Os 25 melhores filmes que já encontrei na Netflix, com resenhas e trailers

A partir de amanhã, este blog entra de férias, retornando só daqui a umas duas semanas. Eu de férias desligo celular, me desligo do noticiário, e me concentro em fazer duas coisas: descansar bastante e me divertir. Para isso, além de passear com minha família e butecar (e acompanhar o que resta da Copa do Mundo), outras duas coisas vão certamente fazer parte da minha rotina nos próximos dias: livros e filmes.

São estes últimos que deixo para vocês, na ausência de novos posts, com a facilidade de estarem disponíveis na Netflix, que hoje quase todo mundo assina em casa. Vamos combinar o seguinte: sempre que sentirem falta de um post novo aqui no blog, vocês escolhem um filme desta lista e vão lá assistir, tá bom? Quando tiverem acabado de ver todos, eu já estarei de volta com certeza 😀

Os filmes listados abaixo foram escolhidos seguindo três critérios:

  1. já assisti a todos eles e dei nota 7 ou mais;
  2. fiz resenhas deles aqui no blog (no caso de três filmes, teci um comentário menor, menos elaborado, mas pelo menos falei sobre eles aqui);
  3. estão disponíveis na Netflix, segundo consulta feita na semana passada (Moonlight, por exemplo, chegou a entrar na rede de streaming, mas hoje não está mais lá).

Ou seja, também há outros filmaços na Netflix além destes 25, mas não foram colocados na lista porque eu não tinha escrito sobre eles ainda. A ideia é que esta lista sirva de ponto de partida para quem quiser ver um filme garantidamente bom, garimpado em meio aos vários títulos fracos existentes ali, com uma resenha sem spoilers e trailer disponíveis para quem quiser saber mais detalhes antes de encarar mais de 100 minutos diante da tela.

Anotem as sugestões:

Concorda com minha listinha? Quais deles você já assistiu? Tiraria algum desse rol de 25? Escreva sua opinião nos comentários 😀

Leia também:

 

faceblogttblog

Anúncios

Mais 12 filmes para assistir na Netflix

Já estava na hora de eu compartilhar por aqui alguns filmes bacanas que descobri na Netflix, não é mesmo? Afinal, a última lista que fiz foi em novembro do ano passado. E, cá entre nós, tem MUITO filme ruim por ali: é preciso garimpar bem — ou ter boas recomendações — para encontrar os melhores. Pra começar bem o fim de semana, seguem as sugestões que assisti neste ano:

ÓTIMOS

MUITO BONS

BONS

E você? O que viu de bom na Netflix nesta primeira metade de 2017? Quais filmes recomenda?

Leia também:

faceblogttblog

Veja os trailers e resenhas dos 16 filmes mais importantes do Oscar 2016

oscar2016

Quem acompanha este blog desde sempre sabe que eu adoro cinema. E, como não poderia deixar de ser, também adoro assistir aos filmes da maior premiação do cinema mundial, o Oscar. Gosto de ver todos eles às cegas, sem saber nada a seu respeito previamente, e depois dar notas para eles e comentar as categorias em que disputam uma estatueta. Depois, no dia da cerimônia, faço minhas apostas aqui no blog, assisto à entrega dos prêmios e, no dia seguinte, comparo meu bolão com o resultado. No ano passado, por exemplo, acertei 11 de 15 categorias, ou 73% do total.

Neste ano, consegui ver os 16 filmes mais importantes do Oscar 2016. Por “mais importantes” quero dizer os que concorrem a mais categorias e às principais delas — melhor filme, melhor direção, melhores atores e atrizes, roteiro e fotografia. De um modo geral, achei a qualidade dos filmes bem inferior ao de Oscars passados. Nenhum nota 10 — mas há alguns com nota 9 e 8, que merecem especialmente ser vistos.

No próximo domingo (28), dia da premiação, vou publicar aqui minhas apostas bem cedinho. Até lá, que tal vocês verem as resenhas, compararem com suas próprias impressões e fazerem também suas apostas aqui no blog? 😉

Segue abaixo a lista com links que levam a todas as resenhas e trailers desses 16 principais filmes do ano, começando pelos meus favoritos e terminando pelo que mais detestei:

  1. Spotlightnota 9 – concorre a 6 categorias: melhor ator coadjuvante, melhor atriz coadjuvante, edição, direção, roteiro original e melhor filme.
  2. O Quarto de Jacknota 9 – concorre a 4 categorias: melhor atriz principal, direção, roteiro adaptado e melhor filme.
  3. A Grande Apostanota 9 – concorre a 5 categorias: melhor filme, melhor direção, melhor ator coadjuvante, melhor edição e roteiro adaptado.
  4. Ponte dos Espiõesnota 8 – concorre a 6 categorias: melhor roteiro original, ator coadjuvante, design de produção, mixagem de som, música original e melhor filme.
  5. O Regressonota 8 – concorre a 12 categorias: melhor ator principal, ator coadjuvante, direção, fotografia, edição, design de produção, figurino, maquiagem, edição de som, mixagem de som, efeitos visuais e melhor filme.
  6. Perdido em Martenota 8 – concorre a 7 categorias: melhor ator principal, roteiro adaptado, mixagem de som, edição de som, efeitos visuais, design de produção e melhor filme.
  7. Divertida Mentenota 8 – concorre a 2 categorias: melhor roteiro original e animação.
  8. Brooklynnota 7 – concorre a 3 categorias: melhor filme, melhor atriz principal e melhor roteiro adaptado.
  9. Os Oito Odiadosnota 7 – concorre a 3 categorias: melhor atriz coadjuvante, fotografia e trilha sonora original.
  10. Ex Machinanota 7 – concorre a 2 categorias: melhor roteiro original e efeitos visuais.
  11. A Garota Dinamarquesa nota 7 – concorre a 4 categorias: melhor ator principal, atriz coadjuvante, figurino e design de produção.
  12. Joynota 6 – concorre a 1 categoria: melhor atriz principal.
  13. O Menino e o Mundonota 6 – concorre a 1 categoria: melhor animação. É o representante brasileiro da vez.
  14. Carolnota 5 – concorre a 6 categorias: melhor atriz principal, melhor atriz coadjuvante, fotografia, roteiro adaptado, figurino e música original.
  15. Steve Jobsnota 5 – concorre a 2 categorias: melhor ator e melhor atriz coadjuvante.
  16. Mad Max: Estrada da Fúrianota 3 – concorre a 10 categorias: melhor filme, direção, fotografia, edição, edição de som, mixagem de som, efeitos visuais, figurino, design de produção e maquiagem.

E aí, concorda comigo? Que nota daria para cada um desses filmes e por quê? 🙂

Leia também:

faceblogttblogPague com PagSeguro - é rápido, grátis e seguro!

tarja_licenca

Sobre orelhas e contracapas de livros

Tirinha do Liniers

Tirinha do Liniers

 

Qual é a graça de ler uma novela da Agatha Christie já sabendo quem é o assassino? Pois foi o que me aconteceu certa vez. A culpa não foi de nenhum amigo linguarudo, mas do resumo minúsculo que estava na contracapa do livro, e dava uma pista substancial sobre quem estava por trás de todos aqueles crimes.

Fiquei tão revoltada com isso que, desde aquele livro — e já faz um bocado de tempo –, parei de ler até as contracapas dos livros, mesmo com os menores resumos. As orelhas, então, nem se fala. É muito raro eu permitir que elas estraguem meu prazer.

Mas acabei me esquecendo dessa regrinha de ouro na semana passada. Eu estava começando o clássico “O Fio da Navalha”, de Somerset Maugham, quando me perguntei se o romance seria meio autobiográfico, como era “Servidão Humana” (que adorei!). Pensei: deixa eu ler na orelha, para ver se eles falam disso. Qual não foi minha surpresa — e ódio — ao constatar que a orelha contava TODO o enredo do livro? Parei a tempo de ver o final, mas, antes disso, já tinha percorrido o que ainda ia ser lido centenas de páginas adiante.

QUAL É O PROBLEMA DESSES EDITORES?!

Acho que um dos maiores prazeres da leitura é se entregar à narrativa totalmente às cegas quanto ao seu conteúdo. Tudo bem, o conteúdo não é tudo: a forma como o autor descreve a história, seu estilo, também são essenciais. Mas acho que perde metade da graça quando eu sei demais sobre o que vai acontecer. Suspense não é pré-requisito apenas de romances policiais, afinal.

Por isso, toda vez que faço uma resenha, de livro ou filme, aqui no blog, sempre tenho o cuidado de não me aprofundar demais na história, abordando apenas os motivos mais periféricos que me levaram a gostar tanto dela. E acho O FIM DO MUNDO quando uma editora consegue, em cinco linhas, revelar o assassino de um livro de detetive ou descrever tudo o que vai acontecer com o protagonista de um livro de personagem.

Como não dá para confiar nas editoras, deixo aqui a dica aos leitores: se você, assim como eu, também detesta spoilers, evite ler orelhas e contracapas dos livros. É melhor prevenir, porque não há remédio — só, talvez, uma máquina que apaga seletivamente a memória da gente, ainda não disponível no mercado.

Leia também:

faceblogttblogPague com PagSeguro - é rápido, grátis e seguro!

Saiba como você pode contribuir com o blog

telefone-antigo-anos-50

 

A contribuição dos leitores sempre foi muito bem-vinda neste blog.

Na última quarta-feira, por exemplo, a leitora Dri contribuiu imensamente oferecendo uma sugestão de pauta, que depois virou post (e foi um dos textos que mais gostei de escrever nos últimos tempos!). Quem quiser enviar uma sugestão de pauta, pode registrar nos comentários dos posts ou me enviar por email.

Também adoro quando os leitores enviam um texto bacana, já pronto para publicação. Às vezes até pego comentários e os transformo em posts, como fiz com um comentário do Matheus no mês passado.

Além disso, é possível contribuir com ideias, não só para posts: outro dia, o leitor Gustavo me sugeriu fazer um concurso literário do blog e estou matutando como vou colocar o plano — que achei excelente — em prática.

Outro jeito de contribuir com o blog é divulgando os posts, seguindo a página nas redes sociais (Twitter e Facebook) e assinando o blog para receber os posts, de graça e diariamente, por email. Assim, os leitores contribuem aumentando a rede do blog e o alcance das publicações. Cá pra nós: a gente escreve para ser lido, né? Então, nada melhor que saber que um texto foi lido por muita gente 😉

E, a partir de agora, a página aceita outro tipo de contribuição: o patrocínio dos leitores. Quem quiser fazer doações ao blog, na quantia e na frequência que quiser, agora também será possível, como já acontece em vários outros blogs. Explico melhor numa nova aba que criei, que ficará fixa na coluna da esquerda, e também pode ser acessada AQUI.

Ficou interessado? Então é só clicar no botão abaixo e fazer sua doação, através de um canal de confiança, que é o PagSeguro. Não é preciso ter cadastro lá para doar:

Pague com PagSeguro - é rápido, grátis e seguro!

Espero que o blog só cresça, cada vez mais, com todas essas contribuições dessa incrível rede de leitores que ajuda a construir este espaço comigo 😀 Obrigada por tornarem este projeto possível!