Ir para conteúdo

‘O Beco do Pesadelo’: a história de um golpista ambicioso como muitos que você já viu

Vale a pena assistir: O BECO DO PESADELO (Nightmare Alley)
Nota 9

 

Cena de ‘O Beco do Pesadelo’

 

Eis um filme que nos prende no início ao fim e faz a gente acabar de roer cada beiradinha de cada unha. É tenso, inteligente, bem costurado, muitas vezes apavorante. Um suspense de primeira categoria, como eu não via já há algum tempo.

A história é basicamente sobre um golpista, que sabe manipular as pessoas dizendo o que elas querem ouvir, e com grande talento para a observação. Nada muito diferente de várias “cartomantes” e outros “psíquicos” e pessoas que se dizem detentoras de conhecimentos sobre o futuro ou sobre “outro plano espiritual”.

O sujeito vê uma pessoa vulnerável – seja em luto por alguém, seja num fossa, e por aí vai – e vai arrancando sutilmente informações dessa pessoa, de forma a soltar de volta o que ela quer ouvir: por exemplo, que o ente querido que morreu está ali ouvindo tudo e quer dizer que ela não precisa sentir culpa de nada, que ele a ama etc.

Tudo seria lindo se fosse apenas bem intencionado assim, mas os golpistas geralmente são ambiciosos, querem algo a mais do que reduzir o arrependimento alheio, não é mesmo? Querem bons pagamentos, pra começo de conversa.

E a coisa piora porque nem tudo é tão previsível quanto os charlatões acham e, sim, “shit happens”. Este filme vai mostrando como o protagonista, interpretado brilhantemente por Bradley Cooper, vai se enrolando num novelo de mentiras que ele mesmo teceu. E com algumas guinadas totalmente imprevisíveis, tanto para ele quanto para nós, os espectadores.

Enfim, é um roteiro brilhante, num cenário de um verdadeiro circo de horrores, com cores envelhecidas que nos transportam diretamente para o início do século 20. O próprio golpe, o próprio charlatanismo, já nos desperta um certo asco, mas ele ganha ingredientes extras com todas as “aberrações”, todo o freak show típico do universo circense daquela época. Que já era envolto em muito ilusionismo. Mas o público que vai ao circo QUER ser iludido, certo? Quer ser encantado pelo mágico, quer ficar abismado com o corpo do contorcionista, quer achar que o “geek” é meio homem e meio monstro. Como diz o dono do circo, as pessoas pagam um pouco mais para verem que há gente ainda mais miserável, ou mais absurda do que elas próprias.

E quem cai num golpe, será que não quer também ser vítima desse golpe? Ou não contribui para isso?

É nessa atmosfera de aberrações físicas e morais que este filme se desenrola, com atuações impecáveis de grandes atores e atrizes, muitos dos quais figurinhas fáceis nas indicações do Oscar: o próprio Bradley Cooper já foi indicado 9 vezes, das quais 4 por suas atuações; Cate Blanchett já foi indicada 7 vezes e ganhou em 2; Willem Dafoe foi indicado 4 vezes; Rooney Mara e Richard Jenkins, duas vezes cada.

Já o diretor, Guillermo del Toro, levou a dobradinha de melhor direção e melhor filme por “A Forma da Água“, em 2018, e concorreu de novo na principal categoria da noite neste ano, que acabou ficando com “Coda“.

São esses os condutores que nos levam a um verdadeiro beco do pesadelo, ao beco onde a gente entra e não sabe como (ou se) sairá de lá.

 

Assista ao trailer do filme:

 

Leia também:

***

Quer assinar o blog para recebê-lo por email a cada novo post? É gratuito! CLIQUE AQUI e veja como é simples!

faceblog
ttblog

Cristina Moreno de Castro Ver tudo

Mineira de Beagá, jornalista, blogueira, poeta, blueseira, atleticana, otimista, aprendendo a ser mãe. Redes: www.facebook.com/blogdakikacastro, twitter.com/kikacastro www.goodreads.com/kikacastro. Mais blog: http://www.otempo.com.br/blogs/19.180341 e http://www.brasilpost.com.br/cristina-moreno-de-castro

Deixe aqui seu comentário! ;)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: