Capitão Fantástico: uma alegoria sobre a paternidade

Não deixe de assistir: CAPITÃO FANTÁSTICO (Captain Fantastic)
Nota 8

captain

Se tem uma coisa que você precisa saber antes de ver este filme é que NÃO é comédia.

Não sei quem foi o louco que classificou “Capitão Fantástico” como comédia. O filme inteiro é sobre um grande drama familiar, com intrincados desdobramentos, narrados na forma de uma alegoria sobre a paternidade.

O personagem que dá nome ao filme e é interpretado brilhantemente por Viggo Mortensen tem uma noção bem peculiar de como deve criar seus seis filhos. Toda a família vive em completo isolamento, no meio de uma floresta, e as crianças aprendem a ser independentes, autossuficientes, fortes e cultas. Aprendem a escalar uma montanha, caçar um antílope, lutar e se defender, em uma rotina de exercícios digna dos mais severos pelotões de Exército. Também aprendem Física Quântica, Direito Constitucionalista, Literatura, música erudita, outros idiomas. E assim por diante.

Em um dado momento Continuar lendo

Anúncios