desses, percorri a pé o caminho entre dois pontos turísticos da cidade, a Praça da Liberdade e a Praça do Papa. E saí fotografando, com o celular mesmo, tudo o que vi pela frente.

Aí o resultado:

Foto0074

Praça da Liberdade. (Todas as fotos: CMC)

Foto0075

Praça da Liberdade.

Foto0076

Caminhadores na Praça da Liberdade.

Foto0077

O céu de BH 1.

Foto0078

O céu de BH 2.

Foto0079

Secretaria da Cultura e a melhor luz do dia.

Foto0080

Foto0081

Av. Cristóvão Colombo.

Foto0082

Av. do Contorno.

Tentando capturar a lua imensa.

Tentando capturar a lua imensa.

Direções para a lua ;)

Direções para a lua 😉

Praça Milton Campos – e a lua.

Praça Milton Campos – e a lua.

A hora mágica em BH.

A hora mágica em BH.

Que venha o céu do Natal

Foto do último cometa de grande visibilidade que passou por aqui, o Lovejoy, em 2011, com magnitude -4 (Y. Beletski/ESO).

Foto do último cometa de grande visibilidade que passou por aqui, o Lovejoy, em 2011, com magnitude -4 (Y. Beletski/ESO).

Eu não entendo nada de astronomia. Nem sequer participei da tradicional viagem do meu colégio para Milho Verde, distrito de Diamantina, onde os alunos se deitavam em cangas num gramado durante a noite e observavam o céu, recebendo informações preciosas do professor de Física. Não consigo identificar constelações e não é sempre que vejo Vênus.

Mas adoro admirar uma noite de céu estrelado, de preferência em uma dessas roças perdidas no mundo, com pouca iluminação artificial para atrapalhar a vista. Um dos meus programas favoritos, quando ia à Serra do Cipó, era deitar no chão e ver as estrelas. Não raro enxergo uma estrela cadente. E também não posso me esquecer da Lua: quando criança, uma das minhas maiores diversões era, assim que entrasse no carro, procurar pela lua e disparar: “Olha a lulua!”, apontando o dedo para ela, vitoriosa. Meus pais vibravam.

Por isso, espero ansiosa pela chegada do Natal deste ano, desde que soube que, nesse fim de 2013, poderei enxergar a olho nu, além das belas estrelas e da lua, um cometa descoberto pelos russos no ano passado e batizado de Ison (nome do observatório no Cáucaso). Diz a “Época” desta semana que ele terá magnitude de -13 — menor que a de uma lua cheia, que chega a -12,7. Explicam os entendidos que, quanto menor a magnitude, mais brilhante é o astro. Ou seja, esse cometa poderá ser mais brilhante do que a lua cheia! Além disso, será mais brilhante que o mais brilhante dos cometas que já passou perto da Terra, que atingiu magnitude -10 — e isso em 1965, vinte anos antes de eu nascer para poder admirá-lo. O Halley chegou só a -3,5.

Enfim, será um espetáculo digno de reis magos, e com previsão de durar dois meses para quem não tem luneta, como eu. Que venha o Natal!

***

Leia mais informações e veja imagens dos maiores cometas (como o que ilustra este post)  AQUI.

20 fotos da lua (azul?) ao redor do planeta

Não sei por que deram o nome de “Lua Azul” ao fenômeno das duas luas cheias em um mês.

Ficou todo mundo olhando para o céu, esperando ver a inspiração de Billie Holiday, e era só a mesma luona redonda de sempre, às vezes mais amarelada, às vezes branca, dependendo da hora e do lugar.

O lado positivo para esse marketing inocente, foi que todos lembraram que aquele satélite bonito existe, lembraram de observá-lo e, muitos, até fotografaram.

Abaixo, algumas fotos que encontrei na internet. Se vocês tiverem feito alguma, mandem pra mim também, que acrescento aqui 😉

Sugiro que vejam as fotos ao som da Billie:

Foto de Marcelo Dornas, em Belo Horizonte. Clique sobre as fotos para vê-las em tamanho real.

Foto de Muhammad Hamed/Reuters, em Amã, Jordânia. (Folha.com)

Foto de Robert Atanasovski/France Presse, em Skopje, Macedônia. (Folha.com)

Foto de Robert Atanasovski/France Presse na Macedônia. (Folha.com)

Foto de Louisa Gouliamaki/France Presse, em Atenas, Grécia. (Folha.com, Gazeta do Povo, Veja, G1 etc).

Foto de Vanderlei Almeida/France Presse, no Rio. (Folha.com)

Foto de Vanderlei Almeida/France Presse, no Rio. (Folha.com)

Gary Granja/Reuters (Veja)

Foto de Petros Karadjias/AP, no Chipre. (Veja e G1)

Foto de Joseph Eid/AFP, em Damasco, Síria. (G1 e Gazeta do Povo)

Foto de Cadu Rolim/Fotoarena/AE, na Lagoa da Conceição, Florianópolis. (G1)

Foto de Mohammed Abed/AFP, na Faixa de Gaza. (Veja e G1)

Foto da Reuters, em Xangai, China. (Gazeta do Povo)

Foto de Biswaranjan Rout/AP, na Índia. (G1 e Veja)

Foto de Robert Atanasovski/France Presse, na Macedônia. (Folha.com, Gazeta do Povo, Veja)

Foto da AFP, em Cincinatti, EUA. (Gazeta do Povo)

Foto da AFP em Washington, EUA. (Gazeta do Povo)

Foto de Muhammad Hamed/Reuters, na Jordânia. (Folha.com, Gazeta do Povo e G1)

Foto de Ognen Teofilovski/Reuters, na Macedônia. (Folha.com)

Foto de Katia Christodoulou/Efe, no Chipre (Folha.com)

Cenas das férias – parte 3

O que restou:

Clique sobre as fotos para vê-las em tamanho real. (Todas as fotos: CMC)

 

Andei nessa magrela até o bumbum morrer de dor 😀

Humor.

Mau humor.

Amor.

Mas as férias ainda não acabaram! Quando este post entrar no ar, já estarei em outra aventura! Quando voltar dela, ponho mais fotos aqui (quem sabe até lá não terei comprado uma câmera que presta, né?). Afinal, esse é o tipo de post que não atrapalha o descanso 😉