Um médico do SUS faz campanha em lugar errado

Um médico oftalmologista da Santa Casa de Belo Horizonte, num arroubo de militância política, resolveu alterar o equipamento que imprime exames de vista de seus pacientes. Pelo menos desde maio, como revelou o blog “Olho Neles“, do jornal mineiro “O Tempo”, todos os pacientes atendidos por este “doutor” — jovens, velhos, pobres ou não, todos eles pacientes do Sistema Único de Saúde, o SUS — receberam um exame de vista com a mensagem impressa, bem no alto: “Fora Dilma”. Quantos deles, agradecidos pelos atendimentos prestados pelo médico em questão (supondo que tenham sido bons), podem ter decidido mudar o voto por causa dessa mensagem?

2253221911

Afora a questão legal, que passa por essa última pergunta, e provavelmente será analisada pelo Tribunal Regional Eleitoral caso o PT entre mesmo com representação, acho que o mais grave do episódio acima é a questão ética. Um funcionário a serviço do SUS lança em exames médicos mensagens com sua convicção política pessoal. Um problema de ética tão grave quanto se o grito em questão fosse de “Fora Marina” ou “Fora Aécio”. Simplesmente, não é o lugar. É como se eu publicasse um “Fora Partido X” no alto da primeira página do jornal onde trabalho, aproveitando que tenho acesso ao software que o publica. Ou como se um diretor de escola publicasse um “Fora Político Tal” no alto do cabeçalho de todas as provas dos alunos.

Se o médico quisesse ir trabalhar com uma blusa de “Fora Qualquer Coisa”, embaixo de seu jaleco, não seria um problema tão grave. Mas alterar os exames médicos de centenas de pacientes, ao longo de mais de três meses, em um hospital filantrópico sustentado por recursos públicos, aí é demais.

Me lembrou a charge do Duke publicada ontem:

DSCF2833

 

Se você não acompanhou o caso, recomendo a leitura das reportagens abaixo, fruto de apuração dedicada dos jornalistas Ricardo Corrêa e Lucas Ragazzi, que editam o blog “Olho Neles” — o único que está fazendo cobertura eleitoral de verdade (além das insuportáveis agendas de candidato) em BH:

Vale ressaltar que, desde o primeiro momento, a Santa Casa se posicionou veementemente contra o mal feito pelo funcionário em questão, culminando nesse pedido de desculpas formal à presidente da República. Resta ver se a instituição vai mesmo punir o funcionário e divulgar com transparência essa punição. Os pacientes do SUS (e os futuros pacientes que ele venha a ter) têm o direito de saber o nome e CRM de um médico tão antiético e antiprofissional como este.

Leia também:

Anúncios

Deixe aqui seu comentário! ;)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s