Do berço para a cama: 7 coisas que aprendi sobre este marco na vida do bebê

Foto: Pixabay

Em abril, aconteceu um grande marco aqui em casa: Luiz, então com 1 ano e 4 meses, deixou de dormir no berço e passou a dormir na cama!

Antes de tomar esta decisão (junto ao marido), fiquei em dúvida se era mesmo o momento certo. Dúvida esta que imagino que outras mães também devem ter. Então, como sempre, compartilho aqui o que aprendi com a experiência, torcendo para ser útil a outras pessoas 🙂

#1 Sinais de que pode ser hora de sair do berço Continuar lendo

Anúncios

20 sugestões para ajudar o bebê a dormir a noite toda

Meu bebê começou a dormir a noite toda (digamos que em 80% das noites*) por volta dos 5 meses e meio. Hoje ele está com quase 1 ano de vida e tenho conseguido ter boas noites de sono: durmo por volta das 23h e acordo entre 6h e 7h, quando o Luiz começa a fazer seus barulhinhos me convocando até o berço. Posso dizer que isso é um grande alívio, porque sei como é terrível passar tantos meses com o sono picado: é como se a gente não descansasse nunca, com tantas interrupções, e ficamos igual a zumbis durante o dia!

muitosono

Mas não foi num passe de mágica que o Luiz aprendeu a dormir a noite toda. Foi um longo processo, que começou desde seus primeiros dias de vida.

Sei que cada bebê é de um jeito e é bem possível que a experiência que eu tive com o Luiz não se aplique de forma alguma a outro bebê — um que seja mais agitado ou deteste chupeta, por exemplo. Mas compartilho abaixo as coisas que funcionaram para mim, na esperança de que também possam ser úteis a outras mães e pais que querem acostumar seus bebês a terem boas — e ininterruptas — noites de sono. Pelo bem de toda a família.

Aí vão minhas sugestões:

1. Outras formas de ninar / Colo não é a única maneira

Continuar lendo