Você sabia que BH é um ‘polo nacional’ do esporte radical e da aventura?

Voo de parapente na Serra da Moeda, pertinho de BH. Foto: Youtube / reprodução

Voo de parapente na Serra da Moeda, pertinho de BH. Foto: Youtube / reprodução

 

Não se preocupe: eu também não sabia.

Mas talvez seja porque não pratico esportes radicais. O pessoal adepto de acquaride, acrobacia aérea, arvorismo, automobilismo, asa-delta, BMX, bungee jumping, canoagem, canyoning, corrida aérea, orientação, corrida de aventura, kitesurf, mergulho, motocross, mountain bike, paintball, parapente, parkur, paraquedismo, patinação, rafting, rapel, sandboard, skateboard, tirolesa, trekking, triathlon, voo livre, wakeboard, wheelie e – UFA! – windsurf pode me informar, por gentileza, se esta capital mineira, outrora tão recatada, é mesmo o lugar que as pessoas do Brasil inteiro procuram em busca de aventuras radicais?

Se não for na prática, acaba de tornar-se assim por força da lei. É que o prefeito Marcio Lacerda (PSB) sancionou a lei 10.966/2016, publicada no “Diário Oficinal do Município” (DOM) na última segunda-feira (12), que determina o seguinte:

Art. 1º – Fica o Município de Belo Horizonte declarado Polo Nacional do Esporte Radical e de Aventura.

Art. 2º – Fica instituído, no Município, o evento “BH 360º Polo Nacional do Esporte Radical e de Aventura”, a ser comemorado anualmente no mês de maio.

Art. 3º – Esta lei entra em vigor na data de sua publicação.

Portanto, meus amigos belo-horizontinos, nossa terrinha é, a partir de agora, a terra dos esportes radicais. U-huuuuuuu! Mais do que isso: haverá um evento anual, na mesma época em que costuma ocorrer o Comida di Buteco, voltado apenas para a prática dos esportes radicais. A partir de maio de 2017, portanto, podemos esperar pelo primeiro “360°”.

Ao ler esta lei no “DOM” (sim, eu leio o DOM diariamente, por obrigação profissional), lembrei-me imediatamente de uma reportagem que fiz para o G1 no final de 2012, que tratava mais ou menos do mesmo assunto. Na verdade, tive que buscar o DOM de 29.11.2012 para entender qual a diferença em relação ao que foi sancionado agora, quatro anos depois.

Com algum custo, entendi: em 2012, ficou aprovada a política municipal de fomento para a criação do Polo de Esportes Radicais e Aventura. Agora, suponho que o fomento já tenha ocorrido, porque BH ganhou o título – e, de quebra, um evento anual para justificar esse título. O autor dos dois projetos de lei é o mesmo vereador que, na época, era tucano: Léo Burguês (aquele das coxinhas).

Ou seja: não somos mais apenas a capital dos bares, amigos conterrâneos. Agora também, aparentemente, somos a capital nacional das aventuras. Vou avisar ao amiguinho que surfa no teto dos ônibus que ele está apenas seguindo o espírito da cidade 😉

Imagem de WhastApp.

Imagem de WhastApp.

E você? O que achou dessa mais nova lei? Deixe sua opinião nos comentários!

Leia também:

faceblogttblogPague com PagSeguro - é rápido, grátis e seguro!

Anúncios

2 comentários sobre “Você sabia que BH é um ‘polo nacional’ do esporte radical e da aventura?

Deixe aqui seu comentário! ;)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s