O inverno da nossa desesperança (nos noticiários)

Foto: Pixabay

O inverno começou ontem e me lembrou o nome desse clássico de John Steinbeck, “O Inverno da Nossa Desesperança”, um dos livros mais belos que já li. Este post nada tem de belo, mas peço licença a um dos meus escritores favoritos para pegar a ideia emprestada.

A cada vez que entro em um site de notícias, meu coração se enche de desesperança. E, nesta época do ano, isso tem acontecido com mais frequência.

Não estou só me referindo às notícias políticas e econômicas, que, neste campo, já estamos todos muito calejados. Mas principalmente a notícias como estas:

E olha que hoje o noticiário estava até leve.

Mas estas são algumas amostras, colhidas numa olhada rápida por alguns sites que leio, de como nossa sociedade anda doente, sob vários aspectos. Tudo bem dirigir bêbado, tudo bem xingar uma mulher por ela ser negra, tudo bem bater num cara por causa de rixa de futebol, tudo bem a prostituição de menores? Agora até ameaçar um bebê de morte para ganhar curtidas numa rede social já está rolando! Onde vamos parar?

É por me sentir tão desesperançada que tenho escrito bem menos neste blog em 2017. Não é só falta de tempo, maternidade etc. É falta de vontade mesmo de escrever sobre o mundo. Meu pai sempre diz: “Isso também passa”. Concordo com ele. Talvez seja apenas um longo inverno, e logo chegue a primavera, com notícias mais alegres, com olhares mais leves sobre a vida. Mas, com tanta coisa desanimadora para se ler na internet, tenho evitado tornar este blog mais um reduto para o pessimismo. Vamos ver quando conseguirei retornar à carga…

Quer me dar uma forcinha? Se você leu uma notícia BOA hoje, boa mesmo, algo que tenha te inspirado, que tenha te feito pensar que o mundo não está perdido, que ainda há pessoas bacanas ao nosso redor, me mande o link dessa notícia. Pode ser aí nos comentários, pode ser no meu e-mail, nas redes sociais do blog, como preferir. Acreditar é preciso.

Leia também:

faceblogttblogPague com PagSeguro - é rápido, grátis e seguro!

Anúncios

9 comentários sobre “O inverno da nossa desesperança (nos noticiários)

  1. Minas Gerais, 22 de Junho de 2017

    Prezada jornalista escritora mãe mineira e blogueira Kika Castro

    “É por me sentir tão desesperançada que tenho escrito bem menos neste blog em 2017.”
    Não faça isto – não se combate o mal com o ostracismo, o silêncio, o abandono. Não faça isto. Precisamos de pessoas boas.

    É a primeira vez que faço uma manifestação aqui, não sou um religioso exímio, mas citarei uma das mais ricas lições de Paulo de Tarso em Romanos 12,21 – Não te deixes vencer do mal, mas vence o mal com o bem.

    Paulo nasceu em Tarso, cidade onde Cleópatra encontrou-se e enamorou-se de Marco Antônio e juntos mudaram o destino da humanidade, sobe o jugo pesadíssimo da águia romana que temos visto nestes últimos cem anos sob a mesma águia a mesma sede de crucificação dos justos e dos bons. Como sabe, está nos livros de história, a história só se repete como farsa.

    O princípio é simples – destroem nossa humanidade e constroem clones idiotas, retardados, inúteis – não se permita isto – provoque a nossa humanidade, a nossa percepção de beleza entre tantas coisas ruins que desde Caim estão aí soltas no mundo.

    Um abraço

    Paulo Abreu

    Curtido por 1 pessoa

  2. Como diria teu pai, isso também passa. Como eu diria? Que precisamos ser a referência que necessitamos. Que precisamos resistir e avançar. Que deixar de escrever não está ajudando.

    Curtir

  3. Um dos fatores que me fazem andar com o humor azedo a algum tempo é essa desesperança. Dai na avenida do contorno no número 2090, esquina com rua mucuri vejo que colocaram aspersores de água na marquise do prédio ligado a madrugada toda para molhar moradores de rua que dormem no passeio. Imagina o que deve ser isso, dormir na rua com frio e vem alguém e te molha. Já liguei pra pm, para prefeitura e ate para a copasa (devido ao desperdício) e nada. Ver o quanto somos cruéis e que quase nada pode ser feito contra me desanima demais. Sou professor de geografia (enquanto ainda existe), como entro em uma sala e passo uma boa mensagem para os alunos? Tenho a impressão que esse inverno já é uma era glacial.

    Tenho acompanhado muito pouco de noticiario entao noticia boa não tenho rs. Mas gosto de me desligar vendo o trabalho do fotografo Ernest Sebastian, segue https://www.spiritofdecay.com/.

    Sobre construções abandonadas, mas que mesmo assim guardam uma beleza.

    Curtir

    • QUE ABSURDO ESSA HISTÓRIA DA ÁGUA! É muita crueldade, meu deus 😦 Pior é saber que as denúncias são inócuas… Vou dar um jeito de ir até lá para documentar pelo menos aqui no blog. Você chegou a fazer alguma foto? Obrigada pelo link final, faz um bom efeito, tanto quanto de ler boas histórias. abraços!

      Curtir

Deixe aqui seu comentário! ;)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s