Ir para conteúdo

Os milhões que custamos a nossos pais

Leio hoje no jornal mineiro “Hoje em Dia” que os pais gastam até R$ 2 milhões com a criação dos filhos, do nascimento até o fim da faculdade. (Sem falar nos que continuam custeando a prole quando esta já beira os 40 anos de idade, o que está se tornando cada vez mais comum…).

A conta varia aí de uns R$ 800 mil para mais de R$ 2 milhões. Isso quer dizer que, lá na minha casa, meus pais deixaram de usufruir de pelo menos R$ 3,2 milhões para criarem os quatro filhos. Talvez chegando a R$ 8 milhões. E ficam aí perdendo tempo jogando na Mega-Sena, quando o prêmio já está ganho 😉

Um dia talvez eu tenha um filho, para saber se há alguma vantagem no esforço econômico (para não falar do físico, psicológico, biológico etc). Às vezes me pergunto se é tão bom assim como dizem, já que filho traz montanhas de amolações em todas as fases da vida. Mas a quantidade de amigos e parentes grávidos que tive neste ano talvez demonstre que ter filho ainda é pop. E, portanto, deve valer a pena.

Neste dia dos pais, agradeço ao meu pai-herói por ter aberto mão de tantos milhões para me ter, me educar e fazer de tudo para me ver bem e feliz, em esforço compartilhado com a minha mãe.

Se eu tivesse alguns milhões, não pensaria duas vezes para retribuir. Até andei jogando na Mega Sena recentemente, no auge do meu desespero financeiro, e alardeei para os quatro ventos que, se ganhasse, dividiria o prêmio em seis partes e daria igualmente, cada uma, para meus pais e irmãos. (Mas talvez eu devesse refazer a conta e dar metade pros meus pais e dividir o resto com os irmãos…)

Bom, o importante é que não ganhei na Mega Sena, continuo pobre, mas ainda posso dar uma retribuição ao meu pai ao meu jeito, inspirada no moleque abaixo:

(E desejo que meus amigos-papais jamais criem uma criança para ter esse olhar de desdém dessa menina do quadrinho. Que tenham um ótimo dia hoje também, como o que o meu pai vai ter :))

 

Cristina Moreno de Castro Ver tudo

Mineira de Beagá, jornalista, blogueira, poeta, blueseira, atleticana, otimista, aprendendo a ser mãe. Redes: www.facebook.com/blogdakikacastro, twitter.com/kikacastro www.goodreads.com/kikacastro. Mais blog: http://www.otempo.com.br/blogs/19.180341 e http://www.brasilpost.com.br/cristina-moreno-de-castro

4 comentários em “Os milhões que custamos a nossos pais Deixe um comentário

  1. Vale a pena sim Cris, eu tenho dois mais velhos que você e acho que os milhões que devo ter gasto sem perceber foram pouco para fazê-los felizes. A recompensa é vê-los realizados, não precisa mais que isso.

    Curtir

  2. Obrigado pela homenagem, Cris. Sempre desconfiei de estatísticas e essa aí do tal Instituto Nacional de Vendas e Trade Marketing (Invent) me parece bem suspeita. Sempre achei e vou continuar pensando deste modo: você e seus irmãos não me custaram nada.

    Lembra daquela sua pobre amiga desdentada que há uns 15 anos ou mais vende coisinhas na esquina de nossa rua? Ela teve filhos um atrás do outro, até onde foi possível. Uns 10… Aos que perguntavam por que não tomava pilulas, ela respondia mais ou menos assim: “De jeito nenhum! Os filhos são a minha aposentadoria”. Ela não pensava nas dificuldades para criar filhos, só no futuro. Um dia, dona Geralda – este é o nome dela – recebeu de presente um par de botas usadas. Foi dado por uma das freguesas dela, que dirigia um carro novinho. Chegando em casa, ela foi experimentar as botas. Dentro, havia uns pacotinhos de notas de cem dólares, embrulhadas em papel jornal. No total, 10 mil dólares. Na primeira vez que viu de novo a distraída freguesa, que ainda não havia dado por falta do dinheiro e nem se lembrava mais onde o escondera, dona Geralda devolveu tudo,

    Eu não penso nos filhos como arrimo para a aposentadoria. Mas acho que aprendi alguma coisa com dona Geralda: o dinheiro não é o mais importante. Assim, se ganhar o grande prêmio da Mega Sena, não pense em dividi-lo comigo. Já tenho tudo de que preciso até o fim da vida. Principalmente o amor dos filhos.

    Curtir

Deixe aqui seu comentário! ;)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: