Lembram do Orkut?

orkut2352

Eu já tinha até me esquecido. Há quase exatos três anos atrás, deletei minha conta de Orkut. E contei aqui no blog o motivo. O gozado é que, naquela época, o Facebook não era ainda esse monstro que se tornou em todo o mundo. E o Orkut, até aquele 2011, ainda era a maior rede social do planeta.

Hoje, creio que ninguém mais se lembrava do Orkut. Alguns poucos que mantiveram a conta lá já se esqueceram das senhas para acessá-la. E o lugar virou uma espécie de cidade-fantasma, com umas poucas comunidades ainda ativas, mas a maioria cheia de spams sobre como virar milionário ou como aumentar o tamanho do pênis. Isso para não falar das comunidades de pedófilos, que geraram uma perseguição judicial à rede social do Google.

Quanto tempo ainda durará para que o Facebook fique do mesmo jeito? Não vale dizer que ele terá vida eterna, porque isso me parece improvável demais. A bem da verdade, já notei, neste ano, uma queda vertiginosa de comentários e curtidas lá naquele buteco. O Facebook já me parece estar em decadência, embora ainda deva durar mais um par de anos.

E a comparação com os butecos não é de todo imprópria. Ao menos aqui em Beagá, a “capital dos butecos” (me recuso a escrever boteco), é a coisa mais comum do mundo um buteco novo abrir, atrair clientes como moscas, lotar meses a fio e, subitamente, esvaziar e fechar. Há os bares tradicionais e há os clientes fiéis, mas também há os bares da moda, que só duram por ocasião. Ninguém imaginaria que um dia ficariam vazios, mas outro bar da moda suga toda a clientela e… fim.

O mesmo aconteceu com o ICQ, o MSN, o Orkut, e várias outras redes sociais menores. Os aplicativos, como o WhatsApp e o Tinder, que são menos invasivos, acabam surgindo e tomando boa parte dos clientes daquelas redes sociais. Afinal, cumprem o papel de reunir amigos e de propiciar que se conheça novos amigos, mas sem o mesmo grau de exposição e comércio de dados. Não foi à toa que Zuckerberg comprou o WhatsApp — e pagou US$ 19 bilhões por isso. Ele pode ser o que for, mas não me parece burro para os negócios.

Seja como for, novos sites e aplicativos vão surgir sempre, abocanhando parte dos clientes da modinha anterior. E, quando entramos na nova onda, nos esquecemos quase imediatamente do espaço que, até pouco tempo, tomava horas produtivas dos nossos dias. Por isso ninguém mais se lembrava do Orkut. E agora nem terá como relembrar: o Google decidiu acabar de vez com sua cidade-fantasma e até o endereço, orkut.com, vai sair do ar. Hora de limpar as mesas.

Leia também:

Anúncios

6 comentários sobre “Lembram do Orkut?

  1. O mais engraçado do orkut eram as comunidades sem pé nem cabeça, do tipo “nasci para brilhar”, “passam todos os ônibus menos o meu”, “queremos yakult de dois litros” etc. Como não participei nessas comunidades não sei o que os membros discutiam…

    Curtir

Deixe aqui seu comentário! ;)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s