Ao menininho de Aleppo

Texto escrito por Eduardo Augusto*:   Tudo estava claro. Depois veio um estrondo. Tudo ficou escuro. Homens gritam lá fora. Um deles me pegou no colo, me sentou numa cadeira. O lugar está muito claro. Meu cabelo tá sujo. Sujou. Tem uma coisa escorrendo no meu rosto… (Os militares sírios realizaram um ataque aéreo onde… Continuar lendo Ao menininho de Aleppo

Avalie isto: