Capitão e pirata em uma história real que parece ficção

Para ver no cinema: CAPITÃO PHILLIPS (Captain Phillips)

Nota 9

phillipsFilme sobre sequestro já é, por natureza, tenso. Torna-se ainda mais grave quando é baseado em fatos reais, que foram bem noticiados à época, em 2009. E o enredo real ganha ares de ficção vitoriana quando o sequestro é de um capitão, que cai nas mãos de piratas.

Um resumo da notícia: Richard Phillips era capitão de um navio cargueiro que levava alimentos de ajuda humanitária para países da África. Quando cruzava o chifre da Somália, foi abordado por piratas, que o transformaram em refém por dias. Aí, quem quiser relembrar tudo o que aconteceu na época, pode clicar AQUI. Quem não se lembrar e preferir ver o filme mais às escuras, deixa pra ler depois 😉 Porque uma coisa é certa: o filme, do diretor Paul Greengrass (Ultimato e Supremacia Bourne), é bastante fiel à história que nos foi contada pelos jornais.

O resultado é muito emocionante, com alto grau de suspense (mesmo para quem já sabe o fim da história), ancorado em imagens impressionantes e um áudio impecável, que agora concorre ao Oscar em duas categorias.

Por falar em Oscar, é difícil de engolir que Tom Hanks tenha ficado de fora da lista de indicados. Ele é, bem, Tom Hanks. A versão masculina da Meryl Streep. E, assim como já tinha feito em clássicos como “Náufrago”, consegue segurar muito bem uma atuação que é, em vários momentos, solitária. Ou intercalada pela atuação do estreante Barkhad Abdi, que interpreta o líder dos piratas. Abdi nasceu mesmo na Somália e morava nos Estados Unidos desde os 14 anos. Sem nunca ter cogitado ser ator algum dia, ele trabalhava como motorista particular quando foi escalado para trabalhar num dos principais papéis do filme. O estreante foi tão bem que acabou, ele sim, surpreendentemente, indicado ao Oscar de melhor ator coadjuvante.

Além disso, a superprodução concorre nas categorias de melhor roteiro, melhor edição e no prêmio principal da academia, de melhor filme. Não é pouca coisa. Promete ser uma das melhores aventuras do ano. E baseada em gente real, o que só prova que tem muita história real — a matéria prima do jornalismo — que supera, em todos os quesitos, as histórias fictícias mais inimagináveis.

Anúncios

2 comentários sobre “Capitão e pirata em uma história real que parece ficção

Deixe aqui seu comentário! ;)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s