Relato inspirador para agitar este domingo parado

Vocês já devem ter notado que nos últimos dias ando sem nenhuma inspiração para escrever neste blog. Quando conto demais essas histórias personalistas sobre minhas percepções sobre o dia cinza de São Paulo, as cadeiras de imbuias e os elefantinhos indianos, podem saber que a coisa (cerebral) está feia.

Na verdade, acho que meu último lampejo de inspiração foi gasto na sexta da semana passada, com a história de Washington.

Mesmo assim, pouco tenho acrescentado às outras seções do blog — noticiário, filmes, livros, restaurantes. Isso sem falar da ausência irreparável dos artigos do meu pai, que resolveu que agora vai se aposentar mesmo 😦

Hoje vou compensar minha falta de inspiração com uma história inspiradora que acabo de ler, escrita pelo repórter-fotográfico da Folha Lula Marques.

Aos que gostam de jornalismo, aqui vai uma pitada do que é, REALMENTE, capturar um pedaço de mundo e levá-lo ao alcance de leitores de todo o planeta. Ou seja, fazer o que os jornalistas são pagos para: contar uma história.

CLIQUE AQUI para ler.

Anúncios